Eleições 2016: Pilar tem mais de 21 mil eleitores e três candidatos à prefeito

Além de Angelo Paiotti, Toninho da Padaria e Daniel Coreiro, candidatos à prefeito, Pilar terá ainda 95 candidatos à vereador
Foto: Nelson Jr / TSE.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou a estatística contendo informações gerais sobre as eleições de 02 de outubro de 2016. Os dados revelam que Pilar do Sul conta com um total de 21.344 eleitores aptos a votar para prefeito e vereador nas eleições municipais deste ano.

Em 2012, quando foi realizada a última eleição municipal, o município contava com 20.368 eleitores em situação regular com a Justiça Eleitoral. De lá para cá houve um aumento de 4,8% ou 976 eleitores a mais no município. 

Em 2010, eleições gerais para presidente, governador, deputados e senadores, Pilar tinha 21.237, ou 107 eleitores a menos que agora.

Faixa etária e sexo

Do total de 21.344 eleitores pilarenses, 3.192 são jovens com até 24 anos, 612 são idosos acima dos 79 anos e 3.396 eleitores tem entre 60 e 79 anos. A faixa que concentra o maior números de eleitores, com 14.143 votantes, são de pessoas com idade entre 25 e 59 anos. As mulheres, com uma pequena margem, são maioria: 10.683 (50,05%). Os homens são 10.574 (49,54%) e 87 eleitores não informaram o sexo (0,40).

Partidos confirmam Paiotti, Toninho da Padaria e Daniel candidatos

As últimas semanas foram marcadas pela convenções partidárias, quando as agremiações políticas definem os seus candidatos. As três coligações terão três candidatos à prefeito e 95 candidatos a uma das 11 vagas de vereador.

A maior coligação conta com oito partidos: PTB, PPS, PSDB, PMDB, PSB, PRB, PSD e Solidariedade que aprovaram a candidatura de Angelo Paiotti (PTB) para prefeito, Beto Jordão (PPS) para vice-prefeito e 55 candidatos à vereador.

A coligação DEM, PDT, PTN e PP aprovou a candidatura de Toninho da Padaria (DEM) para prefeito e Marquinho da Auto Escola (DEM) para vice-prefeito. A coligação do ex-prefeito (2009/2012) tem 32 candidatos à vereador.

A exemplo do que fez em 2012, o Partido dos Trabalhadores (PT) decidiu sair com chapa pura, sem nenhum partido coligado, e terá o empresário Daniel Nunes da Silva (Daniel Coreiro) como candidato à prefeito. A microempresária Janayna Tayná será a candidata à vice-prefeita do PT, que terá ainda sete candidatos à vereador.
Angelo Paiotti (PTB), Toninho da Padaria (DEM) e Daniel Coreiro (PT) / Divulgação.

Limite de gastos

O TSE divulgou também os valores que os candidatos a prefeito e vereadores poderão gastar durante a campanha eleitoral deste ano. Com as alterações trazidas pela Reforma Eleitoral 2015 (Lei nº 13.165), o cálculo para definir o teto máximo das despesas agora terá como base 70% do maior gasto declarado na circunscrição eleitoral anterior, no caso as eleições de 2012.

De acordo com a resolução, em Pilar do Sul, os candidatos a prefeito podem gastar até R$ 210.449,96. Já os 95 candidatos que vão disputar uma das 11 vagas na Câmara Municipal de Vereadores podem gastar, no máximo, a quantia de R$ 10.803,91.
No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

PUBLICIDADE