Acidente com carreta de Pilar do Sul mata caminhoneiro em Minas Gerais

PUBLICADO AS 9h18 - ATUALIZADO AS 12h46
Foto: Reprodução / Diário do Triângulo.
Do Diário do Triângulo - Um caminhoneiro morreu em um acidente envolvendo uma carreta com placas de Pilar do Sul na tarde deste domingo (29) na rodovia MG-497, sentido Honorópolis à Campina Verde, em Minas Gerais.

Ricardo Oliveira Torres, 41 anos, natural de Corumbá-MS, ficou preso nas ferragens e morreu no local.

Ele conduzia uma carreta bi-trem Volvo, branca, placa EVO 2170/Pilar do Sul, ano 2012, quando na altura do km 190, por motivos ainda desconhecidos, veio a tombar.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária a carreta estava carregada com cigarros de diversas marcas e sem origem, o que leva a crer, que se trata de contrabando ou descaminho.

Todo material apreendido, cigarros e o semirreboque, foram encaminhados para o pátio credenciado do DETRAN de Campina Verde-MG. Após conferência de todo material, os procedimentos subsequentes ficarão a cargo da Polícia Federal de Uberaba-MG.

O Blog do Sérgio Santos apurou que a carreta está em nome da empresa Irmãos Carvalho Transportes, de Pilar do Sul. (Fonte: Diário do Triângulo).


BLOG DO SÉRGIO SANTOS - Nossa redação foi procurada pela direção da empresa Irmãos Carvalho Transportes que informou que o caminhão envolvido no acidente no domingo (29) em Campina Verde-MG (leia aqui) não é da Transcarvalho e que o mesmo se encontra estacionado, carregado de madeira, no pátio da empresa em Pilar do Sul

Nossa reportagem foi até a sede da empresa e constatou a veracidade da informação.

José Paulino de Carvalho, um dos diretores da empresa, disse que ficou surpreso com a notícia do acidente, que ficou sabendo pelo Blog do Sérgio Santos, e que a Transcarvalho já está tomando as medidas judiciais cabíveis para desfazer o mal entendido, ou contra o que pode ser uma falsificação, um clone do seu veículo.

Em contato com a Polícia Rodoviária Federal, de Uberaba, e com a Polícia Civil de Campina Verde, a direção da Transcarvalho foi informada que de fato a placa do veículo acidentado é EVO 2170, a mesma do caminhão da Transcarvalho.

Mas apesar das placas serem idênticas, as características dos veículos são diferentes. A da Transcarvalho é um cavalo mecânico, adesivado com as inscrições da empresa. Além disso, as carretas são diferentes. Enquanto a da Transcarvalho é um tri-trem florestal, a do acidente é um graneleiro de três eixos.
No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

6 comentários:

Anônimo disse...

Sérgio não acho legal colocar os dados do documento do motorista, pq não coloca só a foto?

Anônimo disse...

Tá loucão, essa placa é do caminhão que eu trabalho na madeira. Acabei de chegar de viagem e o caminhão está na garagem.

Deve ser dubelazão.

Sergio Santos disse...

Você tem toda a razão, Anônimo. Não deveria colocar os dados.

Atenção: Caminhão é double (clone). Já, já a informação completa.

Anônimo disse...

O motorista as vezes nem sabe o que é realmente a carga pois confia na nota fiscal (falsa com certeza). Tem cargas que o motoristas não coloca a mão para carregar ou descarregar e em algumas empresas o caminhão é pego já carregado.

Anônimo disse...

Mas eu não vi dados do motorista apenas o nome e a placa do caminhão ..

Sergio Santos disse...

Eu tinha publicado, Anônimo, a foto da CNH do motorista, mas retirei acatando a sugestão do Ombusdman do Blog: O LEITOR.

Postar um comentário

PUBLICIDADE