Lavrador é preso após furtar mais de 30 quilos de peixes de sítio no bairro Avaré

As 26 tilápias, 11 piauçus e 7 curimbatás furtados.
FOTO: SÉRGIO SANTOS.
O lavrador Ivanilton Arruda de Oliveira, 48 anos, foi preso no início da noite de domingo (14) acusado de furtar peixes de um tanque particular de um sítio no bairro Avaré, zona rural de Pilar do Sul.

Segundo o boletim de ocorrência, a vítima, um empresário e produtor rural de 44 anos, chegou ao sítio para tratar dos peixes e surpreendeu o homem dentro da sua propriedade com uma sacola cheia de peixes e chamou a Polícia Militar. Outro homem, que seria comparsa de Ivanilton, foi visto pouco antes deixando o local em uma bicicleta, mas ele não foi localizado.

Os 44 peixes, cerca de 30 quilos, eram das espécies Tilápias (26 unidades), Piauçu (11) e Curimbatás (07), e foram capturados com tarrafa.

Conduzido a delegacia Ivanilton Arruda de Oliveira confessou o furto e disse que agiu em companhia de um amigo, mas, mesmo o local cercado com arame, ele alegou que não sabia que o açude era particular.

O delegado de plantão, Dr. Oscar Garcia, autuou o homem em flagrante, acusado de furto, e ele foi recolhido a cadeia local, onde permanecerá a disposição da justiça.

Furtos constantes e prejuízos

A nossa reportagem a vítima disse que há algum tempo vinha percebendo a sumiço de peixes do seu açude. “Já encontrei a cerca cortada, a porteira aberta. A gente coloca cadeado eles quebram e dão um prejuízo enorme”.

Ele disse que, no início do ano, os ladrões deixaram a porteira aberta e 30 bovinos fugiram e um deles, um bezerro de 12 meses de idade, avaliado em R$ 1.800, sumiu e ainda não foi encontrado.

Outro sítio que o empresário possui às margens da represa da Usina Batista, em fevereiro desse ano, no domingo de carnaval, também foi alvo de ladrões de peixe. No local, um tanque-rede foi destruído e 500 quilos de peixe sumiu, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 10 mil.

No ano de 2014, os ladrões destruíram cinco tanques-redes e cinco toneladas de peixe desapareceram. “Não sei se foi vandalismo ou furto, mas me causou um prejuízo enorme, que dava pra comprar um carro zero”, lamenta.

“Além dos funcionários, eu gasto cerca de R$ 200 por dia com ração e trato para os peixes ai chega um momento que não dá mais, acaba a paciência. Sinto muito pelo senhor que está preso ai, não o conheço, não sei o que ele ia fazer com os peixes, se era pra consumo ou venda, mas pra mim o prejuízo é muito grande”, finalizou.
No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

7 comentários:

Anônimo disse...

Falta de vergonha na cara.

Anônimo disse...

Isso é um hábito feio que muitos tem aqui em nossa cidade. Acham que roubar peixe não é crime e ainda se vangloriam nos bares contando a façanha. É roubo mesmo e como qualquer roubo tem que pagar por isso. Que sirva de lição para tantos outros ladrãozinhos de peixe de nossa cidade. Já estamos cheios desse pessoal sem vergonha que entram em nossas propriedades e acham que os peixes caem do céu em dia de chuva e que não tem gasto para criar. Essa noticia tem que repercutir muito para esses malandros saberem que qualquer hora vão para cadeia, se não forem antes para a emergência.

Anônimo disse...

Engraçado...A mulher que matou o marido responde o crime em liberdade desde 2011 e não coloco fé de que será presa....enquanto o outro de furtou alguns peixes foi preso...Essa justiça é uma piada mesmo...

Anônimo disse...

Para com isso. Uma coisa não tem nada a ver com outra.
Uma é prender em flagrante e a outra é um julgamento. Roubou e foi pego e vai pagar sim. Os outros crimes também devem ser punidos sim mas não vem com conversinha de ai coitadinho porque a outra fez isso e não foi para a cadeia. Tem gente que tens gosto para tantas coisas e nem por isso eu farei igual. O Brasil está assim por esse pensamento seu. Os políticos corruptos devem ir para a cadeia mas meu amigo que "só roubou uns peixinhos" é inocente. Ladrão é ladrão não importa o tamanho da mercadoria roubada isso meu pai me ensinou. Quer um Brasil melhor para sua família? Então pare de defender ladrão e votar em corrupto. Mas pense não em ter vantagem para você mas o que é melhor para uma sociedade mais justa e feliz.

Anônimo disse...

Eu ia opinar mas o anonimo das 14:40 ja deu uma palhinha do q eu dizer...o problema do Brasil n esta na repressão e sim na educação....enqto vivermos nesse país sem educação a tendência é as coisas irem de mal a pior...triste, mto triste

Anônimo disse...

Ele só tava nervoso, no caso muito nervoso...

Anônimo disse...

Então agora mudou o dilema, ta nervoso vai rouba, cabeca quente na cadeia é o seu lugar kkkkkkkkk

Postar um comentário

PUBLICIDADE