Iniciada as obras de recuperação de crateras na rodovia SP-264, no Jardim Panorama

Depois de ampla mobilização da população, da prefeita Janete Carvalho (PSDB), de diversas autoridades municipais e estaduais, do Ministério Público, que moveu uma ação judicial contra o estado, e uma espera de quase um ano e meio, finalmente a gestão do governador Geraldo Alckmin (PSDB), através do DER (Departamento de Estradas e Rodagem), deu início a recuperação das crateras nos km 137,4 e 142 da rodovia Francisco José Ayub (SP-264), rodovia que liga Pilar do Sul e a região sudoeste do estado à Salto de Pirapora, Sorocaba e, consequentemente, à capital.

As erosões que consomem a terceira faixa e o acostamento no km 137,4 e que deteriorou parte da pista no km 142, tiveram início em meados do ano 2014.

Finalmente, depois de tanto descaso do governo do estado, em novembro do ano passado foi feita a licitação. Quinze empresas concorreram, sendo que a empresa Firpavi Construtora e Pavimentadora S/A venceu o certame por um preço de R$ 476 mil, bem abaixo da estimativa feita pelo estado, que era de R$ R$ 680 mil.

Segundo explicou o diretor do DER, Alfredo Moreira de Souza Neto, o atraso entre a licitação, realizada em 06 de novembro, a assinatura do contrato e a expedição da ordem de serviço para o efetivo início das obras, se deu por causa de procedimentos burocráticos e recursos impetrados por outras empresas.

As obras tiveram início nesta terça-feira (29) e, segundo um funcionário da empresa, o prazo estimado para conclusão total da obra é de 60 dias.

Risco de acidente

Os motoristas devem trafegar com cuidado pelo trecho em obra, que fica no Jardim Panorama, já que trabalhadores, máquina e caminhões ocupam parte da pista.

Na manhã desta quarta-feira (30) a reportagem do Blog do Sérgio Santos flagrou (foto) veículos tendo que invadir a contramão de direção para desviar de uma escavadeira hidráulica que trabalhava no local.

Chamou atenção que não havia sinalização com os populares ‘bandeirinhas’ nas curvas que antecedem a obra. Quando os veículos viravam a curva já estavam bem próximos da máquina, colocando em risco o tráfego naquele trecho e podendo causar acidentes.

Fotos: Sérgio Santos.

No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

PUBLICIDADE