Ex-escriturário Rogério Tobias de Moraes é preso em Sorocaba

Rogério em depoimento a CEI/Arquivo BSS/Fevereiro de 2011.
Em operação conjunta, policiais civis de Pilar do Sul e de Sorocaba prenderam na noite deste sábado (20), em Sorocaba, Rogério Tobias de Moraes, 30 anos. De acordo com a polícia, Moraes estava sendo procurado desde o ano passado, quando a justiça emitiu um mandado de prisão contra ele, sob a acusação de estelionato.

O ex-escriturário da Prefeitura de Pilar do Sul é acusado por, pelo menos, 14 vítimas de suposta venda irregular de lotes, quando este trabalhava no setor tributário da prefeitura.

Segundo a denúncia, Moraes se aproveitava do fato de trabalhar no setor tributário para fraudar documentos e acessar o sistema de cadastro da prefeitura para alterar dados cadastrais dos imóveis, como redução ou anulação de impostos, para legitimar a vendas dos lotes. Ainda segundo a denúncia, Moraes vendia lotes que não o pertencia.

O caso rendeu uma CEI (Comissão Especial de Inquérito) na Câmara Municipal de Pilar do Sul, e inquéritos na Polícia Civil e no Ministério Público.

Em meados do ano passado, por não comparecer as audiências, a Justiça emitiu um mandado de prisão contra Moraes, que, desde então, era considerado foragido da justiça.

O SIG (Setor de Investigações Gerais) da Policia Civil de Pilar do Sul vinha investigando o paradeiro de Moraes quando obtiveram a informação sobre uma nova namorada dele. Passaram a monitorá-la até chegar ao endereço em que ele estava residido no Parque São Bento, em Sorocaba. Ontem, com uma viatura descaracterizada, os investigadores montaram campana próximo ao local quando o viram saindo com a namorada. Os investigadores solicitaram apoio da Polícia Civil de Sorocaba e o detiveram quando ele fazia compras em supermercado no Bairro Campolim. Segundo a polícia, Rogério estava com seus documentos originais e não ofereceu resistência à prisão.

Segundo informou a polícia, Rogério Tobias de Moraes, que é filho do vereador João Batista (PTB), está preso na Cadeia de São Roque e seria conduzido a um CDP (Centro de Detenção Provisória) na região.

Leia: Rogério depõe na CEI do Tributário e diz que é inocente
No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

1 comentários:

Anônimo disse...

A justiça chega para aqueles que a infringem , seja divina ou seja a da lei dos homens, os injustiçados não foram apenas os envolvidos nesse caso, e sim toda a população de Pilar do Sul. "A Justiça tarda, mas não falha" e "Quem planta vento, colhe tempestade".

Postar um comentário

PUBLICIDADE