PM age rápido e prende dois assaltantes após roubo a comércio na Nova Pilar

Os acusados foram conduzidos a Delegacia/Foto: Sergio Santos.
A Polícia Militar identificou e prendeu dois homens acusados de assaltar uma loja de materiais para construção na tarde desta quarta-feira (20) no Jardim Nova Pilar, zona oeste.

O roubo aconteceu por volta de 16h30. Segundo as vítimas, dois homens armados com uma faca e com panos e bonés cobrindo os rostos invadiram a loja e anunciaram o assalto, se dirigiram ao caixa e exigiram o dinheiro. Após roubar R$ 117 eles fugiram, não sem antes ironizar: “Só isso? Que pobreza!”.

O soldado Silva Oliveira, que estava à paisana e assumiria o serviço às 19h, passava pelas imediações e percebeu dois homens, em atitude suspeita, se desfazendo de algo em um terreno baldio, onde mais tarde a PM encontrou um dos capuz e um dos bonés utilizando por um deles no roubo.

Ao chegar no destacamento, Oliveira foi avisado do roubo e imediatamente ligou o fato aos dois homens, já conhecidos dos meios policiais por uso de drogas, e a PM passou a procurá-los.

No início da noite, o cabo Paulo Sérgio e o soldado Oliveira conseguiram localizar e prender Elvis Willy Brisola de Sousa, 22 anos, na sua residência no Jardim Nova Pilar, próximo ao comércio assaltado. Ele confessou o crime, e apontou o comparsa, Clayton Ribeiro da Trindade, 28, que foi preso em um bar no Jardim Campestre, bairro onde mora.

Conduzidos a Delegacia de Polícia, a dupla confessou o roubo e disseram que o fizeram para comprar drogas, mas que se decepcionaram: “Pensávamos que teria uns R$ 2 mil. Só tinha R$ 117”.

O delegado Milton Andreoli autuou Elvis e Clayton em flagrante, acusados de roubo, e os recolheu a cadeia local, onde permanecerão a disposição da justiça.
Clayton e Elvis foram presos em flagrante / Foto: Divulgação.
No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

3 comentários:

Eliane Roberta disse...

vao trabalhar seus vagabundos

LUIZ RENATO ALMEIDA ANDRADE disse...

Tudo nóia de pedra. Falar o que né.

Léo Marcos Pereira disse...

tem que deixar apodrecer um vagabundo desse, torço para que a justiça não seja falha !

Postar um comentário

PUBLICIDADE