Pilar do Sul tem 1.715 empresas, 651 empreendedores individuais e 268 autônomos

Zona Industrial de Pilar do Sul / Foto: Sérgio Santos.
Você sabe quantas empresas existem em Pilar do Sul? O Blog do Sérgio Santos foi atrás dessa informação e descobriu um número impressionante. O município conta com um total de 2.634 empresas, entre empresas tradicionais, autônomos e microempreendedores individuais. 

Para conseguir os dados e traze-los em exclusiva primeira mão, realizamos pesquisas junto ao Setor Tributário da Prefeitura de Pilar do Sul, na Junta Comercial do estado de SP (Jucesp) e no Portal do Empreendedor, do Governo Federal.

Segundo o levantamento, o município conta com 1.715 empresas, as tradicionais com CNPJ, inscrição estadual e/ou municipal; 268 autônomos (profissionais liberais e prestadores de serviços), que conta apenas com inscrição municipal na prefeitura (sem CNPJ); e com 651 Micros Empreendedores Individual, as chamadas MEIs.

A MEI é uma modalidade de pequena empresa, com faturamento máximo anual de até R$ 60 mil e apenas um funcionário. A MEI conta com inscrição no CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas) e pode emitir nota fiscal de prestação de serviços, de comércio ou indústria.

Segundo a Jucesp existem em Pilar do Sul 2.366 empresas, incluídas as MEIs, assim divididas: 204 grandes empresas; 2.064 microempresas (ME); e 96 empresas de pequeno porte (EPP), além de 7 cooperativas.

Segundo o Portal do Empreendedor, Pilar do Sul conta com 651 MEIs, em diversas categorias e ramos de atividade, desde um prestador de serviços domésticos até taxista, professor, eletricista, encanador, pedreiro, cabeleireiro, vendedor, etc. As atividades de MEIs com maior incidência no município são:
- 64 comércios varejistas diversos;
- 61 mecânicas, funilarias, pinturas, lavagens, borracharias, comércios e instalações de acessórios para veículos;
- 49 cabeleireiros, manicures e pedicures;
- 48 professores e instrutores;
- 44 lojas de roupas e acessórios;
- 41 taxistas e fretistas (carga e passageiros);
- 40 pedreiros;
- 34 minimercados, padarias, açougue e adegas;
- 31 bares.
- 30 lanchonetes;
- 18 prestadores de serviços de instalação e manutenção em obras (elétrica, hidráulica, pintura, ar condicionado, etc);

Estes dados demonstram que a economia do município, antes eminentemente agrícola e pecuária, se diversificou nos últimos anos e conta hoje com a força de comércios, indústrias e de setores de prestação de serviços, nas mais variadas áreas de atuação.

De acordo com reportagem feita pelo radialista e jornalista Sérgio Santos, para a extinta Rádio Clube FM, no ano de 1999 existiam em Pilar do Sul cerca de 430 empresas. Em 15 anos o setor cresceu mais de 500%, alcançando um total de 2.634 empresas.

Esse crescimento resulta, além de geração de empregos e renda de empresários e funcionários, em maior arrecadação de impostos sobre serviços (ISS) pela Prefeitura Municipal de Pilar do Sul.

Segundo dados disponíveis no site do Tribunal de Contas (TCE) em 2002 a Prefeitura arrecadou R$ 243.593,46 em ISS (Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza). Em 2012 a arrecadação foi 1.239.199,46. Um crescimento de mais de 400% em 10 anos. Os dados relativos a arrecadação de ISS nos anos 2013 e 2014 ainda não estão disponíveis no portal do TCE.


Industria de caixas e paletes de madeira / Foto: Sérgio Santos.
Zona Industrial de Pilar do Sul / Foto: Sérgio Santos.
Av. Miguel Petrere é a via com maior concetração de empresas / Foto: Sérgio Santos.
Zona Industrial de Pilar do Sul / Foto: Sérgio Santos.
Comércio na área central da cidade / Foto: Sérgio Santos.
Comércio na área central da cidade / Foto: Sérgio Santos.
No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

5 comentários:

Anônimo disse...

BOM DIA CARO SERGIO, MUITO BOM SEU TRABALHO, TENHO UMA EMPRESA A MAIS DE 2 ANOS EM PILAR DO SUL, ENVIO MEUS PRODUTOS PARA TODO O BRASIL - USA - ITÁLIA - MÉXICO ETC... TENHO UM PROJETO NA GAVETA DE CONTRATAÇÃO DE MAIS DE 1OO FUNCIONÁRIOS E TAMBÉM FAZER UM GALPÃO CONSIDERÁVEL , ( GERAR EMPREGO PARA PILAR) ESTOU NA FILA DA DOAÇÃO DE UM LOTE PARA CONSTRUIR NA ÁREA INDUSTRIAL, FICO SOMENTE NAS PROMESSAS DO PESSOAL DA PREFEITURA VAI SAIR ...VAI SAIR ... VAI SAIR.... E SAI MESMO PARA ALGUMAS PESSOAS NAO SEI PORQUE, SAIU MESMO, PARA QUEM TEM 2 A 3 FUNCIONÁRIOS, CONVERSEI ALGUNS DELES, E O MESMO EM UMA CONVERSA INFORMAL, COMENTOU QUE ELE VAI SO ADIAR A CONSTRUÇÃO E QUANDO A PREFEITURA QUERER O LOTE DE VOLTA, AI SIM VAI FAZER O ALICERCE,,, SEM MAIS SOMENTE UM DESABAFO..... E CONTINUE SEMPRE FAZENDO ESTE BOM TRABALHO...

jose carlos Cardoso disse...

Taí uma boa reportagem para você sergio e quem sabe até levantar estes fatos o porque isso acontece, são 100 empregos que poderiam ser gerados na cidade e infelizmente estão parados

Anônimo disse...

olá sergio santos ,estou fazendo um trabalho de escola , com base nesses dados que voce coletou,gostaria de saber qual fonte de dados vc usou para fazer..obrigada desde jjá..

Sergio Santos disse...

Olá Anônimo, tudo bem?

Fonte dos dados: Setor Tributário da Prefeitura de Pilar do Sul; Junta Comercial do estado de SP (Jucesp) e Portal do Empreendedor, do Governo Federal.

Qualquer dúvida, ou para outras informações, me envie um e-mail: blogdosergiosantos@hotmail.com

Anônimo disse...

muito obrigado pela ajuda.

Postar um comentário

PUBLICIDADE