Sabesp explica reclamação de falta de água no Jardim Cananéia

Caminhões estão levando água para Cananéia/Foto: Sérgio Santos.
Alirio Ferreira Castro, morador do Jardim Cananéia, entrou em contato com a nossa redação para reclamar da Sabesp por causa da falta d’água nesse final de semana no bairro.

“Todo natal e final de ano eles nos deixam sem água. Estão ligando a água às 10h da manhã e já desligam às 13h. Antes alegavam que só tinha um poço agora tem três e continua sem água. O povo que tem chácara aqui e gera renda para a cidade, a maioria das vezes, tem que ir embora antes do tempo, pois não tem água”, desabafa.

Segundo Castro, o problema se concentra na Cananéia, já que um irmão seu reside no bairro Reunidas e lá não falta água. “Eu queria entender”, disse.

Nossa reportagem entrou em contato com José Vagner de Almeida Barros, gerente local da Sabesp, que informou que as bombas não são desligadas e que o problema é o aumento da população flutuante e, consequentemente, da demanda, que chega a triplicar nos períodos de feriados prolongados e, principalmente, no natal e réveillon.

Barros disse que a demanda para a Cananéia, Reunidas e Barra em dias normais é de cerca de 700 mil litros diários e que, nesse período, chega a quase 2 milhões de litros de água consumidos por dia naquela região.

“Do dia 23 ao dia 27 foram consumidos 7,6 milhões de litros de água potável da rede que vem do bairro Congonhas e mais 380 mil litros transportados com caminhão pipa da estação do centro”, disse.

Segundo Barros, no período de Natal, a Sabesp recebeu seis reclamações de falta d’água no dia 24 e outras quatro nos dias 25, 26 e 27 de consumidores que residem nas partes mais altas da Cananéia.

Ele explicou que no dia 23 entrou em funcionamento o terceiro poço artesiano no bairro Congonhas e a rede que transporta água de lá para as caixas d’água no Jardim Cananéia, mas que mesmo assim não deu conta da alta demanda.

Com relação a desligar a bomba, Barros disse que, nesse período, as três bombas funcionam ininterruptamente. “Nós desligamos apenas alguns trechos da rede, dentro da Cananéia, para que a água chegue aos pontos mais altos do bairro”, disse.

O gerente informou que dois caminhões pipas estão trabalhando desde o dia 23 e ficarão até a passagem do réveillon transportando água da ETA (Estação de Tratamento de Água) no centro da cidade para a Cananéia.

Um dado importante foi informado por Vagner Barros. Ele disse que existem 120 piscinas fixas naqueles bairros, mas que estas não representam exatamente um problema, porque geralmente a água é tratada e reutilizada. “O grande problema são as piscinas montadas, onde a água não é tratada e nem reutilizada. Chega no final do dia as pessoas as esvaziam e as enchem novamente com água da torneira, ou seja com água potável”.

E basta uma volta pelo bairro, e também na cidade, para comprovar que estas piscinas desmontáveis se tornaram uma mania e estão espalhadas pelas chácaras e casas, e aí não há água de que dê conta.

Reclamações e denúncias

Os telefones da Sabesp para reclamação, denúncias e informações são: (15)3278-1200 e 0800 055 0195.

Caso o cliente não ficar satisfeito com a solução e o atendimento da Sabesp, pode ligar para a Ouvidoria do órgão pelo telefone 0800 055 0565.

Se o município for regulado pela ARSESP - Agência Reguladora de Saneamento e Energia, como é o caso de Pilar do Sul, o cliente pode entrar em contato com o órgão, pelo telefone 0800 771 6883 ou pelo site www.arsesp.sp.gov.br, e denunciar qualquer irregularidade.

Estas e outras informações relacionadas ao serviço realizado pela Sabesp e a forma de cobrá-los estão contidas no verso da conta de água.
Dois caminhões pipa estão transportando água da ETA no centro para a Cananéia / Foto: Sérgio Santos.
No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

13 comentários:

Anônimo disse...

Economizam em sao paulo chegam aqui esbanjam sem responsabilidades...essa quantidade é absurda ...ta faltando conscientizacao do uso da agua...tao usando mais agua do que os pilarensesm..uso consciente é bom pra todos...

Anônimo disse...

Moro no centro da cidade proximo ao forum e acaba agua todos os dias, as vezes 2x no dia, sempre por volta das 14h. Gostaria que a empresa explicasse o motivo, e oi porque até hoje não foi arrumado o problema

Anônimo disse...

Vem de São Paulo esbanjando água.. achando que nunca acaba e esquecem que é o maior bem comum da Humanidade! Absurdo essa quantia gasta!

Anônimo disse...

Se não ta bom aqui que voltem la em são paulo... vem gastam gastam água e ainda falam mal de pilar... vem td rodando com a enchente achando que aqui ta assim tbm!

Anônimo disse...

para os criticos do pessoal de sao paulo, primeiro se sua cidade esta crescendo é graças ao pesoal de fora, pois emprego na cidade de pilar ta dificil, como a populaçao nao conseguiria gastar oque o pessoal de sao paulo gasta em poucos dias gerando renda a cidade. segundo deviam pensar que o bairro faz parte de pilar , logo deveriam querer o bem do mesmo, pois querem bem a cidade ou não? e além do mais é dever da sabesp fornecer a agua, independente das piscinas, pois a agua nao é de graça, todos pagam suas contas e inclusive os iptus na propria cidade pilar do sul. o imbessil, me desculpe a palavra que fala assim dos visitantes, esta jogando contra PILAR, pois nao quer o crescimento da cidade.

Anônimo disse...

Ficando sem agua quem sabe dao valor

Ivonealirio Ferreira disse...

Este além de não gostar de pilar se vê que ele também é ignorante mostra que fugiu da escola,mal informado,mais esperar o que de quem não estudou

Anônimo disse...

Prezado anônimo,
Em 1º lugar, Pilar do Sul não cresce somente por causa do pessoal de fora, quem é de fora contribui também, mas aqui tem muita, muita gente competente para trabalhar. Em 2º lugar, a Sabesp tem sim por obrigação fornecer água a população, mas não podemos esquecer que ela fornece, mas não fabrica água. E em 3º lugar imbecil é quem em pleno século XXI ainda não entendeu que a água é um recurso esgotável e "estudos sobre o sistema hídrico mundial são unânimes em indicar que, se a média de consumo global de água não diminuir no curto prazo, teremos problemas de escassez. O Brasil, que tem uma parcela significativa de água doce, também está ameaçado", como você pode constatar no site http://revistaescola.abril.com.br/ciencias/fundamentos/se-nao-cuidar-agua-ela-pode-acabar-potavel-recursos-naturais-586631.shtml.

Anônimo disse...

SEGUNDO EU SEI,CANANÉIA E REUNIDAS JUNTOS ,TEM MAIS DE 3000 LOTES .CONTANDO MAIS OU MENOS UNS 30% DELES COM RESIDENCIAS ,SERIA POR VOLTA DE 900 CASAS ,QUE NO FIM DE ANO E FERIADOS PROLONGADOS LOTA DE GENTE DE FORA .SE CONTAR 5 PESSOAS POR CASA SERIA AI EM TORNO DE 4500 PESSOAS A MAIS.CONTANDO QUE DESSA +- 900 CASAS ,30% TENHA PISCINA QUE SERIA ENTÃO 270 CASAS QUE COM CERTEZA TERIA QUE TER REPOSIÇÃO DE ÁGUA ,QUE A 1000 LITROS CADA UMA JÁ SERIA 270000 LITROS .QUE TENHA AÍ MAIS UMAS 200 PISCINAS MÓVEIS NUMA MÉDIA DE 3000 LITROS CADA JÁ SERIA MAIS 600000 LITROS .QUE CADA PESSOA DESTA CONSUMA UMA MEDIA DE 100 LITRO DE ÁGUA JÁ SERI MAIS 450000 MIL LITROS .SOMANDO TUDO 1320000 LITROS A MAIS POR DIA (SEGUNDO A SABESP 2000000 DE LITROS TOTAL POR DIA) .SE CONSIDERAR QUE UMA PESSOA CONSOME EM MÉDIA 100 LITROS POR DIA ,DARIA PRA MAIS DE 13000 PESSOAS ,OU SEJA ,QUASE A POPULAÇÃO DA CIDADE DE PILAR. JÁ VÍ ALGUMAS CHACARAS DA CANANÉA E REUNIDAS COM CAIXAS PARA COLETAR ÁGUA DA CHUVA ,QUE SERIA INTERESSANTE SE OUTRAS PESSOAS TAMBEM FIZESSEM ISSO E NÃO DEPENDESSEM UNICAMENTE DA ÁGUA DA SABESP .TEM GENTE AÍ FALANDO QUE VEM PRA PILAR E GASTA NO COMÉRCIO LOCAL,TRÁS BENEFICIOS PARA CIDADE .TUDO BEM ,MÁS QUANTAS VEZES POR ANO? TRÊS ,QUATRO , ??? AÍ SE ACHA NO DIREITO DE VIR E CUNSUMIR UM MONTE DE ÁGUA ?

Maita disse...

Quem vem de São Paulo contribui para a riqueza da cidade? Sim. Mas também trás os problemas que todo fluxo populacional trás. O trânsito piora, os alimentos inflacionam e a água fica escassa. Pilar não oferece um programa turístico adequado porque não possui infraestrutura para isso e tão pouco tem infraestrutura porque não gera tanta riqueza assim com a galera de fora, e esse ciclo repete-se. Falta investimento inteligente, rede diversificada capaz de atender demanda flutuante. Mas por outro lado, Pilar também contribui com a riqueza de São Paulo. Nosso IPVA tem repasse de 50% ao governo do estado, que financia grande parte das obras públicas da capital, especialmente o metrô, que tem toda sua malha dentro apenas da capital.
Vivemos em um mundo dinâmico. Todos geram riquezas para todos e todos perdem juntos quando não há equilíbrio econômico. O que deve prevalecer é o bom senso. Quando viajo, comporto-me exatamente da mesma forma com a qual comporto-me em casa. Isso é o que fica. Isso é educação. Mas o grande ponto que as pessoas parecem não entender é o que pagamos de fato, quanto serviço prestado pela Sabesp.

O acesso à água potável é um direito inalienável de todo cidadão e a Sabesp foi criada com esse intuito. Levar água às casas dos paulistas. Em tempos de vacas magras foi uma revolução. Tudo era muito difícil e ter uma empresa que cobrasse apenas pelo tratamento e envio da água é sensacional. Por tanto, pagamos pelo tratamento e fluxo contínuo da água e não pagamos pela água. Ela é nossa. Um direito de TODOS!
No entanto, quando foi dito que TODOS tem direito ao acesso à água potável, nunca foi pensado que as pessoas usariam para lavar calçadas ou acumular em piscinas de 10 mil litros. Não havia como prever isso. Mas o que deve prevalecer é a educação e o respeito ao próximo. Falta pensamento em profundidade a todos que enchem suas piscinas para diversão. É um pensamento simples. “Se todos encherem suas piscinas como eu, vai faltar água para alguém”.
É claro que há também outros fatores, como os banhos que tendem a ser mais demorados nesta época, as descargas contínuas e todas atividades domésticas potencializadas. Isso é fato. Se você em sua cidade grande não comete abusos com a água porque sabe que pagará a conta e quiçá entende seu valor como bem finito, também deveria poupar por aqui. Isso é respeito.

Anônimo disse...

A verdade é uma só, isso já é coisa antiga, não é só esse ano que esta acontecendo, sendo assim, já deveriam ter resolvido, outra, perguntar pro Vagner alguma coisa é o mesmo que falar com uma porta, nunca sabe alguma coisa, pelo tamanho de nossa cidade e pela capacidade hídrica é uma vergonha ainda faltar agua em época de feriados prolongados, quando uma visita vem em nossa casa devemos tratar bem ser educados, ainda mais quando ela contribui financeiramente com sua visita, como queremos ser a "Nascente das Aguas" faltando agua nas torneiras. Se é mau uso, trabalho de conscientização, panfletagem, bater de porta em porta em épocas assim, carro de som, imprensa local e fazer saber, agora não tem nada disso e metem o pau. Pessoal não estamos em tempos e nem somos os melhores do mundo pra dizer que não precisamos de visitas, pelo contrario, precisamos e muito ter pratica de boas maneiras, voltar a ser o povo acolhedor e hospedeiro, quando se passa pelo bairro Jd. Cananeia oque mais se vê é placa de Vende-se essa chácara, podem dizer oque quiser, mas, precisamos sim de todos que contribuem para o desenvolvimento de nossa cidade, dentre muito que visitam nossa cidade em finais de semana existe empresários, olheiros de empresas e muito mais. Pensem nisso. Juntos somos mais fortes.

Anônimo disse...

PESSOAL,ACHO EU QUE NÃO CUSTA MUITO FAZER UM SISTEMA DE CAPTAÇÃO DE ÁGUA DA CHUVA ,QUE AI VOCES TERIAM MUITO MAIS ÁGUA.OUTRA COISA ,PORQUE NÃO COLOCAR UMA CAIXA D´AGUA PARA RESERVA DE ÁGUA ,QUE ESTARIA CHEIA QUANDO VOCÊS CHEGASSEM AQUÍ ?ONTEM VÍ UMA REPORTAGEM SOBRE ÁGUA NO JORNAL NACIONAL ,ONDE FAMILIAS LÁ DO NORDESTE FICA MORRENDO DE ALEGRIA PORQUE FOI INSTALADO UMA CISTERNA NA SUA CASA ,ONDE ESSE ÁGUA CAPTADA CAI SER USADO PARA TOMAR BANHO ,COZINHAR ,LAVAR ROUPA ;LÁ SIM FALTA ÁGUA!!! DISSERAM AÍ QUE NA CANANEIA E REUNIDAS TEM UM MONTE DE CHÁCARAS A VENDA ,TEM MESMO ,MÁS É POR CAUSA DA ÁGUA??TÃO VENDENDO BARATO? VOU VENDER MINHA CASA NA CIDADE ,VOU COMPRAR UMA CHACARA COM CASA ,MONTAR UM SISTEMA DE CAPTAÇÃO DE ÁGUA ,COLOCAR UMA CAIXA DÁGUA ,E VOU VIVER MUITO MELHOR QUE NA CIDADE ,E AINDA POR CIMA TODOS OS DIAS DO ANO ,E NÃO SÓ NOS FERIADOS.E TEM MAIS,NA CANANEIA E REUNIDAS A ÁGUA CUSTA A METADE DO QUE PAGAMOS NA CIDADE.

Maita disse...

Os sistemas de captação são muito úteis para o uso geral de água. Lavagens e irrigação, por exemplo. No entanto, para consumo, nem sempre ela é legal. Nossa região tem formação de nuvens fortemente influenciada pela região de Sorocaba, que é industrial e libera partículas diversas para a atmosfera. Isso influi de tempos em tempos, no ph da água, tornando seu uso para consumo no mínimo não indicado(seria necessário checar sempre). É a famosa chuva ácida, porém em um grau muito menor. Você pode observar os efeitos desta contaminação química em locais onde o concreto fica exposto à chuva.
Repare que com o passar dos anos ele fica mais abrasivo, corroído em alguns pontos. Esse é o efeito. Por isso pagamos pelo tratamento da água e não pela água, de fato.

A captação dos rios diretamente também não é indicada devido a atividade agrícola, especialmente na região da reunidas, com culturas diversas, especialmente milho.

Postar um comentário

PUBLICIDADE