Polícia estoura desmanche e localiza diversos veículos furtados na Cananéia

PUBLICADO EM 27/07 ÀS 23h50 - EDITADO EM 28/07 ÀS 19h09
Uma operação conjunta deflagrada pelas Policiais Civil e Militar localizou no início da tarde desta quarta-feira (27) um desmanche clandestino de veículos na rua Antonio Gomes de Souza, no Jardim Cananéia.

Entre as diversas carcaças de veículos, estavam o que sobrou de uma VW Saveiro e dois VW Gols furtados na semana passada em Pilar do Sul.

A operação foi continuidade da ocorrência de ontem (leia aqui) quando dois homens suspeitos foram detidos e confessaram que pretendia realizar furtos de veículos na cidade. Como, até então, não havia crime, e após a polícia realizar diligências, mas sem localizar os veículos, os dois homens foram liberados.

Hoje as equipes policiais voltaram a vasculhar a Cananéia e, com ajuda de uma denúncia anônima, lograram êxito em localizar a casa da mãe de um dos homens detidos ontem e, nos fundo da chácara dela, o desmanche.

Segundo a polícia, os veículos já estavam picados e sem os principais componentes, como motor, câmbio, rodas e partes da lataria, e o que sobrou deles estavam jogados em uma ribanceira em meio a uma mata nos fundos da chácara, as margens de um córrego.

Além das carcaças de veículos e de diversas ferramentas e maquinários utilizadas no desmanche, os policiais localizaram uma bolsa de mulher e objetos que foram reconhecidos por uma das vítimas que teve o seu veículo furtado.

Peritos da Polícia Cientifica estiveram no local realizando a perícia e, de acordo com as informações deles, existem carcaças de pelo menos cinco veículos diferentes.

Os dois homens detidos ontem, Luiz Carlos Oliveira da Silva e Jerônimo Viana dos Santos, não foram localizados. A mãe de Jerônimo, Lucia Viana dos Santos, proprietária da chácara e o caseiro, Joaquim Pereira de Carvalho, foram presos e autuados em flagrante acusados de receptação. A mulher foi transferida para a cadeia feminina de Votorantim e o homem recolhido a cadeia local.

O delegado Milton Andreoli informou que vai indiciar Luiz Carlos e Jerônimo por furto e que pedirá à Justiça a prisão preventiva deles. Disse ainda que aguardará o lado do Instituto de Criminalística para comprovar a identificação dos veículos, que estavam sem as placas e identificação dos chassis.

Devido ao avançado da hora e o difícil acesso do guincho ao local, a retirada das carcaças será feita nesta quinta-feira.

Participaram da operação os investigadores Reinaldo Fabri e José Aparecido, da Polícia Civil, e o sargento Rossi, os cabos Claudinei e Sandro, e os soldados Luciano e Oliveira, da Polícia Militar.

EDITADO PARA ACRESCENTAR ESTE PARÁGRAFO: O delegado Milton Andreoli arbitrou fiança de R$ 3 mil reais para cada um dos acusados. Lucia Viana dos Santos pagou a fiança e foi liberada ainda na noite de 27/07. Já a fiança de Joaquim Pereira de Carvalho não foi honrada e ele continua preso. Os acusados foram assistidos pelo advogado Dr. Eduardo Freitas.

Fotos: Divulgação / Policias Militar e Civil.

No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

1 comentários:

Unknown disse...

Parabéns...a polícia civil e militar..Pela Boa investigaçao..

Postar um comentário

PUBLICIDADE