Toninho da Padaria será julgado hoje pelo Tribunal de Justiça

O prefeito de Pilar do Sul, Antonio José Pereira – Toninho da Padaria (DEM), será julgado hoje pelo Tribunal de Justiça (TJ) em São Paulo por crimes de responsabilidade cometido no pagamento de quinquênios e outras gratificações irregulares a secretários municipais, cargos comissionados ocupados sem concurso público da atual administração.

A denuncia foi protocolada no Ministério Público que determinou que a Delegacia Seccional de Polícia de Sorocaba instaurasse inquérito para investigar o caso. Após ouvir o prefeito, os secretários envolvidos na denúncia e que receberam os salários à maior, o inquérito foi encerrado e o relator desembargador J. Martins ofereceu denúncia, que foi acatada pelo TJ, e o julgamento foi marcado para esta quinta-feira, 15.

Como os prefeitos tem foro privilegiado e só podem ser julgados em tribunais de segunda instância, o alcaide pilarense será julgado por um colegiado de juízes formado por cinco desembargadores do Tribunal de Justiça em São Paulo.

Toninho da Padaria pode ser condenado a ressarcir os cofres públicos e, até, ter o mandato cassado pela justiça.

Leia aqui o processo no site do Tribunal de Justiça.

CEI na câmara também apura a denúncia
Continua em curso na câmara municipal a investigação aberta pelos vereadores para apurar a denúncia dos pagamentos irregulares para secretários, assessores e chefes lotados na administração do alcaide Toninho da Padaria. Segundo a denúncia, alguns ocupantes de cargos comissionados estariam recebendo quinquênio, horas extras, insalubridades, e outras gratificações incorporadas irregularmente aos salários.

A CEI – Comissão Especial de Inquérito, vai ouvir nesta sexta-feira, 16, à partir das 13h, Rosângela Assunção de Meira (nora do alcaide e Secretária de Recursos Humanos e Administração); Caetano Scaduto Filho (Secretário de negócios Jurídicos); e Amauri de Góes (Chefe de Recursos Humanos).

Os interrogatórios serão realizados na Câmara Municipal em sessão aberta a todos quantos queiram acompanhar as oitivas, que começará às 13 horas.

Uma CEI foi aberta na Câmara e os vereadores também apuram as denúncias
No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

PUBLICIDADE