Mulher sofre violência doméstica e é esfaqueada pelo marido em Tapiraí

Uma mulher deu entrada na manhã deste sábado (08), por volta de 11h30, na Santa Casa de Tapiraí com ferimentos causados por golpes de faca. Segundo a vítima ela foi agredida e golpeada no tórax, rosto e mãos pelo próprio marido dentro da residência do casal, na rua Santa Catarina, Centro. Ensanguentada, ela conseguiu fugir e se abrigar na casa de um vizinho, que a socorreu ao hospital. Devido a gravidade dos ferimentos, a mulher foi transferida ao Hospital Regional de Sorocaba.

Inicialmente, o homem havia fugido e a ocorrência foi registrada na delegacia como tentativa de homicídio e violência doméstica. A faca utilizada no crime foi localizada em um terreno próximo ao local do crime.

Depois que a ocorrência havia sido encerrada, os PMs soldados Ferreira e Fischer receberam a informação que o homem estava em um bar no Bairro do Turvo, na zona rural de Tapiraí. Os policiais foram até o local e detiveram o acusado e o conduziram até a delegacia, mas o delegado Mário Luiz Oliveira Ayres entendeu que, como o boletim de ocorrência já havia sido encerrado, não havia mais a situação do flagrante e determinou a liberação do acusado.

O delegado informou que irá solIcitar à Justiça a prisão preventiva do acusado Jorge Ribeiro da Cruz (foto).

FOTO: CEDIDA PELA PM
No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

6 comentários:

Anônimo disse...

tomara que um delegado deste não venha trabalhar em pilar se não fudeu

Anônimo disse...

cada vez pior de delegado ( mas temos que parabenizar os policiais pelo bom serviço prestado que Deus os abençoe sempre)

Anônimo disse...

simplesmente absurdo...

Anônimo disse...

Recomendo a este delegado voltar a Academia de Polícia, refazer o curso e aprender o que é flagrante......

Anônimo disse...

essa e nossa lei ...o cara mata faz de tudo e nao vai preso

Anônimo disse...

é ta complicado , a lei Maria da Penha sem a ajuda do delegado

Postar um comentário

PUBLICIDADE