Agressão ao árbitro e confusão marcam a final do veterano do campeonato municipal

Guma foi agredido por Flávio e encerrou a partida.
Terminou em confusão a final da categoria de veteranos do XXII Campeonato Municipal de Futebol, partida disputada entre Estrela FC (Pilar do Sul) e JR Silva (São Miguel) na manhã deste domingo (10) no estádio municipal.

Com gol marcado pelo atacante Fábio aos 9 minutos do primeiro tempo, o Estrela vencia o jogo por 1 a 0 quando o árbitro Gumercindo Ribeiro, o Guma, foi agredido pelo volante Flávio, do Estrela, e encerrou a partida.

Ainda no primeiro tempo, por reclamação, Flávio foi advertido com cartão amarelo. Aos 15 minutos do segundo tempo, Flávio fez uma falta no adversário e Guma aplicou o segundo cartão amarelo e, consequentemente, o vermelho. No meio da discussão entre ambos, Flávio partiu para as vias de fato e desferiu um soco em Guma. Ambos se atracaram e os jogadores partiram para separar a briga. No meio da confusão, o volante Fabinho Bonifácio (Estrela) foi atingido na cabeça, o que causou um corte e sangramento.

Alegando que não tinha condições de prosseguir com o jogo, Guma decidiu encerrar a partida e ele os auxiliares Dil e Pinhaça e se retiraram de campo.

O secretário de esportes, Marcos Roberto Nogueira Pinto, disse que o caso será encaminhado para julgamento pela COJEM (Comissão Julgadora dos Esportes Municipal) que deverá decidir quem será declarado campeão ou até sobre a realização de uma nova partida - começando do zero, ou para concluir os 30 minutos restante de jogo, além de eventuais punições aos envolvidos.

Os jogadores e a comissão técnica do JR Silva reivindicam o título de campeão porque alegam que foi o Estrela que, através do jogador Flávio, deu causa a confusão e o encerramento da partida. “Não temos nada com isso. Queremos o troféu de campeão. Nada mais justo”, disse o técnico Aguinaldo.

“A reivindicação do JR Silva é justa, mas vamos entregar o caso para a COJEM e decidir com calma e com justiça, com base no regulamento e nos dispostos do CBJD – Código Brasileiro de Justiça Desportiva”, disse o secretário Marquinhos Privada.
Guma foi agredido e encerrou o jogo aos 15 minutos do segundo tempo. 

O jogo

Excluindo a confusão, Estrela e JR Silva faziam uma grande partida. Por ser um jogo de jogadores veteranos, experientes, ambas as equipes concentravam os seus esforços na marcação. Um jogo estudado e que seria decido nos detalhes, mas com uma leve superioridade do Estrela, que dominava o meio de campo.

O gol do Estrela saiu justamente de uma boa jogada de meio de campo. Fábio recebeu livre de marcação e, da entrada da área, bateu firme para abrir o marcador, aos 9 minutos do primeiro tempo. Aos 31 minutos, o JR Silva teve uma grande chance de empatar, mas o goleiro estrelense Val fez um milagre e foi buscar no canto, uma bola chutada da entrada da pequena área. Defesaça!

Mas a confusão encerrou precocemente a partida e frustrou os torcedores que foram ao estádio interessados em apenas assistir uma partida de futebol.
Estrela FC (Pilar do Sul)
JR Silva (São Miguel Arcanjo)
Dil, Guma e Pinhaça.
No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

PUBLICIDADE