APROAPI celebra 19 anos de existência e de atendimento ao adolescente

A APROAPI – Associação de Proteção ao Adolescente Pilarense, antiga Guarda Mirim, promoveu no último domingo (01) um café da manhã para comemorar os seus 19 anos de existência.

A celebração reuniu a diretoria da entidade, o presidente da entidade, Luis Carlos de Almeida, autoridades e menores aprendizes atendidos pela instituição, bem como ex-alunos.

Um pouco da história da entidade
Criada em 16 de junho de 1993 como Guarda Mirim, em 2003, atendendo a exigências da legislação, a entidade alterou a razão social para APROAPI. Em 2004 foi declarada de utilidade pública pela lei municipal 1.992/04.

A APROAPI é uma entidade civil, beneficente e assistencial, sem fins lucrativos e de caráter filantrópico e tem por finalidade congregar adolescentes de 14 a 17 anos de idade que a ela ocorrerem, com o objetivo de educá-los intelectual, moral e civicamente, alicerçando-os no trabalho, na honestidade, no respeito aos mais velhos, no cumprimento à lei, no amor à pátria, à democracia e ao próximo.

A APROAPI é uma entidade administrada por uma diretoria composta de 26 membros das mais variadas profissões e funções públicas, não remunerados, cujos integrantes se empenham para o seu melhor funcionamento, tendo por finalidade a ajuda aos adolescentes carentes da nossa comunidade, na educação e projeção dos adolescentes a um futuro mais promissor.

Passaram pela entidade, desde sua criação, aproximadamente 1.200 adolescentes aprendizes, muitos deles, hoje, empregados em vários estabelecimentos comerciais da cidade. No momento a APROAPI possui um quadro efetivo de aproximadamente 250 adolescentes, a maioria estão estagiando nos mais diversos e conceituados estabelecimentos públicos e privados da nossa cidade.

O adolescente ao ingressar na APROAPI, é obrigado a frequentar as aulas do curso de “Auxiliar Administrativo”, sendo este totalmente gratuito, onde as despesas são pagas pela entidade, sem custo algum ao adolescente e a duração varia conforme a sua idade.

Como integrante da Entidade, o adolescente é convocado a participar das reuniões realizadas no primeiro domingo de cada mês onde são expostos os avisos e esclarecidas todas as dúvidas que venham a surgir. Esta é uma forma de reuni-los e fazer com que cumpram com suas obrigações. (Fonte: Blog da APROAPI)







No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

PUBLICIDADE