Pedestre é atropelado por taxista na Papa João XXIII

Motociclista ferido em acidente no dia 23 / Foto: Miguel Xisto.
Um homem de 56 anos foi atropelado por um taxi no início da noite desta sexta-feira (24) na altura do número 601 da avenida Papa João XXII no bairro Campo Grande.

Com várias escoriações na região lombar, Brasílio de Proença Filho foi socorrido por uma ambulância e, por causa dos ferimentos, ficou internado na Santa Casa e não pôde dar a sua versão do acidente.

O taxista, de 59 anos, disse que trafegava sentido bairro-centro quando de repente o pedestre saiu do canteiro e invadiu a pista, não dando tempo suficiente de evitar o atropelamento.

A Polícia Militar, que atendeu a ocorrência, percebeu que a vítima exalava forte odor etílico e que, pouco antes de ser atropelado, bebia em bar nas proximidades.

Motociclista ferido em outro acidente
Em outro acidente ocorrido na tarde de quinta-feira (23) praticamente no mesmo lugar, um motociclista ficou ferido em uma colisão enlvolvendo uma motocicleta e um automóvel.

Com escoriações leves, a vítima foi socorrida por uma ambulância à Santa Casa onde, após ser medicada, foi liberada.
No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

4 comentários:

Renato disse...

Em se falar de transito, estamos com as luzes queimadas da rotatória na entrada da cidade com chegada de Sorocaba, e mais grave ainda que não exites sinalização alguma, para nós moradores já é comum a desaceleração pois conhecemos bem o trecho , e para que vem de fora , será que tem que acontecer algo grave para uma medida. fica o alerta.

Anônimo disse...

Sem comentário!!!!

Anônimo disse...

Infelizmente vcs percebem que as gravidades nessa avenida são causada na maioria qdo se trata se motoqueiro, esses minorias, sem noção do perigo usam suas motos pensando neles próprios, e impondo o perigo geral, e nós bons condutores, responsáveis temos que sempre dirigir por nos e por esses irresponsáveis, bando de sem carater, e se forem puxar o documentos da moto desses cada a maioria ta atrasado, com multas, e ainda financiamento atrasado....

Anônimo disse...

Não se pode generalizar falando de motoqueiros, e deve se saber diferenciar motoqueiros de motociclistas.
Pois assim gera um preconceito com qualquer motociclista que seja.

Postar um comentário

PUBLICIDADE