Base do SAMU 192 atende em novo endereço em Pilar do Sul

Base do SAMU agora na antiga farmácia / Foto: Sergio Santos.
A base do SAMU – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, foi mudada da Santa Casa para o Centro de Saúde Terezinha de Moraes Arsilla, no bairro Campo Grande, local onde anteriormente funcionava a farmácia municipal.

A mudança foi necessária, explica Dalton Pagianotto, secretário de saúde, para adequar a estrutura quanto a acomodações dos socorristas, bem como de manuseio, higienização e limpeza dos instrumentos e equipamentos utilizados nos resgates e socorros.

O local na Santa Casa dispunha apenas de um quarto e um único banheiro, que era compartilhado por funcionários masculino e feminino.

“Percebemos a necessidade de um espaço físico maior para um melhor funcionamento do SAMU. O novo espaço proporciona mais conforto e privacidade para os funcionários, bem como o manuseio correto dos materiais utilizados”, disse Pagianotto.

O novo local conta com uma sala de estar, copa/cozinha, banheiros masculino e feminino, dependências para repouso da equipe de atendimento (masculino e feminino, separados), central de distribuição de materiais e medicamentos, área de higienização e estacionamento de viaturas e sala de limpeza, desinfecção e de preparo de materiais.

Em 2014, o SAMU fez 525 atendimentos em Pilar do Sul. No promeiro semestre de 2015 já foram feitos 285 atendimentos.

Governo Federal repassa R$ 157.500 para manutenção do SAMU

O SAMU – Serviço de Atendimento Médico de Urgência, é um programa do Governo Federal e tem como finalidade prestar socorro, através de unidade móvel, à população em casos de urgência e emergência, oferecendo atendimento em residências, locais de trabalho e vias públicas.

O SAMU foi instituído em Pilar do Sul em 02 de março de 2012 (aqui), através de uma parceria do governo federal e a prefeitura. Além de doar a ambulância, o governo federal repassa para a Prefeitura R$ 13.125 por mês para manter o serviço. Em 2014 foram repassados R$ 157.000,00.

Segundo a prefeitura, o custo total mensal do SAMU é de cerca de R$ 34 mil, com recursos humanos, combustíveis, insumos e medicamentos. Destes, R$ 13 mil é bancado pelo Governo Federal e o restantes, R$ 21 mil, pela prefeitura.

O SAMU poderá ser acionado pelo telefone 192 em ocorrência de problemas cardiorrespiratórios, de intoxicação exógena, em caso de queimaduras graves, em trabalhos de parto onde haja risco de morte da mãe ou do feto, em casos de tentativas de suicídio, em crises hipertensivas, quando houver acidentes/traumas com vítimas, em casos de afogamentos, em casos de choque elétrico, em acidentes com produtos perigosos, na transferência inter-hospitalar de doentes com risco de morte.
A base do SAMU 192 foi mudada para o anexo ao Centro de Saúde no Campo Grande / Foto: Sergio Santos.

No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

1 comentários:

joabe Pereira disse...

os curso do craas vai fechar,pois falaram para nós q é por falta de verba,estou muito triste

Postar um comentário

PUBLICIDADE