Com chuvas, cratera aumenta e põe em perigo quem transita pela SP-264

A erosão está próximo a faixa de rolamento / Foto: Sergio Santos.
Com as intensas chuvas dos últimos dias, a cratera aberta no km 137,4 da rodovia Francisco José Ayub (SP-264), no Jardim Panorama, aumentou e o risco de acidente e de uma tragédia, também.

Desde o final do ano passado, a erosão está consumindo o acostamento no sentido Pilar do Sul à Salto de Pirapora e, em menor intensidade, a terceira faixa do sentido contrário. Reportagens das TVs Tem e Record já denunciaram o problema.

No início do mês de agosto, à TV Tem, o Departamento de Estradas e Rodagem (DER) informou que estava realizando estudos para executar a recomposição do aterro e a restauração do pavimento daquele trecho e que o orçamento inicial previa um investimento de R$ 434 mil, mas não informou prazo de início e conclusão das obras.

Prefeitura cobrou o DER

O secretário de gabinete, Beto Jordão, informou que a Prefeitura de Pilar do Sul comunicou o problema ao DER, por diversas vezes, através de ofício. O primeiro deles, o ofício nº 718/2014, foi protocolado no dia 09 de dezembro de 2014. Nele foi solicitado, em caráter de urgência, o reparo da erosão. Em outras oportunidades o pedido foi reiterado, como em 20 de julho de 2015, em ofício enviado diretamente ao governo do estado, à Secretaria de Logística e Transporte.

Como a estrada é estadual, a prefeitura não pode realizar a obra, uma vez que ela é de inteira jurisdição do DER. Com as chuvas dos últimos dias, e o aumento da cratera, a Prefeitura ampliou a sinalização no local, explicou Jordão.

Segundo Beto Jordão, na manhã de hoje (09), o engenheiro do DER, Wilson Roberto Arantes, da regional em Piedade, esteve no local avaliando a cratera e uma reunião seria agendada com Alfredo Moreira de Souza Neto, diretor regional do DER, em Itapetininga, para que fosse apressado o início da obra.

Motorista deve ter cuidado no trecho

A SP-264 é a principal via de acesso da região sudoeste do estado com a metrópole Sorocaba e a Capital e por ela trafegam veículos de passeio, ônibus e principalmente caminhões e carretas, muitos deles com carga pesada, como madeira de eucalipto.

A erosão engoliu o acostamento, na margem direita no sentido Pilar/Salto de Pirapora, e já está praticamente ao lado da faixa de rolamento. Se chover com a mesma intensidade dos últimos dias a cratera pode aumentar e engolir parte da pista. A orientação é que, enquanto o DER não realizar a obra, o motorista trafegue com a atenção redobrada no trecho.
A erosão já consumiu o acostamento e está muito próximo a faixa de rolamento / Fotos: Sergio Santos.







FOTOS: SÉRGIO SANTOS / BLOG DO SÉRGIO SANTOS.

No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

5 comentários:

Anônimo disse...

E d ficar indgnado porque sera q os poderosos q estao n poder esperam acontecer o pior p dai tomar providencias,talvez seja por q nao prescisam passar por ali... a vida e uma so... q eu saiba o dinheiro nao compra... tomem vergonha na cara e fazam alguma coisa antes q a conciencia d vcs "Senhores"pessem...nossos impostos estao sendo pago...nao esperem acontecer...devia ser interditado a pista inteira...o q vai adiantar essas bostas ai laranja so d Enfeite....

Jociel disse...

Pessoal, temos que entender uma coisa, se tivessem arrumado logo no começo, ja imaginaram o pouquinho que iam conseguir roubar? Então, o estudo que a DER estava fazendo para arrumar ai, era calculo de quanto ia conseguir se a cratera aumentasse, ja quanto as vidas que passam por ai, não estão nem ai, o importante é aumentar a conta bancaria.

Anônimo disse...

Falar o que né... eis a questão! Infelizmente vão esperar acontecer um triste acidente nessa rodovia para agirem, para criarem vergonha na cara e arrumar isso logo. Usam dinheiro com tanta merda, agora pra essa rodovia, onde muita gente passa todos os dias, seja para trabalhar, viajar e etc... Não fazem nada! Vão deixar até quando isso para tomar alguma providência? que palhaçada!!!

Anônimo disse...

Ahhhh claro! Sempre en casos assim, demoram meses para tomar as devidas providências. Porque será não é? talvez seja porque não precisam passar por essa rodovia, usar esse trajeto todos os dias. Como quem TRABALHA de verdade. Não como essas pessoas que dizem ter o tal "poder" e só saiem de casa pro trabalho pra esquentar banco, e pensar no próximo QUE NADA! Até algum parentesco tomar no... nessa rodovia!

Anônimo disse...

Bom dia a todos! Penso ser unânime o pensamento de que essa via é a principal da nossa cidade, que o problema é antiguíssimo, assim como a incompetência administrativa em geral. Acredito que a municipalidade deveria ficar mais em cima, se oficios não funcionam, que vá pessoalmente, que pressione, que participe da reunião altercada sem ser convidada, que leve a imprensa, que leve o povo, é assim que as coisas funcionam....infelizmente. Não deveriamos agir assim, esperar que o mal aconteça, na certeza que ele acontecerá e que poderia ser evitado. Outra coisa, 434$mil ??? rsrsrs, por menos da metade se faria obra que resolvesse o problema..... Imaginem quando tudo desabar (e não vai demorar), alguém morrer (ou vários), o transtorno de ficar sem essa rodovia por meses (ou anos).....enfim, pra segurar dois barranquinhos temos muito "chororô" e iriam 434mil, se desabar levarão anos e quantos milhões?????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
obs.: digo barranquinhos com convicção porque estamos falando do ESTADO de São Paulo, o mais rico do país, com apoio de uma prefeitura, a maior e mais forte "empresa" da cidade, seriam sim dois barrancões se fossem pra eu arrumá-los.

att. Rodrigo

(preocupado com o grande transtorno que isso está prestes a causar)

Postar um comentário

PUBLICIDADE