Santas Casas realizam movimento reivindicando reajuste da tabela SUS

Pontualmente às 10h desta quarta-feira (10) as Santas Casas e hospitais filantrópicos em várias cidades do Brasil realizaram um protesto conjunto reivindicando o reajuste da tabela do SUS (Sistema Único de Saúde) que as remunera pelos serviços prestados a população. O movimento reivindica também anistia das dívidas dessas entidades.

“As dívidas dessas entidades está diretamente ligada a baixa remuneração pelos serviços prestados, pela defasagem da tabela que, na maioria dos casos, não cobre os custos com o atendimento”, explica Marcos de Moraes Rosa, gerente administrativo da Santa Casa de Pilar do Sul. “Então nada mais que justo que haja uma anistia da dívida e uma correção da tabela SUS, que está completamente defasada”, disse.

Vestidos com roupas pretas, funcionários, membros da diretoria e voluntários, além da prefeita eleita Janete Pedrina de Carvalho Paes (PSDB) e seu vice-prefeito Angelo Paiotti (PTB), prestigiaram o movimento na Santa Casa de Pilar do Sul.


Leia o release enviado pela organização do movimento:

MOBILIZAÇÃO
“Tabela SUS, Reajuste Já”
Santas Casas e Hospitais Filantrópicos realizam ação conjunta 

Mais uma etapa do movimento de sensibilização dos Governos Federal e Estadual “Tabela SUS, Reajuste Já” acontece no dia 10 de outubro, em boa parte das Instituições Filantrópicas do Estado. Este será o Dia da Ação Conjunta, em que, como ato simbólico, os funcionários das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos, seus convidados e apoiadores do movimento, usarão roupas pretas como forma de despertar a atenção para a causa e mobilizar, envolver toda a comunidade nesta luta.

Simultaneamente, em todas as cidades, representantes das entidades estarão reunidos com a imprensa, às 10 horas, para explicar e divulgar as ações do movimento. Os hospitais confeccionaram camisetas pretas com a logomarca da campanha, prepararam materiais de divulgação e farão uma forte mobilização, envolvendo diversos setores da sociedade. O apoio da população é fundamental, já que essas entidades atendem primordialmente a pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), que não remunera adequadamente os procedimentos.

Até agora, cerca de 80 Instituições Filantrópicas já assinaram a anuência ao movimento, estão apoiando e participando das ações. O objetivo é contar com o maior número possível de parceiros, demonstrando união e representatividade do setor na busca de um objetivo comum: pleitear uma remuneração justa pelos serviços prestados e uma solução para o endividamento dos Hospitais, ocasionado pela defasagem dos valores da tabela. Além de diversas Santas Casas e Hospitais do Estado de São Paulo, a campanha já ganhou a adesão de entidades de Mato Grosso, Minas Gerais e Ceará e continua contando com a inclusão de novos participantes, já que a situação deficitária e os problemas do setor filantrópico são parecidos e compartilhados em todo o Brasil.

Movimento

Campanha iniciada por um grupo de representantes de Santas Casas e Hospitais Filantrópicos do Estado de São Paulo reunidos no dia 10 de setembro, em Votuporanga/SP, o “Tabela SUS, Reajuste Já” nasce da necessidade de mobilizar e buscar uma resolução aos problemas enfrentados por instituições filantrópicas de saúde, cujas finanças correm sérios riscos de entrar em colapso, caso nenhuma medida seja tomada.

O objetivo essencial é sensibilizar todas as esferas governamentais para a defasagem da tabela de remuneração dos serviços prestados ao SUS, bem como do nível de endividamento das Instituições Filantrópicas. A remuneração da tabela SUS – que não é ajustada há anos – não é suficiente para suprir os custos de manutenção dos atendimentos prestados. A Carta do Interior é o símbolo da união entre as Santas Casas e Hospitais Filantrópicos. O documento, elaborado em assembléia conjunta com aproximadamente 50 das entidades participantes do movimento, relata as dificuldades e muito pacificamente solicita providências aos Governos Federal e Estadual quanto à situação das filantrópicas.

A Presidente Dilma Roussef e os governadores de Estados – no caso de São Paulo, Geraldo Alckmin – receberão a Carta do Interior, anexada às cartas de anuência de todos os apoiadores da campanha, além de todo o material produzido e repercutido sobre ela. A partir daí, aguardam-se providências sobre as solicitações. O retorno e a repercussão do movimento serão novamente discutidos em uma nova reunião entre os representantes de Instituições participantes, que acontecerá no dia 26 de novembro de 2012, em Votuporanga/SP.

A mobilização da campanha “Tabela SUS, Reajuste Já” precisa contar com o engajamento de todos, principalmente da população, para ganhar representatividade. Para conseguir agregar e envolver o maior número de apoiadores, o movimento tem uma Fan Page no Facebook, onde é possível conhecer e acompanhar toda sua estrutura. Também é possível ajudar a disseminar a campanha, por meio dos “compartilhamentos” e das “curtidas” dos conteúdos. Acesse, conheça e espalhe: http://www.facebook.com/tabelasusreajusteja
No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

PUBLICIDADE