Pais negam falta de cadeirinha para as crianças no acidente que matou a bebê Lorena

Lorena tinha nove meses / Foto: Reprodução.
André Kamonseki e sua esposa, Juliana Lucas Flora, contestaram a informação divulgada pela imprensa de que a criança Igor, de 03 anos, estava sem a cadeirinha e de que a cadeirinha da bebê Lorena, nove meses, que morreu no acidente, estaria afixada de forma irregular.

O acidente com a família foi provocado por uma motorista embriagada no início da madrugada de domingo (14) no km 126 da rodovia SP-264, entre Pilar do Sul e Salto de Pirapora (leia aqui).

Em reportagem publicada no site G1 e exibida na TV Tem o tenente da Polícia Rodoviária, Leandro Fonseca, disse que a bebê Lorena estava na cadeirinha tipo bebê-conforto, mas que a batida foi tão forte que ela não resistiu.

O tenente disse ainda que apenas o laudo da perícia técnica vai comprovar se a cadeirinha da bebê estava colocada de maneira correta no veículo.

Já com relação a criança Igor o tenente Leandro Fonseca afirmou que ele era transportado sem a cadeirinha, o que a família contesta.

A reportagem do Blog do Sérgio Santos e a repórter Elis, da TV Record, o pai das crianças, André Kamonseki, afirmou que foi até o local do acidente e constatou que as duas crianças estavam devidamente e corretamente acomodadas em suas cadeirinhas.

"Inclusive o Igor foi removido do local na cadeirinha, porque apresentava fratura do fêmur e os socorristas acharam melhor transportá-lo na cadeirinha para evitar que a lesão se agravasse. Já no hospital fui tirar meu filho da cadeirinha e o médico não permitiu”, disse André.

“Se ele estivesse sem cadeirinha não teria resistido. Se minha esposa, com cinto de segurança ficou bastante ferida e a Lorena que estava no bebê-conforto morreu, imagina se o Igor estive sem a cadeirinha?”, questiona o pai. “Sempre foi uma preocupação nossa, de transportar as crianças adequadamente nas cadeirinhas. Sempre”, finalizou.

Igor continua internado no Hospital Regional e seu estado de saúde é estável. Ele sofreu diversas lesões e fratura no fêmur, foi submetido a uma cirurgia e não corre risco de morte.
Bêbada, Maria de Lourdes Marinho, 53 anos, provocou o acidente.
Foto: Reprodução do Facebook.

A causadora do acidente continua internada e também não corre risco de morrer. De acordo com o delegado Gilberto Montenegro, que preside o inquérito sobre o acidente, assim que deixar o hospital Maria de Lourdes de Souza Marinho, 53 anos, será encaminhada para o presídio feminino de Votorantim, uma vez que ela foi autuada em flagrante acusada de embriaguez ao volante, homicídio doloso e dupla tentativa de homicídio, com dolo eventual.
Share on Google Plus

About Sergio Santos

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

11 comentários:

  1. Essa é a verdade, a imprensa tem um trabalho importantíssimo na divulgação da notícia, mas deveriam apurar os fatos e passar a população com clareza e veracidade . Igor estava sim com a cadeirinha e por questões de segurança foi transportado na mesma até o hospital. Além do trauma a família ainda tem que aturar esse tipo de injúria .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pura verdade pois estava no hospital quando chegou o acidente..e a criança estava sim na cadeirinha pois o médico não deixo tirar até fazer exames por segurança da criança. .sou justa com as coisas sou prova que vi a criança de três ano..na cadeirinha..

      Excluir
  2. Gente, pelo amor de Deus parem de criticar e questionar, os pais e familiares estão sofrendo muito e ainda tem q ficar ouvindo certas lorotas. Pelo que conheço dessa família, são muito atenciosos com os filhos, e o pai já não disse que o garoto foi socorrido na cadeirinha, então chega,tenham compaixão dessa família e Oremos por eles, o sofrimento e muito grande, só Deus prá confortar.

    ResponderExcluir
  3. O interessante é que agora querem parece amenizar o que o bêbado fez, e levar a culpa em quem estava dirigindo pela sua mão. É pra acaba, , é um universo de inversão de valores.

    ResponderExcluir
  4. Eu vi a reportagem..e achei estranho. Pois na noite do acidente.eu estava no hospital. E vi a criança na cadeirinha.pois o médico. Não tirou a criança da cadeirinha por segurança da criança até fazer os enxames .não tou louca a cadeirinha está sim com a criança. .

    ResponderExcluir
  5. Conversando com os Pais, familiares, amigos e após ler os diversos comentários, me ocorreu o seguinte:

    Será que os PMs Rodoviários não viram os socorristas levar a criança junto com a cadeirinha? Ai ao fazer o BO eles procuraram a cadeira e não acharam e deduziram que a criança Igor estava sem a cadeirinha?. Pode ser isso.

    A sugestão é esclarecer isso com o delegado Gilberto Montenegro, que preside o inquérito.

    Porque quem está afirmando que a criança estava sem cadeirinha é o TENENTE LEANDRO FONSECA... A imprensa apenas reproduziu o que o OFICIAL declarou.

    ResponderExcluir
  6. verdd Sérgio e as pessoas q viram a criança na cadeira podem ser testemunhas pela família.

    ResponderExcluir
  7. eu passei no local minutos apos o acidente, a mae estava sendo colocada na ambulancia e a criança foi retirada do carro SIM na cadeirinha e foi levado com cadeirinha para a ambulancia, deve-se apurar direito os fatos e o que realmente aconteceu antes de julgar que a mae estava levando o filho de forma irregular, alias isso nao deveria vir ao caso no momneto sendo que ela teve percas irreparaveis por causa da imprudencia de uma pessoa fria e sem coração. Mas posso afirmar que o Igor foi socorrido na cadeirinha SIM.

    ResponderExcluir
  8. Foi essa mesma a v... que quase causou um acidente no 31/01/16 na 264 altura do quintas de Pirapora, eu parei e chamei ela de louca sem noção e ela simplesmente me ignorou e fez gestos obscenos, cadeia mesmo nesta v..., oque esperar de alguém que não ama a própria vida que dirá a do outro.

    ResponderExcluir
  9. Sergio onde esta a liberdade de expressão? Vc publicou um anonimo falando mal do povo de pilar, o comentário da pessoa era depreciativo com respeito aos moradores da cidade . Dai fiz um comentario sem ofender ninguém, e vc não publicou! Não entendi.

    ResponderExcluir
  10. Uma pena, mas tudo vai se resolver!!
    Gentee olhem a cara dessa irresponsável, assassina!
    cadeia pra ela!!

    ResponderExcluir