Câmara de Sarapuí reprova relatório final de CEI. Jorge Chauar vota contra relatório que ele mesmo aprovou

Por 5 votos contrários e 4 favoráveis, os vereadores sarapuianos reprovaram o relatório final da CEI – Comissão Especial de Investigação instalada para apurar eventuais irregularidades cometidas pela Prefeitura Municipal de Sarapuí em concurso público realizado em 28 de agosto do ano passado, aplicado pela empresa Instituto Soler, em que havia a suspeita de favorecimento a parentes do prefeito e ocupantes de cargos comissionados.

A surpresa na votação, em plenário, foi o voto contrário do vereador José Jorge Chauar (PMDB), um dos membros da comissão investigativa, que antes havia aprovado o relatório da CEI que concluiu que houve diversas irregularidades. “Já está no ministério público (MP)”, justificou. “Eu conversei hoje com o promotor e tudo está sendo apurado no MP. Deixe que eles (MP) tomem providência”, disse ao final da sessão a eleitores que, inconformados, protestavam contra a repentina mudança de posição de Chauar, que também teve Celso de Oliveira (PSDB) e Marcos de Carvalho Costa (PPS) como integrantes da CEI.

O relator Celso de Oliveira apontou diversas irregularidades “comprovadas e documentadas”, como favorecimento de familiares do prefeito Ari Vieira da Silva (PV), entre eles sua mulher, e de membros da comissão do concurso, e “aprovação maciça” de funcionários comissionados, que já trabalhavam na prefeitura. O relator diz que depoimentos colhidos colocam em dúvida a lisura do concurso. Por fim, os três membros da CEI, entre eles Jorge Chauar, concluíram que houve diversas irregularidades e infração político-administrativo cometido pelo prefeito Ari Vieira da Silva.

O relatório, aprovado pelos membros da CEI, entre eles Jorge Chauar, foi lido e submetido a apreciação do plenário na noite da última quarta-feira (01) e reprovado por 5 (contra) a 4 (à favor). Se fosse aprovado, explicou o presidente Ronaldo Leiteiro (PSDB), automaticamente seria constituída uma Comissão Processante que poderia resultar na cassação do prefeito Ari Vieira, que interpôs dois mandados de segurança, que foram negados pela justiça, tentando impedir a investigação dos vereadores.

Votaram contra o relatório os seguintes vereadores: Jorge Chauar (PMDB), José Cristiano Silva (PT), Maria José Vieira dos Santos (PMDB), Paulo de Lima (PT) e Chico Boiadeiro (PMDB).

Já os vereadores Ronaldo Leiteiro, Laércio Holtz Hachid, Celso de Oliveira (todos PSDB) e Marcos de Carvalho Costa (PPS), votaram a favor do relatório final e pela abertura da Comissão Processante e a consequente instauração de processo de cassação do prefeito Ari Vieira.

Vereadores que votaram contra o relatório:
Jorge Chauar, Cristiano, Maria José, Chico Boiadeiro e Paulo de Lima / Fotos: Câmara Sarapuí

Vereadores que votaram à favor do relatório:
Laércio, Marcos, Celso e Ronaldo leiteiro / Fotos: Câmara Sarapuí
No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

PUBLICIDADE