Pilar do Sul sedia Congresso Internacional e Dia de Campo sobre Anonáceas

Pilar é o maior produtor de atemóia do estado
FOTO: YOUTUBE/GLOBO RURAL
Acontece nesta sexta-feira (23) no Recinto Chico Mineiro o "V Congresso Internacional & V Encontro Brasileiro sobre Anonáceas". O evento teve início no dia 19/08, na Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp, câmpus de Botucatu-SP, e será finalizado hoje com o Dia de Campo, em Pilar do Sul.

O objetivo do evento é promover a divulgação científica sobre os mais diversos temas relacionados às anonáceas (graviola, atemóia, pinha, por exemplo), e realizar discussão de forma globalizada a respeito dos principais problemas da cadeia produtiva, com a participação da comunidade científica e produtores.

O evento conta com palestras, mesas redondas, apresentações de resultados de pesquisa e um Dia de Campo. Serão discutidos temas como: “Taxonomia”; “Melhoramento genético”; “Metabolismo secundário” e “Trocas gasosas”.

Para a apresentação das palestras e mesas redondas foram convidados pesquisadores de diversos países e de instituições como Wageningen University (Holanda); University of Vienna (Áustrria); Universidad Autonoma Chapingo (México); Embrapa Cerrados; Embrapa Agorindústria Tropical; Insituto Biológico de Campinas, Unesp e USP.

Outra atividade que integra a programação é o Dia de Campo que será realizado em propriedade de produção de atemóia para exportação, localizada na cidade de Pilar do Sul-SP. O objetivo é demonstrar a tecnologia empregada na cultura visando à exportação de frutos. No Dia de Campo serão abordadas técnicas como a propagação e produção de mudas, poda, nutrição, manejo de pragas e doenças, colheita e pós-colheita.

Os organizadores esperam criar um círculo de debates para que produtores e a comunidade científica reflitam sobre a melhoria das técnicas de produção da cultura de anonáceas, a partir do conhecimento científico, a fim de garantir o fortalecimento da cadeia produtiva mundial e do tripé pesquisa-ensino-extensão na sua maior abrangência de estudos com a família Annonaceae.

O evento é uma realização da Faculdade de Ciências Agronômicas e Instituto de Biociências da Unesp em parceria com Universidad de Ciências y Artes de Chiapas/México, Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI), Associação Brasileira de Produtores de Anonáceas, Associação Paulista de Produtores de Caqui e Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais (Fepaf).

Para mais informações, programação completa e inscrições, acesse a área de eventos do site www.fepaf.org.br (Fonte: FEPAF).

Pilar do Sul é o maior produtor de atemóia do estado de São Paulo e conta com cerca de 40 produtores. A área plantada é de cerca de 150 hectares com uma produção de 3.000 toneladas/ano.

Assista um vídeo de reportagem feita pelo Globo Rural (TV Globo) sobre a produção de atemóia em Pilar do Sul, clique aqui.
No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

PUBLICIDADE