Santa Casa emite nota de esclarecimento a população

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Associação da Santa Casa de Misericórdia de Pilar do Sul vêm a público, esclarecer as notícias veiculadas pelas redes sociais sobre uma Ação de Execução movida pelo Ministério Público Estadual frente à Santa Casa, cobrando o valor de R$ 4.742.000,00, pelo que segue:

1. A Santa Casa firmou junto ao Ministério Público um Termo de Ajustamento de Condutas visando à melhoria do atendimento e aperfeiçoamento nos procedimentos de controle de infecção hospitalar dentro do hospital;

2. Tal acordo era composto de 21 itens, em que 20 foram imediatamente cumpridos e o último que necessitava de muito dinheiro (reforma no Centro Cirúrgico) foi adiado, indo a Santa Casa pedir verbas nas esferas governamentais para poder cumprir;

3. Tal adiamento foi comunicado ao Ministério Público, que sempre manteve com a Santa Casa um diálogo sobre o assunto;

4. Após inúmeras tentativas e sem o recebimento da verba, a Santa Casa, conseguiu junto ao seu corpo técnico, uma solução para a última exigência do referido acordo, considerando que o TAC se encontra cumprido;

5. O Ministério Público exercendo suas funções resolveu impetrar com a execução, porém a Santa Casa irá demostrar que cumpriu integralmente com o acordado;

6. Continuaremos atendendo a população com a maior dedicação e presteza como fazemos há mais de 20 anos e iremos nos defender até as últimas consequências, para que a população possa continuar a ter sempre este hospital como parceiro para cuidar dos seus problemas de saúde.

DIRETORIA EXECUTIVA

Associação da Santa Casa de Misericórdia de Pilar do Sul

Santa Casa Pilar do Sul / Foto: Sérgio Santos.

No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

3 comentários:

Anônimo disse...

Não seria melhor o ministério publico brigar em favor da santa casa multando sim os que detem as verbas e não as liberam para onde realmente nessecita. Se alguém cumpriu ou deixou de cumprir algo deve sim ser cobrado mas descapitalizar a entidade com um valor absurdo desse, é punir não a mesma mas sim a população que tanto depende. Um pouco de bom senso e sensibilidade não faz mal a ninguém.

Anônimo disse...

Ministério público defende os interesses da população. Quem já usou a santa casa e não tem parentes por la. Sabe que o atendimento deixa muito a desejar. Sem falar nos equipamentos que tem e não tem quem os operem, cobram alguns serviços. Médicos de fora atendem bem.mas se pegar os pioneiros da Cidade.minha nossa

Anônimo disse...

oi,o atendimento deixa a desejar procure hospitais da regiao,e sabera agradecer pelo nossos serviços,e por favor cite os equipamentos que tem e nao esta funcionando,desconheço ,ou nao existem o nao foram montados ainda,porque fique sabendo todos so funcionarios passam po treinamentos,os serviços cobrados sao mais que justo vcs passam em cunsultas particulares,e querem realizar os procedimnetos pelo sus injusto se paga no consultorio tem pagar tambem na santa casa,se informe melhor e assim em todos os lugares ,ninguem que faça cunsulta particular,recebe remedios de graça ou realizam os procedimentos sus.desconheço quanto ao medico e de gosto de cada um mesmo porque quem esta realmente precisando nao escolhe atendimento.

Postar um comentário

PUBLICIDADE