Instalação do sistema de abastecimento de água no Jardim Panorama é inaugurado

A água jorrou! / Foto: Sérgio Santos.
Depois de longa batalha judicial e mais de 30 anos de espera, finalmente, os moradores do Jardim Panorama podem contar com o abastecimento de água potável no bairro.

A inauguração oficial do sistema aconteceu no sábado, 26 de março, com a primeira ligação feita pela Sabesp – Companhia de Saneamento Básico do estado de São Paulo, no terreno da futura sede da Associação de Moradores, onde também será construído o Centro Comunitário do bairro.

O Jardim Panorama é um loteamento de chácaras localizado em uma área rural de Pilar do Sul, às margens da rodovia Francisco José Ayub (SP-264). Desde que adquiriram os lotes, os moradores reivindicam a infraestrutura, como água potável, coleta de esgoto, escoamento de águas pluviais e escrituras.

Há cerca de dois anos, a loteadora legalizou as escrituras dos imóveis e começou a implantar a infraestrutura. Foi construído um poço artesiano de 250 metros de profundidade, com vazão de 15 mil litros de água por hora, e instalados uma caixa d’água de 120 mil litros e aproximadamente 13 quilômetros de rede para levar a água até as residências.

Em uma reunião no dia 19 de fevereiro, entre a prefeita Janete Carvalho e os diretores da Sabesp, Ivan Sobral e Mauro Nalesso, ficou definido que aquela autarquia assumiria o sistema e o abastecimento no bairro.

A inauguração contou com as presenças da prefeita Janete, do vice Angelo Paiotti, dos vereadores Luiz Brisola e Karla Pagianotto, do gerente local da Sabesp, José Vagner de Almeida Barros, do presidente Genival Rodrigues da Silva e diretores da Associação do Moradores do Jardim Panorama, Bom Retiro e Adjacências, além de moradores do bairro.

Juntos eles abriram o registro do cavalete e a torneira, de onde jorrou a tão esperada água potável. Com gritos de “Temos água”, “Graças a Deus”“Essa eu bebo com prazer” e "Viva!", os moradores comemoram a ligação da água. Muitos deles não se contiveram a beberam a água da torneira. Outros jogavam água pra cima, numa demonstração de alegria e de confraternização entre eles, que esperaram por tanto tempo a bendita água.

“Agora queremos mais. Já temos as escrituras e queremos a instalação de escoamento das águas pluviais, que destroem as ruas e rasgam as chácaras, coleta de esgoto e tudo o que o loteador prometeu quando compramos as nossas chácaras”, disse o presidente Genival Rodrigues.

Numa reunião com os moradores, José Vagner explicou os procedimentos para que os moradores solicitem as ligações. “Basta comparecer no nosso escritório com a escritura e os dados do imóvel, carnê de IPTU, documentos pessoais e solicitar. É muito simples o pedido”. Ele explicou que, como o bairro não é servido de coleta de esgoto, será cobrado apenas a tarifa de fornecimento de água, que custa cerca de R$ 18, para um consumo de até 10 mil litros por mês, além da taxa de ligação de R$ 147 (que pode ser parcelado em até quatro pagamentos).

A instalação de água potável no Jardim Panorama é um alívio para a Prefeitura, que abastece a maioria das cerca de 160 residências e comércios daquele bairro com caminhão pipa. São pelo menos duas viagens feitas diariamente, o que gera um gasto considerável aos cofres públicos municipal.

Centro Comunitário

No mesmo evento, foi feito o lançamento da pedra fundamental da construção do futuro Centro Comunitário do bairro e da sede da Associação dos Moradores que será erguido em parte de uma área de 44 mil m² doada pela prefeitura.

Segundo o presidente Genival, serão construídos um salão social, com lanchonete, salas para a diretoria, secretaria e assistência social, quadras de jogos de bocha e malha.

Parte da área é de preservação ambiental e, de acordo com o projeto, será preservada e cuidada pela Associação, como um parque natural.

Cópias do projeto, de documentos e de atas e um histórico da Associação foram depositados em uma cápsula e enterrada no centro do futuro Centro Comunitário 'Benedicto Leopoldino da Costa'. O nome é uma homenagem o 'Tenente Leopoldo', morador do bairro e atuante na Associação, que faleceu em 24 de março de 2015, aos 79 anos..

Fotos: Sérgio Santos.

No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

1 comentários:

Anônimo disse...

Legal!!! Parabéns a todos os envolvidos por essa conquista: moradores, Prefeitura, Sabesp...

Postar um comentário

PUBLICIDADE