Caminhão evita acidente e fica pendurado na ponte estreita do rio Pinhal


Fotos: Sérgio Santos.
Ao evitar uma colisão na manhã desta sexta-feira (26), um motorista desviou o caminhão e acabou pendurado em cima da guarda da ponte estreita sobre o Rio Pinhal, na estrada vicinal José de Almeida Rosa (SPV-093) no Bairro do Pinhalzinho.

O motorista disse que vinha outro caminhão no sentido contrário e os dois entraram juntos na ponte, que é estreita e só passa um veículo de cada vez.  Instintivamente, ele desviou para evitar a colisão frontal e acabou subindo na guarda da ponte.

O motorista que tem 78 anos, experiente, disse que já conhece o trecho, por isso vinha devagar. “Se eu viesse correndo tinha caído no rio”, disse. “Nasci de novo”, comemorou.

O outro motorista evadiu-se do local.









"Nasci de novo", disse o motorista de 78 anos / Fotos: Sergio Santos.

Compartilhar no Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. Editor responsável pelo Blog do Sérgio Santos. Registro de Jornalista MTB 51.754 / SP.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

7 comentários:

  1. E mais facio fazer um portal que tem mais aparência pista de caminhada

    ResponderExcluir
  2. Já passou da hora de arrumar essa ponte

    ResponderExcluir
  3. Coloca duas lombadas que resolve.

    ResponderExcluir
  4. Engraçado, 78 anos, com experiência, conhece a ponte, vinha devagar e faz uma cagada dessas?? N amigo, vc n vinha devagar, se viesse n tinha acontecido....ali realmente é perigoso, mas se tomar cuidado, passa sem problema nenhum. Agora, q em pleno século 21 ainda existem essas porcaria d ponte estreita!!! Prefeita, tem serviço.

    ResponderExcluir
  5. Concordo plenamente com o anônimo da 10:37.

    ResponderExcluir
  6. Embaixo se escreve juntos e em cima separados. Obrigado!

    ResponderExcluir
  7. Tem gente tao idiota que ao invés de se preocupar com a cidade se preocupa com erro de português em um comentário. Amigo ou amiga, ta perdendo seu foco, seja um cidadão melhor nessa cidade e ajude essas reclamações chegarem ate a prefeita.

    ResponderExcluir