Tribunal de Contas abre mais uma investigação contra Toninho da Padaria




TCE está de olho no alcaide
O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE) instaurou um processo para investigar a contratação, sem concurso público, de quatro servidores públicos temporários, para a Secretaria de Saúde da Prefeitura Municipal de Pilar do Sul, no ano de 2010. A informação foi publicada no Diário Oficial de ontem, 02/09 e está disponível no site do TCE (leia aqui).

O TCE requer que a confusa administração do alcaide Toninho da Padaria (DEM) apresente, no prazo de 30 dias, as justificativas que ampararam as contratações temporárias (sem concurso público) de três dentistas: Caubi Alexandre de Souza, Érica Cavalare Harabara Furtado e Sabrina Nunes de Oliveira e da médica pediatra Sabrina Mirella Ruzzene.

Os dentistas foram contratados através da Portaria n° 4.056/2010, em 14 de maio de 2010, e exonerados em 10 de junho de 2010 (Portaria n° 4.083/2010), menos de um mês depois de serem contratados.

Já médica foi contratada em 18 de Março de 2010, através da portaria n° 3.986/2010 - que retroagiu seus efeitos para 12 de Março de 2010, e exonerada em 08 de fevereiro de 2011 (Portaria n° 4.244/2011).

Logo depois de ser contratada a médica, Dra. Sabrina Ruzzene, foi nomeada em 22 de março de 2010, através do decreto 2.537/2010, para compor o Comitê de Mortalidade Materna e Infantil, como representante da Secretaria de Saúde.

O TCE incumbiu o alcaide de dar ciência do processo aos profissionais citados para que, desejando, apresentem, dentro do mesmo prazo, alegações que considerarem oportunas.
No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

PUBLICIDADE