Acusado de furtos é preso pela Polícia Civil

Delegacia de Pilar do Sul / Foto: Blog do Sérgio Santos.
O SIG (Setor de Investigações Gerais) da Polícia Civil de Pilar do Sul vem trabalhando incessantemente para esclarecer os casos de roubos, furtos, assaltos, latrocínios, homicídios e tráfico de drogas. Nos úlimos dias diversos casos foram esclarecidos e vários acusados foram identificados e presos.

Apesar de comemorar o bom desempenho da polícia, o investigar Alessandro Mendes, chefe do SIG, informou que o trabalho não para e que toda a equipe do SIG está empenhada nas investigações e que outros casos deverão ser esclarecidos e os acusados indiciados e presos.

Como resultado de mais uma investigação bem sucedida, uma equipe do SIG, formada pelos investigadores José Aparecido e Reinaldo Fabri, prenderam na manhã desta terça-feira (25) Maicon dos Santos Pereira, 24 anos, acusado de praticar mais de 10 furtos na cidade.

Por causa da prática reiterada de crimes e com as investigações concluídas, o delegado Milton Andreoli representou pela prisão preventiva do acusado. O pedido foi acatado e a Justiça expediu um mandado de prisão contra Maicon Dos Santos Pereira, que foi preso em sua casa no Jardim Panorama.

Segundo a polícia, em companhia de dois comparsas, um deles menor de idade, Maicon participou dos furtos ao PAT, a Junta Militar, o DETRANPS, o bicicletário e uma residência no condomínio Portal do Lago.

Maicon e outros quatro acusados foram presos no dia 13 de novembro do ano passado, por furto e receptação (Leia aqui).

No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

1 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns a todos os trabalhadores que executam suas funções com afinco e determinação. No Brasil há uma inversão de valores enorme, existe tanta falta de caráter e "corpo mole", que quando alguém faz aquilo que lhe é pago para fazer, temos que parabenizá-lo, dessa forma teríamos que parabenizar o lixeiro, o coveiro, o carteiro, etc, por fazer aquilo que é sua função remunerada.

Postar um comentário

PUBLICIDADE