Caminhão arrebenta fios de telefone e deixa PM sem comunicação com a população


O motorista foi alcançado pela PM depois da ACE.
Por volta das 10h da manhã deste sábado (09) um caminhão carregado com madeira arrebentou os fios da rede de telefone na Rua Orlando de Almeida Sales, Bairro Campo Grande, e deixou aquela região sem comunicação através de telefone fixo.

O caminhão descia pela Rua Marcelino de Carvalho quando, na esquina com a Rua Orlando A. Sales, em frente o destacamento da Polícia Militar, a carga de eucalipto enroscou nos fios e destruiu a rede de telefone. Com isso os telefones, de emergência, 190, e o telefone comum da PM, 3278-1110, pararam de funcionar, e deixou a Polícia Militar sem comunicação com a população.

Segundo o cabo PM Claudinei, o caso foi comunicado a companhia telefônica que informou que o reparo da rede seria realizado em até 24 horas, mas até por volta de 13h a rede continuava sem funcionar.

O cabo Claudinei pede que, se a população precisar de um algum atendimento da PM, que ligue no telefone 3292-0190 ou 3292-1550, na PM de Salto de Pirapora, que imediatamente comunicará a PM de Pilar, através do rádio amador, que, assim, atenderá a ocorrência.

A PM abordou o motorista do caminhão, próximo à Associação Comercial, que estava a serviço de uma transportadora de madeira da cidade e com a documentação em ordem, e registrou um boletim de ocorrência de danos ao patrimônio privado da empresa telefônica.

NOTA DA REDAÇÃO: O caso acima chama para a atenção para a problemática do intenso tráfego de caminhões, as vezes vazios e passeando, no perímetro urbano do município e que circulam livremente em qualquer rua da cidade, em qualquer bairro, inclusive na área central.

Não é a primeira vez que caminhões destroem linhas de telefone e de rede elétrica em Pilar do Sul. No último dia 17 de fevereiro um caminhão vazio, passeando no meio da cidade, destruiu um semáforo no Bairro Campo Grande (aqui). No ano passado uma carreta, supostamente com excesso de altura de carga, destruiu várias redes de telefone ao longo da Avenida Miguel Petrere, causando transtornos e prejuízos à população.

De acordo com informações da Polícia Militar não existe no Código de Trânsito Brasileiro um artigo que determine a altura máxima de carga permitida. O CTB apenas determina o peso máximo que os caminhões podem transportar.

Ainda de acordo com a PM, apenas uma legislação municipal poderá regulamentar o tráfego e altura de carga permitida para os caminhões dentro do perímetro urbano do município.

Neste caso, os poderes executivo e legislativo devem, com urgência, editar uma lei que regulamente o tráfego de caminhões determinando as ruas que eles poderão, ou não, circular, e, principalmente, a altura máxima permitida para os caminhões dentro da cidade, sob pena de continuar acontecendo mais e mais incidentes de caminhões destruindo as redes telefônica e elétrica em Pilar do Sul.

O caminhão com traseira levantada e com carga alta de eucalipto destruiu a...
... a rede telefônica e deixou a PM sem telefone.
A PM informou que o caminhão estava com a documentação em ordem.
O incidente foi na Rua Marcelino de Carvalho, em frente o destacamento da PM
O motorista vai responder por danos
Telefones voltaram a funcionar - Por volta das 16h30 deste sábado (09) a empresa telefônica realizou o reparo da rede e os telefones de emergência, 190, e o convencional, 3278-1110, da Polícia Militar, voltaram a funcionar, depois de seis horas inativos por conta do incidente.
No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

15 comentários:

Paulinha disse...

Art. 324 do Código de Trânsito Brasileiro: Até fixação pelo CONTRAN, as dimensões autorizadas para veículos com carga ou sem ela, são as seguintes:
I- Largura máxima: 2.60 m
II- Altura máxima: 4.40 m ...

Anônimo disse...

caminhoneiro sempre trasportando e pagando pelos erros dos outros nao seria a rede que estava fora do padrao de altura

Junior Campos disse...

O caminhão que derrubou o semáforo não estava "passeando" pela cidade! E sim o motorista tava indo pra sua casa!

Sergio Santos disse...

Foi o que eu disse, Junior Campos. Não existe uma lei proibindo o tráfego de caminhões dentro da cidade... O correto seria o caminhão vazio ir para o pátio da empresa [de preferência fora da cidade] e jamais ficar estacionado próximo ou [e em alguns casos] em frente a casa do motorista.

Paula: o art. 324 foi vetado, quando da regulamentação da lei.

Maita disse...

Por curiosidade,
Achei esta resolução http://www.denatran.gov.br/download/Portarias/2009/PORTARIA_DENATRAN_63_09_ANEXOS.pdf do CONTRAN de 2006, confirmada por esta http://dre.pt/pdf1s/2010/12/24600/0588405890.pdf de 2010 que diz sim haver um limite de altura de 4,40m para veículos com ou sem carga.
Retirei uns dados aqui da internet, que diz que a densidade do eucalipto é de 400Kg/m3 e fazendo as contas com 10m de comprimento da carreta por 2,60 de largura(máximo permitido pelo contran) e com altura da carga de 2,50 temos 26t de carga. O máximo permitido pelo contran é de 29t para este tipo de caminhão, por tanto estaria com massa permitida pela lei. Claro que chutei altura da carga, largura e comprimento da carreta(Não entendo nada de caminhões).
O problema é que se a carga for mais alta que 2,5m aí o número de toneladas pode exceder o permitido além de alterar o centro de gravidade do caminhão, prejudicando o desempenho em trechos inclinados e curvas o que é muito mais perigoso.

Eu particularmente, acho que o ideal seria ter um limitador de altura em cada saída da cidade, regulando a altura dos veículos que trafegam internamente. Um simples arco indicando a altura máxima com um bem vindo a Pilar do Sul.

Anônimo disse...

SS, pq vc não publicou sobre o semaforo da avenida da Miguel Petrere? Curiosidade, apenas.

Anônimo disse...

e sempre assim cidade que depende de seus recursos proprio que e o principal recurso o eucalipto e nao tem capacidade de traser industrias de fora dependendo de caminhoes como acidade depende nao consegue ao menos empregar o proprio cidadao pilarense com certesa nao tera leis que impedirao dos mesmo casos ocorrerem outras veses

Sergio Santos disse...

Ao anônimo e desinformado: http://www.blogdosergiosantos.com.br/2013/02/caminhao-derruba-semaforo-e-complica.html

Anônimo disse...

Incrível, isso de caminhão destruir fiações na cidade é algo digamos que comum, mas agora porque foi em frente ao destacamento estamos dando total atenção? Será que simples cálculos farão diferença? Ou se a população usar o que tem de melhor que é a voz e mostrar ao poder público que: Nós os colocamos lá e queremos mudanças; ou os que tem mais idéias e menos coragem, as expor, seria um grande começo, mas tem que ser no boca a boca, pessoalmente mesmo e não por redes sociais e nem por blogs, nada contra, mas pelo fato de que isso deve ser discutido sim, é ruim de ver caminhões transitando livremente e interrompendo certos trechos da cidade, ocasionando as vezes um quase acidente por ter que desviar desses que estão estacionados em frente a residencia de seus motoristas. Queremos mudança, afinal de contas, temos esse direito e eles tem esse dever. O fato das fiações é triste sim, mas existe também o pequeno fato de buracos, quem tem carro sabe exatamente do que eu estou falando, não somente carro, mas moto e até mesmo bicicleta e pros jovens skatistas, que hoje tem a pista, mas pra chegar até a mesma necessitam das ruas, as quais estão todas "remendadas" por buracos ocasionados pelo excesso de peso e por destruírem com os tubos da Sabesp, a qual tem uma certa frequência na rua da minha casa, então são dois problemas? Bora tentar resolver pessoal? Bora pedir mudanças, mais de 9.000 pessoas colocaram nossa prefeita lá, então são 9 mil vozes pedindo mudanças e reformas em certas leis...

Anônimo disse...

trabalhador,, sempre se da mal.. bandido é que e bom.. engraçado em varias ocorrencias nao vi a foto do individo que roubou ou ando fazendo mau a sociedade, mais afoto do caminha e do motorista do fato foi colocadoo,, trabalahdor tem quue ser mostrado , mais os bandidinhos da cidade ,, tem que ser preservado...

Sergio Santos disse...

As fotos publicadas NÃO identificam nem o motorista e nem o caminhão... No mais é a sua opinião, ilustre Anônimo, a qual não vou discutir.

O BSS entende que o incidente É NOTÍCIA, e que merecia ser publicado, porque deixou a PM sem telefone, meio pelo qual a POPULAÇÃO utiliza para solicitar ajuda da POLÍCIA MILITAR.

NOTA DA REDAÇÃO: Todos os comentários, desde que mantenha o respeito, serão bem vindos e publicados, mesmo os que discordem da opinião deste missivista.

Anônimo disse...

'' todos sabem de qual empresa o motorista trabalha so olhar a camiseta...'' obs: uma das empresas que mais emprega pessoas na cidade..

Sergio Santos disse...

E qual é o problema?
Não coloquei a identificação porque EU optei em não colocar.

E mais: Nem o motorista e nem a empresa cometeram qualquer crime. Foi apenas um incidente que deixou a POPULAÇÃO sem comunicação com a POLÍCIA MILITAR.

Anônimo disse...

Anonimo desinformando não! Maioria das pessoas que leem o blog comentam que http://www.blogdosergiosantos.com.br/2013/02/caminhao-derruba-semaforo-e-complica.html não estava disponível ou publicado... Até pq houve apenas 2 ou 3 comentários... Talvez seja pela má organização do blog... Sem mais. Porém, ainda continua de parabéns! Por enquanto.

Sergio Santos disse...

Anônimo, desinformado e que briga com os fatos... A notícia sempre esteve publicada e disponível no blog e, inclusive, foi linkada dentro da notícia acima.

Uma maneira fácil de procurar uma noticia antiga no blog é clicando no "índice de notícias" ou nas categorias, por assunto, (polícia, política, esportes, etc.)... simples.

Postar um comentário

PUBLICIDADE