Em reunião com sindicato, Prefeitura apresenta nova proposta para por fim a greve dos servidores públicos

Reunião na Prefeitura / Foto: Sérgio Santos.
Em uma reunião realizada na tarde desta quinta-feira (25), com o Sindicato dos Servidores Públicos e a comissão de greve, a Prefeitura de Pilar do Sul  apresentou uma nova proposta de reposição salarial de 10,48%, relativo a inflação do ano 2015, índice reivindicado pelos servidores que estão em greve desde quarta-feira (leia aqui e aqui).

A proposta da prefeitura é de reposição de 6,5%, retroativo ao mês de fevereiro, e o restante, 3,98% será reposto no mês de agosto, além do aumento de 19% no valor do cartão alimentação, que passaria dos atuais R$ 158,70 para R$ 188,70

O grande embate na reunião, que durou quase três horas, foi as diferenças de 10,48%, do mês de janeiro, e dos 3,98% dos meses de fevereiro a julho. A Prefeitura propôs repor estas diferenças, em parcelas mensais, no cartão alimentação, de forma que os funcionários não teriam nenhuma perda.

A proposta foi aceita pela comissão dos trabalhadores e a proposta será levada para votação, em assembleia que será realizada as 7h da manhã desta sexta-feira. Se ela for aprovada a greve será imediatamente encerrada e os servidores voltarão ao trabalho.

Liminar obriga manter 70% dos serviços funcionando

Uma liminar expedida pela Justiça do Trabalho na tarde desta quinta-feira (25) obriga o movimento de greve a manter 70% dos serviços essênciais, como saúde, coleta de lixo, educação, transporte coletivo da saúde e da educação, limpeza pública, financeiro e recursos humanos, funcionando.

O descumprimento da liminar incorrerá em uma multa de R$ 3 mil para cada funcionário que deixar de cumprir a determinação da Justiça, e a multa deverá ser paga pelo Sindicato do Servidores Públicos Municipais de Pilar do Sul e Região (Sindpub).

Assembleia amanhã

O Sindicato dos Servidores marcou para esta sexta-feira (26) uma assembleia em frente a Prefeitura, onde será deliberada a proposta apresentada pela administração.

Segundo o presidente Ovidio José de Goes a assembleia será realizada as 7h, em primeira convocação, e, se não tiver quórum, as 7h30, com qualquer número de funcionários.

Fotos: Sérgio Santos.






No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

26 comentários:

Anônimo disse...

Por favor acaba logo essa greve ! Ninguém merece Esses professores que nem sabem cantar o hino nacional, vamos aprender primeiro ? Logo a populaçao vai entrar em greve e tirar essa bagunça na cidade.

Anônimo disse...

PRIMEIRO QUEM CANTOU O HINO NACIONAL NÃO FOI UMA PROFESSORA E SIM UMA CIDADÃ. MAS PELO QUE VI ELA NÃO CANTOU ERRADO.ACHO QUE QUEM NÃO SABE A LETRA DO HINO É VOCÊ. E DEPOIS ERRAR É HUMANO. A PROPÓSITO A PALAVRA "Esses" ESCRITA NO SEU COMENTÁRIO ESCREVE COM LETRA MINÚSCULA. FICA A DICA

Anônimo disse...

É o q queremos senhor cidadão... Acabar com a greve! Desde que os nossos direitos sejam preservados!!!àaaa... E com relação ao hino... A infeliz gafe da professora repercutiu ne?!?!?! Duvido q vc cidadão ativo q parece ser saiba canta-lo corretamente... Meu poupe e ensino o hino certinho pro seu filho na sua casa... Vai ber a desvalorizaçao e falta de respeito faz com que eles nem façam questao d cantar o hino correto ou não. Moro?!?!?

Anônimo disse...

Anônimo das 20:46, não sei qual seu problema com os professores, mais seja qual for, procure resolve-lo, acredito eu que você nunca tenha precisado de um... Quanto ao hino nacional, se está bem informado sabe que a greve não era dos professores, e sim, todos os setores e o dever de sermos PATRIOTAS não é transferido EXCLUSIVAMENTE para a educação, é dever de todos nós!

Anônimo disse...

Faço das palavras do anônimo das 22:04hs, as minhas....Além disso, anônimo das 20:46h, você nem sabe o que está ocorrendo e fica se manifestando de forma inadequada... Vai aprender o Português pra depois você vir observar alguma coisa.... Dê um olhadinha na pontuação do seu comentário! E, será que você sabe cantar o Hino Nacional ou a unica musica que você canta é FUNK? KKKKK

Anônimo disse...

Acredito que amanhã os dois lados terão motivos para comemorar, de um lado uma reivindicação atendida e do outro um problema resolvido. Enfim o diálogo civilizado se mostrou a melhor arma para o fim desse ou qualquer outro impasse financeiro ou social, parabéns aos membros de ambos os lados que fizeram parte dessa reunião, e acredito que todos vão sair ganhando inclusive o cidadão Pilarense.

Anônimo disse...

Tem gente que nem sabe fazer comentarios meu cidadão no caso do Hino, suas palavras foram inadequadas procure se informar melhor e de certo vc nunca precisou de professor seu autodidata, pare e reflita não va escrevendo o que não conhece, pois o direito de grave é legal para qualquer cidadão portanto vivemos numa democracia. Vc foi muito infeliz como cidada abraço a causa, acho ate que demorou demais pois o povo so faz greve quando a maioria decide e e impossivel como vc viu e percebeu que tantas pessoas estejam descontentes a toa.

anonimo disse...

Ficar na história .....
Tudo que foi visto e falado de direito legal, vi muitas coisas boas e ruins, o fato de ver a águia voando vi justiça, porém vi muita arrogância, falta de respeito, falta de entendimento do que é possível,falta de humildade, conseguir as coisas na força.
Na galinha por mais que ela não voe, ela tem os pés no chão, vi um sindicato sem imparcialidade, despreparado para conduzir um fato de extrema importância, um gerador de violência e não pacificador, desrespeito e dominado pelos politiqueiros.
Politiqueiros, nós cidadão vimos voces, as máscaras cairam e se isso era para infiltrar para garantir seus votos, o tiro saiu pela culatra, porque perderam, espero que o povo saibam em quem votar, melhore nosso município com ações que eleve nossa cidade, vi também que as melhorias partem de todos nós, que cada um faça o seu da melhor forma possível, dignificando o salário recebido no final do mes, há muito para melhorar sim, acho justo a reivindicação, mas numa época de crise, empresas fechando ouvir de uma funcionária quero o que é meu o resto que se dane, mandar embora funcionários que estão no probatório não seria justo também sejamos mais cristãos e repensemos no nosso falar e agir, todos precisam trabalhar, fica a dica se a folha ta demais, analisem os aposentados na folha, as complementações, os cargos, planos de carreira, alguma coisa tem que ser feita porque tudo isso não é de agora, que eu saiba a complementação é uma lei de 1990, a outra é de 2007, encontrem uma forma de melhorar sem prejudicar. Fica a dica pé na tábua, fé em Deus e vamos na FEAPS homenagear nossos agricultores porque nossa cidade é agrícola e vivemos msm do que? Sem agricultores nosso município não melhora a arrecadação, garantir uma boa safra é compromisso deles, mostrar para o mundo os produtos de Pilar do Sul é compromisso de todos nós!!!! e VAMO K VAMO GENTARADA.

Anônimo disse...

Engraçado vc né Sérgio diz não prestar serviço a prefeitura mas somente tu estava presente no gabinete para cobrir toda reunião jornalista parcial!!!

Anônimo disse...

Parabéns amigo, disse tudo! Mas não adianta, as influências políticas e sindicais, a busca apenas pelo benefício próprio, tudo isso cega as pessoas. Como bem falou, essa grande quantidade de funcionários, os aposentados, etc... tudo isso vem acumulando de gestões passadas. Além disso, esses "cegos" não conseguem enxergar que há décadas não temos um crise como a de agora, inflação a números exorbitantes, PIB negativo, etc. A situação não está fácil. Mas nada isso importa, afinal "apenas quer que é meu, o resto não importa". E como é engraçado ver como tem aproveitadores nesses momentos de fraqueza: vereadores, possíveis candidatos falando bravatas ao palanque, sindicato que ao invés de "intermediar" incitam à invasão da Prefeitura, etc. Mas como se diz "o tempo é o senhor da razão". O legal que conversando com as pessoas, a maioria foi contra esse tipo de atitude, principalmente pela intransigência dos manifestantes ao tratar o assunto.

Anônimo disse...

O mais engraçado é ver as pessoas, que mal sabem escrever, tentando corrigir o Anônimo das 20:46. Preocupados com letra minúscula (?!?!)...Só pra citar o anônimo das 22:04, poderia perder uns 15 minutos só para expor todos os erros no texto dele. A começar pelo início do texto ("Primeiro quem cantou..."). E a falta de pontuação? Acho que não sabe o que significa um "vírgula", muito menos como deve usá-la num texto. E fica duas dicas: 1) o hino nacional "cantado errado ou certo" não se vê, se ouve; 2) Pense bem antes de falar dos outros. O pior de tudo é que tenho a leve impressão que deve se tratar de um professor (pra verem o nível da educação no pais!).

Anônimo disse...

É gente falando mal do português e da pontuação do outro, mas escreve "pra", "unica, musica" (sem acento) KKKKKKKKKKKKK

Anônimo disse...

perfeito suas colocações.

Anônimo disse...

Como o humano que se diz pela ciência racional pode ser tão ignorante e irracional ao mesmo tempo. À você anônimo de 25/02/2016 ás 20:46 que nunca deve ao menos ter necessitado de um professor, torço para que seus filhos também não precisem deles, que você saiba e tenha muita competência e conhecimento para educa-los sozinhos em sua casa. E que os valores que você passe a eles os transforme em bons cidadãos.
Eu sou o que sou hoje, formada em uma boa universidade, com bom emprego e com uma família bem estruturada, não somente graças a boa educação dentro do meu lar mas também graças aos professores que tive durante toda a minha vida escolar.
Muitos professores, na grande maioria deles possuem a paciência que você não deve ter, o conhecimento (com toda certeza) que você não possui e principalmente a dignidade, que não seu caso passou longe.

Sergio Santos disse...

Está profundamente ENGANADO, destemido e imponente Anônimo... Tinha outro jornalista (João Mauricio) na reunião, que foi franqueada a todos da imprensa e divulgada com AMPLA antecedência. Mas obrigado pela deferência.

Anônimo disse...

A história da humanidade sempre foi e será feita de erros e acertos. As pessoas como indivíduos cometem excessos, imaginem uma movimentação que abrange uma classe de trabalhadores. Erros na condução do processo de negociação houve dos dois lados, mas os moderados procuraram dirigir a situação da melhor forma possível. Os funcionários ao ter sua reivindicação melhor atendida (repasse inflacionário)como cidadão, voltou aos seus afazeres e cresceu como pessoa e como categoria e irá aprender com seus erros e acertos. A administração também tem que seguir aprendendo com seus erros e acertos e o tempo é que se encarregara de narrar e analisar tudo que aconteceu durante esse período.

Anônimo disse...

"Nunca na história deste País vi um povo tão unido" - LULA

Anônimo disse...

Hino Nacional não se canta, se entoa.

Anônimo disse...

Esta completamente errado caro colega, não sou professor. Quando expus meu comentário foi de tanta indignação com o desrespeito e falta de ética do colega com os professores. O mesmo desrespeito que você usou em seu comentário. Quando corrigi o caro colega , foi pra mostrar que todo mundo erra, eu, você e até os professores. Mais ao contrário de você acredito nos professores sim, acredito na educação sim. E acredito também que essa greve dos funcionários públicos veio a ajudar todos os moradores de Pilar do Sul.

Anônimo disse...

O QUE IMPORTA NÃO É O ERRO DE PORTUGUÊS, E SIM A LUTA.PARABENS SERVIDORES PUBLICOS

Anônimo disse...

Fico indignada quando leio declaraçoes como se a classe trabalhadora tivesse errada, não e questão de crise, o repasse inflacionario foi a prefeita que assinou e não cumpriu. A questão aqui é de cada cidadão tem direito a esse repasse como trabalhador, pai de familia e o direito do sustento, pois a prefeitura recebeu e pq o cidadão não pode receber o que lhe é de direito.

Anônimo disse...

Só para conhecimento: o nosso hino que tem melodia e texto fica melhor com o verbo "cantar". Já em alguns países o hino é apenas em forma de melodia, aí o verbo "entoar" é o mais indicado!

Anônimo disse...

Concordo que todos estão no direito de reivindicarem o que desejam, mas tenha a ciência que o aumento do salário com repasse inflacionário não é um direito garantido, senão não haveria nem discussão meu amigo! As pessoa vivem falando isso sem saber, como se a Prefeita fosse burlar a lei caso não desse o aumento.... Eu mesmo, por exemplo, não vou ter esse reajuste! Vejo muitas pessoas indignadas com a administração, Prefeita, etc...Apesar de não ser esse o caso, já que o aumento não poderia ser dado por causa da Lei de Responsabilidade Fiscal...A Prefeita está no papel dela de negociar, como qualquer outro administrador de uma empresa, privada ou pública, que quer diminuir seus custos. Dar um aumento sem negociar, seria o caminho mais fácil a seguir, o político. Já que deixaria os funcionários felizes pensando numa próxima eleição. Se pararmos pra pensar de verdade, esse aumento só é bom para os funcionários, pro restante da população não, já que o custo da folha salarial aumentou substancialmente e as receitas (devido a crise) só tendem diminuir. Não estou criticando ninguém, mas apenas parem pra analisar os fatos com razão.

Anônimo disse...

Longe de eu ser contra os professores, não me entenda errado! Mas concordemos que a educação no país está uma calamidade. Isso os números e pesquisas dizem, é só olhar. Apenas achei errada sua atitude, só porque se sentiu desrespeitado (não que o anônimo esteja certo) quis fazer o mesmo.

Anônimo disse...

O mais importante de tudo é que: "alcançamos o que pedimos".União faz a força.

Anônimo disse...

Engraçado o povo para por 10% de reajuste inflacionário sobre o salario minimo, não que estejam errados pois o ato de fazer greve é um direito garantido pela constituição, porém ninguém para quando fica sabendo de rombos bilionários, como por exemplo: o caso da Petrobras, fundos de pensão, fora a copa do mundo. Eles esquecem que o motivo da falta de recursos provem desses rombos, Pilar do Sul não é auto sustentável economicamente, e depende de repasses federais e estaduais para manter suas atividades assim como a prestação de serviços à sociedade pilarense. Creio que estamos avançando no que se diz a respeito da busca pelos direitos, até porque os impostos são muitos altos, pagamos e levamos sempre pela "metade", apoio os grevistas porque é somente dessa maneira para algo mudar nesse país. O povo não sabe a força que tem para mudar essa nação. A população pode eleger e derrubar governos a hora que quiser, apenas precisamos ter ciência da nossa força e agirmos! e não ficar nos bastidores como a maioria faz, apenas dizendo o que é certo ou errado.

Postar um comentário

PUBLICIDADE