Morre no Hospital Regional a professora Eliete, vítima de acidente na SP-250

Eliete Medeiros / Foto: reprodução.
Infelizmente, a professora Eliete Aparecida Maciel de Medeiros, 38 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu durante a madrugada no Hospital Regional em Sorocaba para onde havia sido transferida após o acidente ocorrido na noite desta quarta-feira (02) no km 145 da rodovia Nestor Fogaça (SP-250).

Ela trafegava com um VW Gol quando, em frente ao lavador de legumes da MNS, colidiu de frente com um caminhão Mercedes Benz (leia aqui). Ela ficou presa às ferragens e foi retirada do veículo ainda consciente e socorrida pelo SAMU a Santa Casa.

Com múltiplas fraturas e diversas escoriações, a professora foi transferida para o Hospital Regional de Sorocaba, onde veio a falecer por volta de 1h.

Eliete residia no bairro da Lavrinha, próximo ao local do acidente. Era funcionária pública municipal e lecionava na EMEI do Jardim Nova Pilar. Antes, trabalhou por vários anos na escola Masajiro Ogawa, no bairro do Pinhalzinho.

A Funerária da Paz informou que Eliete será velada no Velório Municipal. O sepultamento será na sexta-feira (04) as 8h no Cemitério São João Batista.

Homenagem aos funcionários públicos

Eliete gostava e cultiva flores e no seu Facebook postava muitas fotos delas. No dia 27 de fevereiro, último, após o fim da greve dos funcionários públicos, ela publicou uma de suas flores e escreveu uma homenagem aos colegas:

"Dedico esta flor de meu quintal à todos os funcionários públicos de Pilar do Sul que estiveram presentes em praça pública fazendo seus direitos serem respeitados e cumpridos, pois as obrigações, essas, cumprimos diariamente com dignidade!", escreveu.
A flor de Eliete / Foto: reprodução.
No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

6 comentários:

Anônimo disse...

Que pena, uma tragédia!!!
Ela deua aula pra mim em 2008, gostava muito dela, uma ótima professora q veio a falecer tão nova, muito triste!!!!

Anônimo disse...

Depois de tantos acidentes e hora de pensar, será que a privatização das rodovias de nossa região seriam realmente ruim ? vemos vários acidentes que em uma duplicação, mais sinalização, mais qualidade das estradas, isso poderia salvar vidas, e vida não tem preço, a concessão da rodovia por um lado e ruim economicamente, mais por outro lado teríamos muito mais segurança.

marcos roberto disse...

tendo privatizações com preço justo é mais que bem vindo

juliane leme disse...

q pena, uma grande aiga de faculdade!!!

Anônimo disse...

Nesse trecho tem uma depressão no asfalto e dá um susto nas pessoas.
Precisam ver isso pois já não é o primeiro acidente que acontece.

REVOLUCTION disse...

MEUS PÊSAMES A FAMILIA.....GENTE RODOVIA PRIVATIZADA OU NAO ACONTECEM ACIDENTES DO MESMO JEITO...NÃO TENTEM ENCONTRAR A CULPA DE QUEM FOI...FOI UMA FATALIDADE.ISSO ACONTECE E ESTAMOS A SUGEITO DE MORRER DE CAUSAS QUE IMAGINAMOS SER IMPOSSIVEIS E IMPROVAVEL DE NOS ACONTECER..VIGIEMOS.

Postar um comentário

PUBLICIDADE