Sequestrador foragido de Hortolândia é capturado em Pilar

Operação foi na manhã de hoje (07).
Depois de investigações realizadas pelo SIG – Setor de Investigações Gerais, da Delegacia de Polícia de Pilar do Sul, foi preso na manhã desta sexta-feira (07) Valdeni de Almeida Santos, 30 anos, condenado por participação no sequestro de um empresário de 70 anos no município de Itupeva, região de Jundiaí-SP, em 2005 (leia aqui e aqui). O idoso ficou nove dias sequestrado e, segundo a polícia, Valdeni era o vigia do cativeiro.

Valdeni foi beneficiado por um indulto de final de ano, em 2010, e não mais retornou ao presidio de Hortolândia, também no interior de São Paulo.

Os investigadores, chefiados pelo delegado Oscar Garcia Machado Junior, localizaram o foragido que estava residindo com a esposa em uma chácara no Jardim Panorama, zona rural de Pilar do Sul.

Na manhã de hoje, por das 6h, os investigadores Reinaldo e Alessandro, em operação conjunta com policiais militares, cercaram a residência do foragido que não teve outra opção a não ser se entregar, sem reagir a prisão.

Inicialmente, Valdeni de Almeida Santos (foto) tentou enganar os policiais com um nome falso, alegando que havia perdido os documentos em um acidente de motocicleta, que de fato aconteceu e, inclusive, ele está com uma ‘gaiola’ na perna.

“A principio o indivíduo deu o nome de Valdir Aparecido dos Santos, que não foi encontrado no cadastro da PRODESP (central de dados da policia), levantando nossa suspeita. Após isto, ele acabou revelando sua identidade, sendo constatado que ele era evadido do CPP de Hortolândia-SP, onde cumpria pena de 16 anos pelos crimes de 157 (roubo), 159 (extorsão mediante sequestro) e 288 (formação de quadrilha), desde 03 de janeiro de 2011”, disse Alessandro Mendes, chefe do SIG.

Valdeni foi conduzido à delegacia e recolhido à cadeia local, onde permanecerá à disposição da justiça.
No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

PUBLICIDADE