Após bater em árvore, motorista sem CNH é preso por embriaguez ao volante

PUBLICADO EM 02/03/2016 - ATUALIZADO EM 06/03/2016, PARA INCLUIR AS FOTOS
Antes de subir no canteiro e se chocar contra o coqueiro, o veículo quase atingiu a viatura da PM / Fotos: Divulgação.

Para alguns, muito pouco tem servido de exemplo as recentes tragédias provocadas por motoristas embriagados, que matam e morrem ao volante. Nem mesmo as prisões em flagrante e as altíssimas multas tem evitado a prática reprovável e irresponsável de beber e dirigir.

Um exemplo disso foi presenciado ao vivo e a cores pelos policiais militares, cabos Sandro e Paulo Sérgio e soldado Alexandre, na madrugada da última segunda-feira (29), por volta de 0h45, na avenida Miguel Petrere, próximo ao Posto Cotia.

Os PMs acabavam de realizar uma autuação em outro veículo por uma infração de trânsito, e ainda estavam com a viatura estacionada, quando avistaram um VW Gol que vinha no sentido centro-bairro, em ziguezague e, as vezes, invadindo a contramão de direção.

Os PMs, pressentindo que poderia acontecer um acidente e para abordar o condutor, ligaram o ‘highlight’ da viatura. “Naquele momento até pensei que ele ia bater na viatura, mas ele subiu no canteiro central da avenida e se chocou contra o coqueiro, quase nos acertando”, disse o soldado Alexandre.

Na batida contra a árvore, o carro ficou destruído e o homem ficou ferido, com lesões na cabeça, mão e joelho, e foi socorrido pela ambulância do SAMU à Santa Casa, onde foi medicado e liberado. O médico emitiu um laudo confirmando que o homem estava embriagado.

Segundo o Boletim de Ocorrência o homem exalava forte "hálito etílico, olhos avermelhados, andar cambaleante e dispersão". Aos policiais ele confessou que tinha ingerido várias garrafas de cerveja, antes de conduzir o veículo, e que não era habilitado. 

Ele foi conduzido a Delegacia de Polícia onde a surpresa foi ainda maior. Tudo porque, além de não possuir a habilitação (CNH) ele era reincidente, nas mesmas infrações.

No ano passado, por volta de 17h15 do dia 06 de junho, também embriagado, ele já havia se acidentado com o mesmo veículo na rodovia Francisco José Ayub (SP-264) no bairro da Água Doce. Naquela oportunidade, ele pagou fiança e foi liberado, mas dessa vez ele não teve a mesma ‘sorte’.

O delegado Oscar Garcia Machado Junior arbitrou a fiança em R$ 880, que ele não conseguiu pagar, e foi recolhido a carceragem local, não sem antes dar muito trabalho para os policiais, uma vez que não queria entrar na cela, dizendo que não era bandido. Depois de muito relutar, o pedreiro V.R. de 50 anos foi posto na cela e lá ficou à disposição da justiça.

O veículo dele, um VW Gol branco ano 1995, foi recolhido ao pátio do guincho. As multas aplicadas, por falta de CNH, por embriaguez e direção perigosa, além das despesas com o guincho, ultrapassam os R$ 3 mil.

As informações constam nos Boletins de Ocorrências números 156/2016 e 463/2015 registrados na Delegacia de Polícia de Pilar do Sul. O BO é um documento público onde constam todos os dados da ocorrência.

E você, vai precisar ir preso ou causar uma tragédia para se conscientizar que bebida e direção não combinam?
Antes de subir no canteiro e se chocar contra o coqueiro, o veículo quase atingiu a viatura da PM / Fotos: Divulgação.
Antes de subir no canteiro e se chocar contra o coqueiro, o veículo quase atingiu a viatura da PM / Fotos: Divulgação.
No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

9 comentários:

Silvana terron disse...

Parabéns ao Delegado Oscar, que fez um ótimo trabalho o mantendo preso longe das ruas antes de fazer vitimas.

Anônimo disse...

parabéns policiais não deviam ter fiança para pinguços no volante tem que ser punido um idiota desse poder ter atropelado alguém inocente ,nem sequer tem dinheiro para fiança imagine indenizar uma família ?

Anônimo disse...

Porfavor me tirem uma dúvida.se esse cara tivesse com 900,00reais no bolso,sairia pela porta da frente e sobraria vintao PA toma mais umas pingas.to certo ou não???

Anônimo disse...

Correto,infelizmente esta é a nossa lei.

Anônimo disse...

Tá errado 18.53. A dose de pinga é 1,00. Dava para tomar 6 latinhas e três pingas.

Anônimo disse...

O corote é R $2,00 alguns lugares R $2,50 ja da pra ficar xapadaaassooo e sair matando e feliz depois, ainda sai dirigindo da delegacia se pa kkkkkk

Anônimo disse...

Deveria de pedir uma fiança de 10 mil reais, quero ver se não melhora essa situação. Como disseram o pessoal acima, se o cara tivesse 900,00 estaria solto e ainda tomando o troco em cerveja, ridículo isso.Parabéns aos policiais e delegado,trabalho cumprido,mais um indivíduo a refletir...

Sergio Santos disse...

NOTA DA REDAÇÃO: Os critérios que utilizo para publicação de noticias no Blog são os mesmos.

Quando o motorista causa acidente com vítimas (ou com prejuízos a terceiros) eu publico o nome.

Quando a pessoa provoca um acidente sem causar prejuízo a ninguém eu não divulgo o nome, como nesse caso.

Aqui o condutor causou enorme prejuízo e transtornos apenas para ele mesmo, por isso omiti o nome.

São critérios que adoto para todas as notícias do gênero.

Anônimo disse...

Fico pensando naquele coqueiro, que arvore de azar que ele é, de uma avenida inteira ele foi logo ficar naquele cruzamento critico.

Postar um comentário

PUBLICIDADE