SP-264 faz mais uma vítima: motociclista que bateu em carreta não resiste e morre

O motociclista bateu numa carreata, parada na terceira faixa.
Foto: Sérgio Santos/BSS.
A rodovia SP-264, a 'rodovia da morte', que liga Sorocaba a Sato de Pirapora e à Pilar do Sul, fez mais uma vítima fatal. O motociclista Ezequiel Domingues da Costa Filho, de 22 anos, que na terça-feira, dia 30 (leia aqui), bateu sua motocicleta contra uma carreta que, quebrada, estava parada na terceira faixa, não resistiu aos ferimentos e morreu.

Após a acidente, Ezequiel foi socorrido à Santa Casa de Salto de Pirapora e, posteriormente, transferido ao Hospital Regional, em Sorocaba, onde veio a falecer na noite de quinta-feira (01).

Ezequiel deixa a esposa Tatiane Lucia Andrade Combinato Costa e um filho de apenas dois meses. Ele será sepultado na manhã deste sábado (03) no Cemitério da Consolação, em Salto de Pirapora.

Ezequiel tinha 22 anos. Deixa esposa e um filho de 2 meses/Foto: reprodução da internet

Nota da Redação: A rodovia SP-264, a "Rodovia da Morte", é assim conhecida devido a quantidade de acidentes, muitos deles com vítimas fatais. Em 2012 foram 14 mortes registradas na rodovia. Em pouco menos de um mês, Ezequiel é a quarta vítima fatal na SP-264, cujas obras de duplicação é prometida há anos pelo governador Geraldo Alckmin e por seu antecessor José Serra, ambos do PSDB. Soma-se a demora para o início das obras de duplicação ao fato de que raramente o trecho entre Sorocaba, Pilar do Sul e Salto de Pirapora é fiscalizado pela Polícia Rodoviária, e os abusos dos motoristas, como excesso de velocidade e desrespeito as leis e normas de trânsito, faz da viagem pela SP-264 uma aventura, da qual nem todos sairão com vidas.
No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

PUBLICIDADE