Secretaria de Integração Social implanta Albergue para abrigar moradores de rua

O albergue fica ao lado da quadra de Malha/Fotos: Secom/PMPS.
Começou a funcionar nesta semana um albergue em Pilar do Sul. O objetivo é abrigar moradores de rua, principalmente nesse período do ano, com o início do frio. A iniciativa é um antigo anseio da sociedade e da prefeita Janete Carvalho (PSDB).

O albergue foi implantado provisoriamente pela Secretaria de Desenvolvimento e Integração Social (SEDIS) em um galpão na Área de Lazer Adelino Adão Caetano, na Avenida Papa João XXII, em frente a Santa Casa. O local foi equipado com fogão, chuveiro, colchões, cobertores, roupas e produtos de higiene pessoal.

O albergue já conta com alguns ocupantes que para se abrigar no local precisam seguir algumas regras como “arrumar o lugar em que dormiu”, “sempre tomar banho” e “não dormir com roupas sujas”, o que os ensina  a conviver em harmonia e se ressocializar.

Sebastião, uns dos atendidos no albergue, e prefeita Janete
“A intenção é retirar os moradores de ruas e ajudá-los, dando-lhes a oportunidade de encontrar suas famílias e suporte aos que tem dependências químicas, os encaminhando à Associação de Promoção Humana (AMA) para receberem o tratamento necessário”, disse Beto Jordão, secretário de desenvolvimento e integração social, que explicou que a prefeitura pretende construir um albergue definitivo para abrigar com mais conforto e estrutura os moradores de rua.

Beto pede a colaboração da população com doações de roupas, alimentos, produtos de higiene e limpeza, etc, e também precisa de uma geladeira.

“Se alguém vir algum morador de rua, desabrigado, pode entrar em contato conosco ou encaminhá-los diretamente ao albergue”, disse Beto Jordão. (Fonte: Secom/PMPS).


Informações:
SEDIS - Secretaria de Desenvolvimento e Integração Social - Fundo Social de Solidariedade
Rua Maria Conceição Válio, 6 – Bairro Campo Grande - Fone: (15) 3278-1209
No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

9 comentários:

Anônimo disse...

Agora sim a prefeitura fez um ótimo trabalho, se conscientizando com essas pessoas que não tinham um lugar digno para se abrigar, mas agora sim eles tem.
Prefeita Janete começando a mudar Pilar do Sul.

Anônimo disse...

Parabéns a Prefeitura Municipal e a Prefeita Janete, me alegrou muito esta noticia, já me prontifiquei em arrecadar agasalhos para doação! Uma ação humana e muito apreciada ao olhos de Deus, ajudar ao próximo!! Abraçar o rico limpo e cheiroso é fácil, quero ver abraçar o pobre!!
Parabéns, tomara que todas as entidades evangélicas, cristãs tambem venham a apoiar a causa! E é claro os cidadãos de nossa cidade, agora todos tem uma oportunidade de ajudar! :D

Anônimo disse...

meus parabens a prefeita janete e aos vereadores por esse projeto tao importante , para esse nossos irmao moradores de rua ;que sofre o abandono social;parabens que deus continue dando sabedoria ; para prefeita janete;

Sueli disse...

Parabéns à prefeita e ao secretário Beto Jordão, realmente ha muito tempo isso já era cogitado mas ninguém até então fez alguma coisa, a minha unica preocupação é se vai ter alguém no local para se responsabilizar por esses moradores de rua enquanto ali estiverem, para que não levem bebida alcoólica para dentro do local e ali, acabar acontecendo brigas ou algo mais sério, hoje vemos muitos deles pelas ruas mas, a maioria esta sempre com uma garrafinha de pinga nas mãos, apesar de ter sido comentado de que seriam encaminhados para um tratamento no AMA, sabemos também que nem todos desejam esse tratamento, e ai? como vai ficar?

Sergio Santos disse...

Obviamente, a SEDIS e a prefeitura tem total responsabilidade sobre o local, que está sendo acompanhado por psicólogos e assistentes sociais. É uma questão óbvia!

Além do mais, albergue não é moradia. O moradores de rua serão conduzidos para lá para serem abrigados PROVISORIAMENTE. Alem disso a SEDIS irá providenciar assistência social para eles, como documentação (se necessário), orientação social, ressocialização e encaminhamento para suas famílias (se for possível).

Quanto a tratamento no AMA, eles serão orientados, mas não podem ser obrigados a aceitar. Irão de livre e espontânea vontade. Apesar de moradores de rua, são cidadão com direitos e deveres como qualquer um de nós. Na legislação brasileira não existe internamento compulsório. Por isso não se pode agir de forma arbitrária. É um trabalho social (de difícil entendimentos de alguns) desenvolvido por profissionais.

A questão está sendo tratada pela prefeitura, através da SEDIS, com a devida seriedade e responsabilidade que o situação requer.

No mais o local é dotado de regras, dentre eles a proibição de ingestão de bebidas alcoólicas (óbvio também).

Anônimo disse...

Se já era cogitado ou quem sabe um dia... a Prefeita Janete, Beto Jordão,( entre outros) foram lá e fizeram!!! Foi dado o primeiro passo, e as adaptações necessárias, com certeza, vão se adequando com o tempo.Parabéns por essa atitude tão necessária do qual o "AMANHÃ" pode ser tarde demais...

Marlene Brizolla

Elizana alves dos santos disse...

Parabens para a prefeita pela iniciativa

Anônimo disse...

Parabéns pela iniciativa,o municipio estava precisando desa atitude e esperamos que atraves dessa iniciativa estes moradores de rua possam ter uma mudança de vida , acredito que pode-se implantar também ajuda psicologica para estas pessoas para que elas tenham uma vida mais digna do que as ruas.

vanilde disse...

parabens pilar do sul estava presisando urgentemente ja começou mostrar que e gente como a gente.vanilde

Postar um comentário

PUBLICIDADE