Alunos do Anchieta conscientizam e pedem respeito a faixa de pedestre

Alunos do Anchieta com cartazes e folhetos pediram respeito ao pedestre

Cerca de 30 alunos do 1º colegial “A” da Escola Estadual Padre Anchieta realizaram na manhã de hoje (21) uma manifestação bem humorada de conscientização sobre as leis de trânsito e, principalmente, quanto ao respeito a faixa de pedestre pelos motoristas.

Com cartazes elaborados por eles mesmos em sala de aula, os alunos, da professora Beatriz de Camargo Barros Deus, fizeram a manifestação na avenida Miguel Petrere, próximo a Padaria Manchester. O trabalho foi realizado em comemoração a Semana Nacional de Trânsito (de 18 a 25/09).

Os alunos ficavam na faixa e quando os motoristas passavam eles exibiam os cartazes. O motorista que respeitasse a faixa, e parasse, ganhava aplausos e um folheto de conscientização, além de uma balinha. Já o motorista que não parasse levava uma grande vaia.

Os alunos e a professora disseram que cerca de 50% dos motoristas respeitaram a faixa de pedestre, a outra metade não. “Teve até um cadeirante que foi passar na faixa e os motoristas não respeitaram”, relataram. “Mais foi positivo o trabalho que, ao mesmo tempo, eles conscientizam e também aprendem sobre o trânsito. Este trabalho foi uma iniciativa deles”, disse a professora Beatriz.

A iniciativa marcou a Semana Nacional de Trânsito

O motorista que parava recebia aplauso e brinde, quem não parava recebia vaias

Parabéns aos alunos, professora e direção da escola pelo trabalho
No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

9 comentários:

Mineira de Pilar disse...

Oi Sergin!


Se viu minhas neta cumo são cidadãs. Mai que belezuria so, as criança mustranu que us marmanju metidaiada tem que respeitá noi veiarada e as criança tamém.
otro dia um rapai mandu um cumentariu bem brabu i eu cuncordo quele memo e cuncordo cum a criançada. Tem que protesta, ara si ninguem façla argu arguem vai morre tropelada so.
Quando vim lá de Camundongu du Norti eu istudei na iscola padre Ancheta mai era la onde agora é o foru. Eta nói so, tamu veia memu. Parabens pras professora qui dero a ideia, bão memo. Agora farta todas iscola faze isso. Tem uma tar de marbrozolla qui falaru pra mim qui é diertora ou prefessora sei lá i ela sempre cumenta aqui. O maria brozola fai uma tamém aí na frenti da sua iscola. Tamem tem a otra lá du centru qui deveria faze esse manifestamento pra mordi cata no pé dessa cambada qui num respeita noi veia.
Bejo praz minhas neta qui tão ai, cumo ela são bunita, ce num acha Sergin? Bejo pro ce tamem Sergin. Vem qui in casa cume uns quejin qui meu fio troce lá di minas.

marbrizolla disse...

Gostei muito da sua sugestão, mineira de pilar , mas as crianças da minha escola são menores de 10 anos, sendo assim fica muito mais difícil a autorização dos pais para tal manifestação.Já os adolescentes ( sangue novo por reivindicações) e que já tomam atitudes próprias (mesmo sendo menores),fica mais fácil, pois afinal quem pode com os adolescentes? Sendo assim, admiro a manifestação das suas netas e parabenizo a escola Anchieta pela iniciativa.Mas,o importante é concluir que estamos sempre "no mesmo barco" lutando para que a lei seja respeitada em todos os sentidos para dignidade de todos os cidadãos de Pilar do Sul/SP/Brasil.Abraços

Sergio Santos disse...

D. Mineira voltouuuuuuuu...

O que tinha acontecido com a sra.? senti falta dos seus comentários, D. Mineira...

Por favor não suma mais, não... viu? este blog não é o mesmo sem os seus preciosos comentários...

Ah! gosto sim de queijo e muuuuuuuuuuito mais, ainda, de pão de queijo.

Seja bem vinda de volta. Bjaooooooo pra sra... Tchau D. Mineira de Pilar. [Bonitas sim das suas netas...]

Mineira de Pilar disse...

Vortei Sergin
Tava meio iguar meu notibuc cheia di virus so. A veia qua qui foi pro caxapregu mai to qui di novu e o meu noti o mauricio da pilarinfu cunserto e di gratis inda. Ara que coisa boa so. Mai a maria brozola podi fica im pais pois eu num sabia qui as criança era miudin miuidin. Mai cata us pai delas e fai um ato de conscientização mordi respeita o transito qui em pilar intão.
Parabem proceis dessa iscola, seis são tudo sacuda memu modi que ser prefessora ta dificir di mai da conta so,como dis mia nora qui é fessora em minas gerais, lá em Camundongu du Norti, é um zoio no giz e otro nas criança levada. Um bejo praz fessora e pro ce Sergin. A veia aqui vai da um dedin di proza cus amigo do meu fio qui é digovadu pra mordi noi faze umas coisa ai tamém. Mior nem fala cus homi gravatudo modi qui elis tem muita coisera pra faze memo, agora elis vao te que fica mai dois meis pesquizanu na neti ( oi qui xiquis eu), fazenu laburatóriu como diz as atris, pisquizanu pra modi iscoié o nome qui vai dá pra arguma rua nova qui saia na cidadi , o intão vão ve di quar sabor vai se a pizza i quem vai assa. Eta noi Sergin, tamo lascadu, furnicado e mar pagu cu essis sacu froxo, ai qui sardadi do coroné, aquilu sim é qui era homi do caso roxo. Bejo pro ceis tudo intão

Mineira de Pilar disse...

Ja sei Sergi

oi eu acurdei agora di madrugadin e mi lembrei i tenho a solução presse casu das faxa di pedstri, é só faze um lumbada anyis e dipis di cada faxa. Discurpa si eu tumei a idéia dus ingenhero mai é qui tamém so bastanti isperta e fiz facurdadi lá em Camundongu du Norti.

Se tá duvidanu deu é Sergin? Eu fiz sim a facurdadi sim sinho, quando era mocinha trabaiei dois meis di serventa di predreru na obra da facurdadi, aí cunheci o coroner e largeui da facurdadi. Viu só Sergin, quem fai facurdadi fica isperta.

Mai se num contra pros homi gravatudo sinão elis toma nossa idéia pra mordi pidi voto dispois. Vai qui noi que sai de candidatu ai noi perdi essa oportunidadi di faze media tamem. O Sergin si o ce for candidatu eu voto no ce mai so ce vira lográ noi eu mema cortu seus bagu dispois viu.

Janaina disse...

Ola Sergio, muito Boa a inicitiava dos alunos, agora temos que tomar iniciativa, sobre as faixas de pedestres para cachorro, pois muitas pessoas brigaram tanto na eleiçao passada querendo defender esses animaiszinhos, e agora que ta no meio da Turmaa do Povaoo, esquece desses cachorros, ficam perambolando os coitados nas ruas, os carrros tem que parar, e a filaa de animais se estendemm,, fora os que fikam nos velorios, abandonados, buscava tanto um lugar a eles, que agora nao vai atras deessses animaizinhos, Deve estar muito ocupada trabalhandoo nee,.

MARCÃO DO TREVO disse...

olá amigos pilarenses !! ...muito boa a atitude desses jovens tentando conscientizar os motoristas e pedestres...
mas, observei na foto que a faixa está (apagada)!...antes de qualquer educação de trânsito presisamos que haja sinalização perfeita!!!...vamos lá exercer a cidadania!!!
marcão do trevo

tere disse...

Concordo plenamente com o protesto dos alunos, o que acho muito estranho são alguns locais onde as faixas de pedestres são colocadas. Acredito que as faixas devem ser colocadas em lugares visíveis tanto para o motorista da frente quanto para os motoristas que estão atrás, agora aqui em Pilar colocam faixas em esquinas, como aquela do lado do supermercado Central, ou aquela entre a lanchonete Imperio da gula subindo para o cemitério, ou aquela entre Odilon e a cultura, entre outras.Ai acontece que não dá para os motoristas pararem antes da faixa pois não tem visão e ainda correm o risco de parar para o pedestre e o carro que está atras bater nele, pq não dá pra ele ver se tem gente passando na faixa que está depois da esquina.Pilar parecendo um tapete de tanta faixa de pedestre. Acho que já está na hora de trocar as faixas de pedestres por semáfaros. Vocês não acham ?

ASTRA SEGURANÇA DO TRABALHO disse...

Independente de onde está a faixa de pedestres o importante é o respeito pela vida. O importante é colocar-se no lugar do pedestre e buscar a segurança de ambas as partes. Hoje vivemos com tanta pressa que a vida do semelhante foi deixada em segundo plano.
A legislação prioriza sempre o pedestre. É sempre o maior cuidando do menor'
Com relação ao local das faixas: “O ideal é que as faixas fossem instaladas (pintadas) recuadas apelo menos quatro metros da esquina, assim ter-se-ia espaço para que um carro fique na esquina para tentar fazer uma conversão e o pedestre atravesse por trás''.
Hoje, na grande maioria das vias, as faixas ficam coladas nas esquinas e os carros, que precisam entrar à esquerda ou à direita, param em cima delas.
Em muitos casos não se tem essa opção devido ao fluxo de pessoas e a localização de pontos de acessibilidade de cadeirantes e por isso é importante a nossa atenção e o respeito aos pedestres.
Mesmo com semáforos deve existir a faixa de pedestres para travessia dos mesmos.
ATENÇÃO! - Regras importantes!
1-Familiarize-se com os locais onde existem faixas para travessia de pedestres;
2- Não dirija a mais de 40 km por hora em ruas que tenham muitas faixas para o pedestre;
3- Diminua a marcha bem antes da faixa, se for parar, com atenção no retrovisor para o carro que vem atrás;
4- Pare, se notar com antecedência um pedestre na calçada em um dos extremos da faixa em atitude indicando que pretende atravessar a via (observada a recomendação 3, acima).
5- Coloque-se como amigo ou parente do pedestre.
6- Pense que a vida é frágil.
7- Tenha calma e bom senso atrás do volante.


PARA CONHECIMENTO
LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997.

§ 2º O trânsito, em condições seguras, é um direito de todos e dever dos órgãos e entidades componentes do Sistema Nacional de Trânsito, a estes cabendo, no âmbito das respectivas competências, adotar as medidas destinadas a assegurar esse direito.

CÓDIGO NACINAL DE TRÂNSITO

Art. 70. Os pedestres que estiverem atravessando a via sobre as faixas delimitadas para esse fim terão prioridade de passagem, exceto nos locais com sinalização semafórica, onde deverão ser respeitadas as disposições deste Código.
Parágrafo único. Nos locais em que houver sinalização semafórica de controle de passagem será dada preferência aos pedestres que não tenham concluído a travessia, mesmo em caso de mudança do semáforo liberando a passagem dos veículos.
Art. 71. O órgão ou entidade com circunscrição sobre a via manterá, obrigatoriamente, as faixas e passagens de pedestres em boas condições de visibilidade, higiene, segurança e sinalização.

SEGURANÇA – A VIDA EM PRIMEIRO LUGAR

Postar um comentário

PUBLICIDADE