Após roubar idoso, ladrão põe fogo na cadeia em Pilar do Sul

SAMU socorrendo o preso/Foto: Sérgio Santos.
Um preso deu trabalho para as polícias na madrugada deste sábado (23) em Pilar do Sul. Depois de ser preso em flagrante, acusado de roubo, Dair Gabriel, vulgo “Branco”, de 35 anos, primeiro, se auto lesionou, ao se debater na cela, e depois ateou fogo em um colchão, precisando ser contido pelos policiais e socorrido a Santa Casa.
Tudo começou por volta de 20h de ontem. Segundo o boletim de ocorrência, Dair chegou em uma residência na Rua Bento Ferreira de Camargo, Jardim Nova Pilar, e chamou por um idoso de 72, que estava na área. Quando o idoso se aproximou da grade do portão, num gesto rápido, o ladrão pegou a carteira, com R$ 70, que estava no bolso da camisa do homem, e fugiu. Logo depois, segundo testemunhas, “Branco” voltou e ameaçou o idoso e a mulher dele, de 61 anos, de morte, caso chamassem a polícia.

A Polícia Militar foi chamada e os policiais, cabo Claudinei e o soldado Rossi, localizaram o ladrão, ainda na mesma rua. Conduzido a delegacia e depois de ser informado que seria autuado em flagrante por roubo, aos gritos, o acusado se debateu na cela (anexa a sala de registros de ocorrência) e se machucou, sendo socorrido até a Santa Casa.

Mais tarde, por volta de 1h30, já na cela dentro da cadeia, o acusado continuou a gritar e ateou fogo em um colchão, deixando em pânico os outros presos que estavam na mesma cela. Com apoio de policiais civis e militares, os carcereiros conseguiram dominar o preso, que precisou ser algemado nos punhos e nos tornozelos, e apagar o incêndio. Como a cadeia é pequena, tem capacidade para cerca de 32 presos, a fumaça podia ser vista da rua.

Alterado e agressivo, o acusado foi novamente socorrido a Santa Casa, dessa vez por uma ambulância do SAMU, já que havia o receio que ele pudesse se debater, se machucar e danificar a viatura.

O delegado Oscar Garcia Machado Junior informou que a situação do preso se complicou, porque, além de responder pelo crime de roubo, responderá também por danos ao patrimônio público.

Dair Gabriel, vulgo “Branco”, que mora na Rua Luis Estevão de Oliveira, também no Jardim Nova Pilar, já é velho conhecido dos meios policiais, com várias passagens pela polícia. Ele havia deixado a cadeia no último dia 4 de fevereiro, onde cumpria pena acusado de furto.

SAMU socorrendo o preso/Foto: Sérgio Santos.
No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

PUBLICIDADE