Bandidos agem novamente e levam mais de R$ 17 mil em jóias de casa no Marajoara

Foto: Sérgio Santos / BSS.
A polícia está investigando uma série de furtos à residências que vem ocorrendo nos últimos dias em Pilar do Sul. E nesta quarta-feira (04) aconteceu mais um caso, é o quarto em apenas oito dias, dessa vez no Jardim Marajoara.

Segundo o boletim de ocorrência, a vítima, uma comerciante de 31 anos, saiu para o trabalho por volta de 7h e pouco depois, as 9h, uma vizinha ligou lhe informando que tinha um televisor no quintal dela. A vítima foi para casa e lá chegando a encontrou arrombada e toda revirada.

Os bandidos furtaram um vídeo game Playstation II e diversas jóias avaliadas em R$ 17 mil.

Outros casos

Para a polícia, o modo de agir dos bandidos é praticamente o mesmo e acredita que se trata de uma quadrilha especializada nesse tipo de crime.

Todos os casos ocorreram durante o dia. Eles se aproveitam que não tem ninguém em casa, arrombam e as invadem, depois escolhem os objetos que mais lhe interessam e fogem.

O primeiro caso ocorreu na tarde do dia 28 de maio no Jardim Esperança. Os bandidos invadiram uma residência e furtaram um veículo VW Parati, ano 99, cor prata, placas CRG 0880 de Pilar do Sul, um televisor e um notebook.

Na segunda-feira (02), a vítima foi uma professora no Jardim Campestre I. Ela saiu para trabalhar e quando voltou encontrou sua casa arrombada. Os bandidos furtaram vários objetos, entre eles dois televisores, um notebook, um celular Samsung e jóias, avaliadas em mais de R$ 15 mil.

Ontem (03) o ataque dos ladrões foi no Jardim Ayub. Eles invadiram uma residência e de lá levaram algumas jóias, uma filmadora Sony, duas máquinas de cortar cabelos e um talão de cheques do Banco do Brasil. Uma TV foi abandonada no quintal.

Investigação

Alessandro Mendes, investigador-chefe da Delegacia de Polícia de Pilar do Sul, informou que a polícia já tem algumas pistas e suspeitos e, além disso, está analisando imagens de câmeras de monitoramento da região onde ocorreram os furtos e espera identificar e prender os responsáveis o mais rápido possível.

Mas, para que a polícia tenha êxito e consiga identificar e prender os ladrões, Mendes reafirma que é necessária a colaboração da população, denunciando os criminosos e elementos em atitudes suspeitas.

Qualquer informação que ajude localizar os bens e identificar os bandidos podem ser fornecidas a Polícia Militar, pelo telefone de emergência 190, à Polícia Civil, pelo telefone 197, e ao Disque Denúncia, telefone 181. A ligação é gratuita. Não é necessário se identificar e o anonimato do denunciante será preservado.
No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

PUBLICIDADE