Juiz de Jaboticabal apresenta projeto de proteção de crianças e adolescentes

Dr. Alexandre na apresentação da Rede / Foto: Sérgio Santos.
O juiz da vara da infância e juventude da comarca de Jaboticabal-SP, Dr. Alexandre Gonzaga Baptista dos Santos, apresentou na manhã de sexta-feira (01), no auditório da secretaria de educação em Pilar do Sul, um projeto de ação social, denominado “Rede de Proteção dos Direitos da Criança e do Adolescente”. A iniciativa consiste em uma articulação colaborativa de todos os órgãos e setores públicos, entidades assistenciais e de classe, clube de serviços, autoridades, empresários e da sociedade civil, na proteção e preservação dos direitos das crianças e dos adolescentes.

A palestra reuniu os juízes de Pilar do Sul, Dra. Karina Jemengovac Perez, de São Miguel Arcanjo, Dr. Mario Mendes de Moura Junior, e de Salto de Pirapora, Dra. Tamar Oliva de Souza Totaro, a promotora de justiça de Pilar do Sul, Dra. Luciana de Fátima Carboni Rodrigues Abramovitch, a prefeita Janete Carvalho (PSDB), representantes do poder judiciário local, e de cidades da região, autoridades locais e regionais, e representantes de diversas entidades, além da assistente social judiciária, do Fórum de Pilar do Sul, Maria Cecília Borges Saraiva, articuladora, ao lado da Dra. Karina, para a realização do evento.

A rede de proteção é uma ação integrada para atender crianças e adolescentes em situação de risco social, que estejam sob ameaça e violação de direitos por abandono, violência física, psicológica ou sexual, exploração sexual, situação de rua, de trabalho infantil e outras formas de submissão que provocam danos e agravos físicos e emocionais.

“A Rede não é um serviço, uma entidade, uma ONG... Não tem dono, ou presidente, e nem local físico. É um movimento sócio-comunitário que atua de forma a cortar todos os caminhos burocráticos, agilizando o atendimento e os encaminhamentos para a resolução dos problemas”, explicou o doutor Alexandre, que já apresentou a Rede Social em 15 cidades. “Problemas complexos exigem soluções compartilhadas”, disse reiteradas vezes.

O magistrado relatou que em Jaboticabal, e nas cidades onde o movimento foi implementado, os serviços da Rede de Proteção funcionam articulados com as secretarias municipais, Poder Judiciário, Ministério Público, Defensoria Pública, Conselhos Tutelares e outras organizações de defesa de direitos, com um fluxo organizado de procedimentos a partir dos sinais de alerta. O atendimento visa fortalecer os vínculos familiares, prevenir o abandono, combater estigmas e preconceitos, assegurar proteção social imediata e atendimento interdisciplinar. Contribui de forma integrada para a redução da violência contra a criança e o adolescente, principalmente no que se refere à violência doméstica e sexual.

Ao final da palestra, estimulados pelo Dr. Alexandre, as autoridades, representantes de entidades e instituições e membros da sociedade civil concordaram com a implantação da Rede em Pilar do Sul e marcaram a próxima reunião para o dia 3 de dezembro na sede da Associação para o Bem Estar do Menor (Assobem Kanguru), entidade que abriga crianças em situação de risco social e abandono, quando deverá ser decidida a forma de atuação dessa Rede e os próximos passos do movimento em Pilar do Sul.

Dra. Karina, Dra. Luciana, Dra. Tamar, prefeita Janete e Dr. Mário Mendes / Foto: Sérgio Santos.

Palestra reuniu diversos representantes de setores públicos e do terceiro setor / Foto: Sérgio Santos.

Dr. Alexandre, prefeita Janete, vereador Takashi, Dra. Luciana e Dra. Karina / Foto: Sérgio Santos.

No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

1 comentários:

Anônimo disse...

Vou aqui deixar um recado para nossa Prefeita e nosso vice-prefeito,vou aproveitar esse poster por ser mais recente,acredito que aqui alguém vá ler.Enfim chamo a atenção de vcs
para dar uma atenção para nossos esportista,pois na hora de pedir voto fizeram bonito,agora para ajudar estão se negando,ou seja, um transporte e o minimo que a prefeitura poderia fazer para o pessoal do Taekwondo,para eles poderem levar o nome da cidade para fora não e só no rodeio que se e campeão.Alias parabéns ao nosso Cowboy que com muita honra leva o nome de nossa cidade internacionalmente.
Vamos D.Janete vamos Sr. Paiotti,de uma ajuda que com certeza não vai faltar nos cofres da prefeitura uma contribuição para nossos esportistas ok.

Postar um comentário

PUBLICIDADE