Futsal: Supermercado Rugine/Silvano Futsal é campeão do Cruzeirão

O time é uma parceria do empresário pilarense Bruno Rugine e o vereador Silvano, de Sorocaba. O pivô pilarense Paulinho é um dos jogadores da equipe.

FOTO: EMÍDIO MARQUES / JORNAL CRUZEIRO DO SUL.
CRUZEIRO DO SUL - O Supermercado Rugine/Silvano Futsal conquistou na sexta-feira (15) à noite o título da categoria Principal do 56º Torneio Aberto de Futsal Cruzeiro do Sul, o Cruzeirão 2015.

Na final, disputada no Ginásio Municipal Gualberto Moreira, em Sorocaba, a equipe derrotou o Ressaka Futsal/Rodrigão Futsal por 3 a 2.

Foi um jogo de dois tempos distintos. Enquanto o Ressaka dominou a primeira etapa, teve mais volume de jogo e foi para os vestiários vencendo por 1 a 0, o Rugine mudou totalmente de postura depois do intervalo e conseguiu a virada e a vitória, que fez vibrar a maior parte da torcida presente no ginásio.

Aproveitando uma falha da zaga, Pescoço roubou bola próximo à área e chutou para fazer 1 a 0 para o Ressaka, aos 6 minutos. Melhor em quadra, o time quase não sofreu perigo, mas seu ataque desperdiçou chances que custariam caro. Méritos também para o goleiro Pedro Luiz, autor de grandes defesas.

A reação do Rugine começou aos 3" da segunda etapa. Tiago chutou forte e Jeferson, próximo ao gol, desviou levemente, mas o suficiente para a bola entrar. A virada viria aos 8", quando começou a aparecer aquele que seria o principal nome da partida: Diego. Numa jogada de habilidade individual, ele chutou de fora da área e marcou o segundo.

A vitória do Rugine pareceu ainda mais perto instantes depois, quando o Ressaka atingiu sua quinta falta. E foi exatamente a partir de um tiro livro direto, gerado pela sexta falta, aos 13 minutos, que nasceu o terceiro gol da equipe campeã. Diego cobrou e o goleiro Filó defendeu duas vezes (na falta e no rebote), a segunda mandando para escanteio. Rodolfo cobrou no primeiro pau e o próprio Diego desviou para dentro. "Fui com muita sede para o escanteio, principalmente por ter desperdiçado o tiro livre", contou o jogador.

A festa parecia completa. Tanto que, a um minuto do fim, a torcida soltou o grito de "é campeão". A comemoração foi abafada pelo gol de Pescoço, que fez o segundo do Ressaka quando restavam 17 segundos. Mas, mesmo com a emoção extra nos instantes finais, o Rugine segurou a pressão e comemorou sua primeira conquista no mais tradicional torneio de futsal de Sorocaba e região. (Colaborou Fernando Guimarães)


No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

PUBLICIDADE