Temporal causa destruição e prejuízo em Pilar do Sul

Equipe da prefeitura removendo árvores.
O temporal do último sábado (21) deixou um rastro de destruição e prejuízos em diversos bairros da cidade e também na zona rural. A tempestade começou por volta de 19h com uma chuva forte e, em seguida, evoluiu para tempestade, com vendaval e chuva de granizo, que demorou cerca de 15 minutos. O suficiente para destruir painéis de publicidade e antenas parabólicas, derrubar árvores e muros, destelhar residências e empresas e, na zona rural, destruir lavouras.

Na zona urbana, a região mais afetada foi o estremo sudoeste, no Jardim Campestre II. Na rua Marcolino Gomes de Oliveira diversas árvores caíram destruindo a rede de energia elétrica e deixando diversas residências sem luz. Um pouco a frente, na estrada municipal Rene M. Ribeiro, continuação da Rua Maria Conceição Válio, diversas árvores caíram e impediram o trânsito. Equipes de funcionários da prefeitura, com motosserras e máquinas, tiveram muito trabalho para cortar e remover as árvores e desobstruir as ruas. Em uma chácara, o aquecedor solar de cerca de 20m² foi arrancado e sua estrutura foi parar em cima de outra residência e os destroços ficaram espalhados pelo quintal.

No centro, na Praça Pe. Luiz Trentini, uma árvore caiu em cima de um carro, quebrando o vidro traseiro. Com a força do vento, o semáforo da Escola Odilon se moveu e foi desligado.

Na estrada vicinal José de Almeida Rosa, próximo ao Bairro Reunidas, diversas árvores caíram, obstruindo parcialmente o tráfego. Um das árvores, com quase 20 metros de comprimento, foi arrancada do solo com a raíz e quase atingiu umas as residências da chácara.

A região do bairros Jardim Cananéia, Chácaras Reunidas Pilar, Bandeirantes, Boa Vista e Barra foram um dos mais afetados. Várias casas e barracões foram destelhados e árvores foram arrancadas pela raíz.

Na zona rural várias lavouras e plantações de eucaliptos foram destruídas. No Bairro Bandeirantes árvores de eucaliptos foram quebradas ao meio e, as que não caíram, ficaram retorcidas.

A Coordenadoria de Defesa Civil de Pilar do Sul informou que, apesar do prejuízo material e financeiro, além dos transtornos, não houve registro de feridos ou desabrigados.

Equipes da prefeitura, coordenados pelo vice-prefeito Angelo Paiotti, trabalharam até o início da madrugada de domingo e durante todo o dia de domingo cortando e removendo árvores e entulhos. Funcionários da Elektro também tiveram muito trabalho para reconstruir e religar as redes destruídas.

Árvores caíram e obstruíram a estrada municipal Rene M. Ribeiro
Árvores caíram e obstruíram a estrada municipal Rene M. Ribeiro. Vice-prefeito Angelo Paiotti
acompanhou os trabalhos das equipes da prefeitura
Árvores caíram e obstruíram a estrada municipal Rene M. Ribeiro
Destroços de um aquecedor solar e pássaro morto na região do Campestre II
A estrutura de um aquecedor solar caíram em cima da outra casa, na região do Campestre II

Destroços de um aquecedor solar ficaram espalhados pelo quintal, na região do Campestre II


Árvores caíram e obstruíram a estrada municipal Rene M. Ribeiro

Árvores caíram e obstruíram a estrada municipal Rene M. Ribeiro

No Campestre II árvores caíram e danificaram a rede elétrica

Nuvens carregadas cobriam a cidade no domingo

Na região da Reunidas, árvore caiu e destruiu a rede de alta tensão

Alambrado caiu na Reunidas

Na Reunidas, esse barracão teve parte das telhas de zinco arrancadas

Na Reunidas, o vendaval deixou rastro de destruição e prejuízo

Na Reunidas, a árvore caiu e quebrou o alambrado

Na Reunidas, paredes dessa construção caíram

Na Reunidas, outra árvore arrancada pelo vendaval

Na Reunidas muitas casas e barracões foram destelhados

Na Reunidas muitas casas e barracões foram destelhados

Na Reunidas muitas casas e barracões foram destelhados

Árvore arrancada no Jardim Reunidas

Na Reunidas, esta árvore foi arrancada e arremessa a 30 metros de distância

Plantação de eucalipto foi danificada no Bairro Bandeirantes


Uma plantação de eucalipto foi danificada no Bairro Bandeirantes

Uma plantação de milho ficou destruída no Bairro Bandeirantes

Arvores caíram no Jardim Boa Vista

No Jardim Boa Vista, árvore rachou ao meio e interditou a estrada vicinal José A. Rosa

No Jardim Boa Vista, árvore foi arrancada com a raíz

No Jardim Boa Vista, árvore foi arrancada com a raíz

No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

1 comentários:

Anônimo disse...

O HOMEM DESTROI A NATUREZA E SE ASSUSTA COM SUA RESPOSTA...

Postar um comentário

PUBLICIDADE