Cavalo morre em acidente na rodovia SP-264

FOTOS: SÉRGIO SANTOS / BSS.
Um cavalo morreu no início da noite desta quinta-feira (24) por volta de 18h20 em um acidente envolvendo um Ford Fiesta e uma Charrete no quilômetro 130,1 da rodovia Francisco José Ayub (SP-264) no bairro Ilha de Cima, na divisa de Pilar do Sul e Salto de Pirapora.

Dois estudantes universitários de São Miguel Arcanjo, que estavam no Ford Fiesta, não se feriram. Um homem e uma mulher que estavam na Charrete tiveram diversas escoriações e foram socorridos por uma ambulância à Santa Casa de Salto de Pirapora. Já o cavalo não resistiu aos ferimentos e morreu no local, antes de ser socorrido.

Os estudantes relataram que seguiam sentido Pilar/Salto de Pirapora quando repentinamente a Charrete invadiu a rodovia. Com o impacto o carro saiu da rodovia e foi parar dentro do mato, fora do acostamento. “O que nos salvou foram os airbags, que foram acionados”, disseram os estudantes.

A Polícia Rodoviária esteve no local e apurou que o casal que estava na Charrete são moradores daquela região. Eles seguiam por uma estrada de terra e iam atravessar para o outro lado da rodovia, mas não atentaram que vinha vindo um veículo, provocando a colisão.

O cavalo, o único ser irracional dos cinco envolvidos e vítima fatal no acidente, ficou desfalecido as margens da SP-264.

FOTOS: SÉRGIO SANTOS / BSS.

FOTOS: SÉRGIO SANTOS / BSS.

FOTOS: SÉRGIO SANTOS / BSS.

FOTOS: SÉRGIO SANTOS / BSS.

No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

13 comentários:

Anônimo disse...

Ja vi muitas vezes pessoas atravessarem aquele local com cavalo e eles nao tao nem ai se ta vindo carro ou nao Alem de colocar sua vida em risco colocam tambem a de um animal tao inocente como nesse caso

Deniz Cruz disse...

PENA DO CAVALO...

Moisés Sales disse...

Sergio, na quarta feira, vindo embora do trabalho, chegando em Salto de Pirapora, no inicio das obras de duplicação sentido Sorocaba, uma caminhão passou em alta velocidade e bem ali tem um morrinho causado pelo desnível do asfalto. Nisto algo de metal que estava em cima do caminhão se soltou e atingiu o meu carro, só tive tempo de desviar para que não batesse no para brisas, onde acabei passando por cima do objeto! Graças a Deus, nada aconteceu comigo! Mas o susto foi enorme! Estragou a frente do meu carro, o peito de ferro que protege o cárter do motor e uma outra proteção que tem em baixo do assoalho. . O motorista do caminhão nem deve ter notado o acontecido, mas o prejuízo ficou para mim! Esta duplicação ira trazer muitos benefícios para nós que trabalhamos em outras cidades. Viajo todos os dias de Pilar do Sul a Araçariguama (local de trabalho), vejo muitos acidentes e em sua maioria causadas por motoristas irresponsáveis. Na SP 264 isso acontece muito .. a pressa é inimiga da perfeição .. fazem ultrapassagem sem segurança, motoqueiros ultrapassam sem nenhuma noção de segurança, caminhoneiros fecham os veículos menores! Pedir para a empresa responsável pelas obras alguma solução não irá adiantar de nada, pelo menos é o que eu acredito!
Temos que dirigir por nós e pelos outros também!
É só DEUS na nossa vida!

le disse...

Deus é Grande.....Beijos Dayane e Nardo.....

Nayara Colucci disse...

olha eu conheço o casal que estava com a charrete e eles contaram outra historia.. passou um caminhao e assustou a mula.... assim perderam o controle do animal..... entao antes de dar uma noticia dessa deveria averiguar os dois lados da historia

Sergio Santos disse...

Onde esta o "erro" na noticia, Nayara? Foi o que se apurou no local, contado por testemunhas e pelos estudantes que estavam no veiculo... O casal estava no hospital.

Anônimo disse...

Outro dia tinha um I30 prata com placas de Pilar fazendo ultrapassagens e andando em altíssima velocidade, inclusive nos trechos em Obras.

Anônimo disse...

É andar de charrete a noite fica difícil a visualização..mais agora é tarde pra lamentar o acontecido sorte que ninguém se machucou, tirando o cavalo

Anônimo disse...

Tem que ver o lado do povo tmbm, que não tem uma passarela para passar e nem acostamento, e os motoristas andam que nem louco numa rodovia que não existe radar e nem policia rodoviária, só Deus para olhar.

Nayara Colucci disse...

Então meu querido certas coisas vc tem q apurar os dois lados da história antes de dar uma notícia e sim estavam no hospital ... só q no mesmo dia eles saíram o homem livre tirou a clavícula do lugar e a mulher só arranhões

Sergio Santos disse...

Repito a pergunta: Onde esta o "erro" na noticia?

A noticia esta com os dados colhidos no local. Como o casal estava hospitalizados o depoimenro deles é colhido depois pela policia (e não por mim).

O que voce disse (que um caminhão assustou o cavalo) apenas acrescentou mais dados a noticia.

Anônimo disse...

em primeiro lugar rodovia não é feita para cavalo e sim para carros, concordo que o animal deve ter assustado um animal assustado ninguém segura , por isso não se deve andar com este tipo de condução em lugar assim,graças a deus que não foi pior e os prejuízo quem que vai pagar, os estudantes por estarem errado por estar dirigindo em uma rodovia.
mas tem que ficar todos contentes por estarem vivos,lamento pelo cavalo o único inocente.

Anônimo disse...

Que deus abençoe o casau ?

Postar um comentário

PUBLICIDADE