Casal e menor são detidos passando dinheiro falso em Pilar do Sul

A perfeição das notas falsificadas é impressionante/Foto: Sérgio Santos
A polícia prendeu no início da noite de ontem (15) um casal e uma menor de 16 anos acusados de passar notas falsas de R$ 100 em três comércios da cidade.

O casal Samuel Fonseca Faria, 24, e Thais Santos de Lima, 21, foram autuados em flagrante por estelionato, e a menor, que é irmã do acusado, foi sindicada e liberada para os pais. Todos são moradores da região do Bairro do Turvinho, zona rural de Pilar do Sul

A primeira vítima dos falsários foi um açougue na Rua Luis Estevão de Oliveira, no Jardim Nova Pilar. O comerciante José Ricardo Leite, 42 anos, disse que o homem e a mulher, que está grávida, chegaram e fizeram uma compra de cerca de R$ 11 e deram uma nota de R$ 100. Depois que eles saíram o comerciante desconfiou da nota e fez um teste com um equipamento detector e descobriu que a nota era falsa. Imediatamente ele saiu à procura do casal e também para avisar os demais comerciantes do bairro. Enquanto isso, os falsários aplicaram o mesmo golpe em outros dois estabelecimentos, uma padaria e um supermercado, também no Jardim Nova Pilar.

Os três comerciantes foram até a Polícia Militar e relataram o acorrido. Juntos, eles saíram procurando o trio, que estavam um carro vermelho. As vítimas e os soldados Nogueira e Cruz localizaram os acusados em um supermercado no Jardim Campestre, fazendo compras e prontos para passar outra nota falsa, segundo a polícia.

Todos foram conduzidos à delegacia, onde os três acusados foram reconhecidos pelas vítimas. Os policiais encontraram outra nota falsa, também de R$ 100, na carteira de Samuel Fonseca Faria.

O delegado de plantão, Dr. Gilberto Montenegro Costa Filho, autuou o casal por estelionato, crime contra o sistema financeiro nacional e corrupção de menor. A menor vai responder por ato infracional. O homem foi recolhido a cadeia local, a mulher foi conduzida ao presídio feminino de Votorantim e a menor liberada aos cuidados dos pais.

A perfeição das notas impressiona e engana até os mais experientes . O que as diferenciam da nota verdadeira é que elas não possuem a fita de segurança e a marca d'água. Outro fator que chamou a atenção dos policiais é que duas das notas tinham a mesma numeração de série.

No final do ano de 2012, vários comerciantes foram vítimas de falsários. Dois açougues, na Santa Cecília, também pegaram notas falsas de R$ 100.

A ocorrência foi apresentada na delegacia de Pilar do Sul/Foto: Sérgio Santos
No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

PUBLICIDADE