Comércio na Nova Pilar também é alvo de furto

Um estabelecimento comercial na avenida Antonio Lacerda no jardim Nova Pilar, zona oeste da cidade, também foi alvo dos bandidos na madrugada da última segunda-feira (02).

A vítima, um comerciante de 51 anos, disse à policia que chegou ao estabelecimento (bar e casa do norte) por volta de 6h30 e encontrou a porta da frente arrombada e tudo revirado.

Segundo a vítima, foram furtados 10 garrafas de uísque, 10 fardos de cerveja Brahma lata, 1 pacote de cigarro Hollywood, uma TV Samsung, de 40 polegadas, um aparelho de DVD player e seis potes de doce “Cocada do Braz”.

Mas, não satisfeitos em apenar furtar, antes de fugir, os bandidos destruíram um aparelho de som 3x1 e um circulador de ar.

A ocorrência foi registrada na Delegacia de Polícia, que vai investigar o caso.

Onda de furtos

Este é o quinto caso de furto registrado pela polícia em pouco mais de uma semana. Além do bar, quatro residências, em bairros distintos, também foram invadidas e furtadas.

O SIG (Setor de Investigações Gerais) da Polícia Civil informou que já tem pistas dos suspeitos e que está analisando imagens de câmeras de vídeo de monitoramento da região, onde ocorreram os crimes, para tentar identificar os ladrões.

Qualquer informação que ajude localizar os bens e identificar os bandidos podem ser fornecidas a Polícia Militar, pelo telefone de emergência 190, à Polícia Civil, pelo telefone 197, e ao Disque Denúncia, telefone 181. A ligação é gratuita. Não é necessário se identificar e o anonimato do denunciante será preservado.

RECEPTAÇÃO É CRIME

Diante dessa onde de furtos, um fato é certo: se tem ladrão furtando, é porque tem pessoas comprando.

Mas, quem compra objetos furtados comete o crime de receptação (art. 180 do Código Penal), cuja pena pode chegar até 8 anos de prisão e multa.

Incorre na mesma pena quem compra o objeto furtado, ou roubado, mesmo que de boa fé, sem saber, uma vez que deve averiguar a procedência dos objetos antes de adquiri-los.

NOTA DA REDAÇÃO: Se você for preso por receptação não venha reclamar depois porque o seu nome e sua foto foram publicadas na página policial do Blog do Sérgio Santos.

“Não quer ser notícia, não se envolva com a polícia”.
No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

3 comentários:

Anônimo disse...

Sérgio sua nota da redação foi demais. Rir pra não chorar, tem bandido que vem reclamar ainda aqui? falar o que!?

Sergio Santos disse...

Sim... De repente o sujeito é gente boa, é trabalhador, mas acaba comprando alguma coisa, que depois se descobre, que é roubado... vai preso em flagrante e depois quer ficar bravo comigo proque foi exposto na página policial... é só ficar esperto e desconfiar quando alguém lhe oferecer alguma coisa muito abaixo do preço... ou então quando não se sabe a procedência... ou o vendedor é desconhecido... em qualquer compra, exija a nota fiscal, ou recibo.

Anônimo disse...

Sérgio, discordo com vc em relação a nota fiscal e recibo, no entanto, é salutar esclarecer para esses espertinho que compram coisas roubadas/furtadas que não adianta chorar, esbravejar, ou se fazer de santinho dizendo que não sabia a procedência. É verdade, muitas vezes a procedência é desconhecida, MAS DUAS COISAS: 1a. QUEM TA VENDENDO PRA VC, É PESSOA HONESTA? 2a., QUANDO COMPRAMOS ALGO DE BOA PROCEDÊNCIA O VALOR DA COMPRA É QUASE QUE IGUAL ao valor do produto novo. Entaum meus amigos receptadores, não chorem quando a polícia os pegar e vcs alegarem que compraram um televisor 32" por 100 reais e ficarem chorando dizendo que não sabia da procedência, POIS SABIA SIM!! portanto, responderá pelo crime. Tá dito.

Postar um comentário

PUBLICIDADE