DCE emite nota esclarecendo os fatos e realização do debate em Pilar do Sul

NOTA OFICIAL – DIRETÓRIO CENTRAL DOS ESTUDANTES UNISO

O DCE decidiu se pronunciar e responder à nota emitida pela coligação “Por Uma Pilar Do Sul Mais Justa e Digna Para Todos”, composta pelos partidos DEM – PDT – PTN – PP, a respeito do debate dos candidatos a prefeito de Pilar do Sul, realizado no dia 23 de Setembro, no Salão Pio X.

Primeiramente devo lembrar e informar quem lê está nota de que a presidência, segunda vice-presidência, tesouraria, diretoria de mulheres e diretoria de comunicação do DCE Uniso é formada por estudantes pilarenses, e esse evento foi realizado justamente por esse motivo.

O DCE Uniso é uma organização independente, e nossa gestão venceu de maneira democrática a eleição realizada dentro da Uniso, que nos elegeu como representantes dos 12 mil estudantes que a Uniso agrega.

A respeito do debate, iniciamos a nota lembrando de que os convites oficiais para o evento foram entregues em todos os comitês, no dia 03 de Setembro, nas mãos de quem estava presente no comitê dos candidatos. Não tivemos problema algum na entrega do convite no comitê dos candidatos Ângelo Paiotti (PTB) e Daniel Coureiro (PT), pois ambos os convites chegaram até a mão dos assessores que repassaram para os candidatos. No comitê do candidato do Democratas, o convite “se perdeu” e não chegou nas mãos do responsável.

O debate teve como sua primeira data proposta o dia 14 de Setembro, porém, como prezávamos pela participação de todos os candidatos, e em especial, o senhor Antônio Pereira (DEM), que ainda não havia dado resposta a respeito de nosso evento, já que o convite não havia chego até sua assessoria, alteramos a data do evento para o dia 21 de Setembro.

No dia 17 de Setembro, a presidenta do DCE foi até os comitê dos candidatos para novamente entregar o convite do debate. Porém, ela foi recebida com atos de fascismo e ódio pelas pessoas que se encontravam presentes no comitê do candidato do Democratas. Ela então, se dirigiu até a casa desse candidato, que, de prontidão, recusou o convite para participar do debate e disse que teríamos que tratar somente com seu advogado.

Com isso, nesse mesmo dia, numa reunião realizada em conjunto com a assessoria dos candidatos Ângelo e Daniel, apresentamos a proposta final do evento e aproveitamos para discutir sobre as regras do debate, já que havíamos entregado apenas um modelo do que seria proposto em nosso debate. Ao fim dessa reunião, foi possível firmar quais seriam as regras do debate, além do compromisso de participação dos candidatos na nova data do evento, dia 23 de Setembro, já que ainda precisaríamos confirmar a presença do último candidato e essa era a única data disponível para utilizarmos o Salão Pio X.

Assim, chegaram até nós algumas informações relapsas sobre quem seria o advogado do candidato do Democratas. Com essas novas informações, que foram recebidas de dentro do próprio partido do candidato, seguimos até dois escritórios de Pilar do Sul, e ambos os doutores informaram que não advogavam para o candidato em questão. Diante disso, entramos em contato com a assessoria do candidato, no dia 21 de Setembro, na procura em conseguir a informação sobre quem seria o advogado do mesmo. Somente obtivemos a resposta no dia 22 de Setembro, véspera do nosso evento.

Nesse meio tempo, o reitor da Universidade de Sorocaba, recebeu uma ligação da assessoria do candidato Antônio Pereira aonde questionava a veracidade de nosso evento. O reitor explicou que o DCE era uma organização independente da universidade e que sempre realizou eventos de grande porte dentro da instituição. É importante lembrar também que o DCE Uniso fundou e/ou teve grande participação na criação de vários outros DCEs da região, além de ser considerado um dos DCEs mais importantes do estado de São Paulo.

Gostaríamos de esclarecer que, os outros dois candidatos, Ângelo Paiotti (PTB) e Daniel Coureiro (PT), também estavam com comício marcado para o dia 23 de Setembro, porém ambos prontamente se dispuseram a alterar a data do mesmo para estar podendo aceitar nosso convite, já que eles entendiam que a demanda dos estudantes era realmente importante para nós e para os residentes de nossa cidade.

Reiteramos aqui a neutralidade do evento realizado pelo DCE Uniso. Todas as perguntas elaboradas no debate foram encaminhadas para nosso e-mail, além de terem sido feitas pelos próprios estudantes, no debate, como o público pôde ver. Em sua grande maioria, estudantes da ETEC, puderam retirar todas as suas dúvidas de maneira muito sábia.

É importante frisar que o DCE Uniso não possuía interesse algum em favorecer candidato X, Y ou Z. Como dito no parágrafo acima, as perguntas feitas no debate foram realizadas por aqueles à qual as elaboraram. E não por nossa diretoria. A gravação do evento foi realizada e poderá ser vista em breve, como foram os próprios estudantes falando no microfone. Lembramos que, nossa diretoria nem sequer mediou o evento. Visto que o mediador foi um convidado de Sorocaba, que sequer conhecia os candidatos.

Ressaltamos também que o evento não foi realizado para disputar público com o comício realizado pelo candidato Antônio Pereira, e sim, por uma demanda dos estudantes universitários para o DCE Uniso realizar o evento, já que grande parte da população ainda está indecisa sobre em quem votar.

O DCE Uniso procura realizar uma nova política, por intermédio do movimento estudantil, e para quem conhece nosso trabalho, sabe que buscamos por melhoria dos estudantes, buscando e conseguindo avanços e melhorias no ensino, dentro e fora de nossa universidade, como a flexibilidade da mensalidade e outras formas de conseguir ingressar em nossa universidade.

É notório lembrar nessa nota que, infelizmente, o DCE Uniso teve que entrar com uma interpelação judicial a respeito dos boatos espalhados pela cidade afirmando o debate tinha sido comprado e realizado de má fé. A mensagem foi encaminhada para grande parte da cidade, e assim, difamando o histórico que nosso diretório conseguiu adquirir a partir dos anos, graças às suas realizações, em prol somente e exclusivamente do estudante.

De qualquer forma, é visível que o evento foi um sucesso e ficamos felizes que tudo deu certo, como o planejado. Além de ter nosso objetivo principal alcançado: sanar as dúvidas tanto dos estudantes, quanto da população, que veio em peso, e lotou o Salão Pio X, com 400 pessoas. 

Agradecemos a presença de algumas autoridades que se dispuseram a prestigiar nosso evento. Assim como os candidatos Ângelo e Daniel, que aceitaram o convite e trouxeram com si, suas comissões.

Pilar do Sul, 24 de Setembro de 2016
Diretório Central dos Estudantes - Uniso
No Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. MTB 51.754/SP.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar com Facebook

6 comentários:

Maita disse...

Como o jornalista responsável divulga uma nota de resposta sem divulgar a nota que gerou a resposta?

Quanto ao DCE, vocês protocolaram o primeiro convite?

Como vocês divulgam uma nota acusando outros cidadãos de nosso município de fascismo? Vocês não tem a mínima ideia sobre o que foi o fascismo. Aliás, combatido de maneira exemplar por nossos pracinhas no ano de 1945, muitos dos quais eram da nossa região, especialmente Itapetininga e Sorocaba, liberando importantes cidades italianas do jugo do nazi-fascismo, destaque para a região do vale do rio pó, Montese, Livorno, Monte Castelo, dentre outras. Feito este que permitiu que nosso próprio país fosse livre, permitindo que a liberdade de expressão fosse a principal característica de nossa democracia.

Desta forma, convido ao DCE que, antes de escrever qualquer bobagem sobre fascismo, vá até o obelisco em homenagem à FEB, em Sorocaba, localizado na praça Frei Baraúna, em frente ao Fórum Velho e veja o nome daqueles que enfrentaram o fascismo de verdade e tombaram e reflitam sobre as bobagens que escritas. Tenham mais respeito.

Sergio Santos disse...

Caro senhor Maita... Eu NÃO a publiquei tal nota citada por você, porque simplesmente não a recebi. Não sou vidente e não aprendi a psicografar.

Todos me conhecem e sabem meus contatos, e-mail e telefone.

Publiquei o seu comentário pelo ENORME apreço que dispenso a ti.

Sergio Santos disse...

Com todo respeito, dispenso sua aula de jornalismo. Faço isso há 32 anos. Não sou o dono da verdade, mas procuro fazer o meu trabalho com extrema dedicação, respeito e correição.

Qualquer outro comentário questionando o meu trabalho não será publicado.

Aos que se sentirem prejudicado, podem me acionar judicialmente sem problema algum. Tenho assessoria jurídica exatamente pra isso. Uma competente assessoria jurídica, por sinal.

AI FATEC Tatuí disse...

Infelizmente o SR Maita devia entender que a palavra fascista não tem um unico significado, que se refere ao fascista que se referiam aos seguidores do fascismo do Benito Mussolini, que era aliado do Adolf Hitler que originou a Segunda Guerra Mundial, mas segundo o Dicionario a Palavra fascista pode ser usado no sentido pejorativo que se refere a uma pessoa que quer mandar sem ter razão ou conhecimento para deliberar ordens, pessoas extremistas, e no sentido figurado refere-se a pessoas que não se preocupa com liberdade alheia.

Maita disse...

Segundo qual dicionário? Fascista é sim, todo aquele partidário do fascismo, conceito que ficou conhecido com Mussolini mas é muito maior que isso. Tem como prerrogativas, estabelecer conceitos superiores de ordem e raça. Não há analogia. Não há meio termo. Não defenda uma ofensa como essa.

O cidadão disse...

Independente da discussão histórica e etimológica dos colegas ai acima. O que realmente não devemos tolerar são as atitudes desse grupelho de políticos antiquados e sem qualquer perspectiva. Já é inadmissível um homem com 07 processos na Justiça ter a pretensão de dizer que é ficha limpa. Basta ver as certidões do processo no site da Justiça Eleitoral e lá está a verdade. Agora, sua equipe telefonar para o reitor da universidade a qual o DCE que organizou o debate é relacionado, para questionar a validade do mesmo, isso já é demais. O coronelismo chegou aqui a um limite inaceitável. Gostaria de convidar a todos a quem essa mensagem chegar a refletir sobre os episódios dessas eleições. Esse mesmo grupelho tentou calar a imprensa. Essa mesma turma já governou a cidade antes e deixou somente prejuízos, a escola trincada é só a ponta do iceberg imagino; essa turminha continua achando que pode enganar o povo, prometendo coisas impossíveis ou proibidas ao Poder Público, e neste ponto deste desabafo, chego ao debate, debate que não ocorreu como deveria ser, porque os espertalhões acham que mandam na cidade e até ligam na universidade para proibir o ato, quanta canalhice. Será que somente eu vejo isso. Tenho certeza que não. Quem tem preparo para governar participa de debate a hora que for, no lugar que for e na frente de quem for, não foge, com desculpas esfarrapadas, seria simples resolver, bastava pedir o adiamento, porque o candidato FARIA QUESTÃO DE PARTICIPAR, com certeza teria o pedido atendido, mas não é assim que eles pensam. Pobre povo Pilarense! Ainda acreditando em gente assim, gente que foge, se esconde, que desconhece a lei, que não leva a sério o dinheiro público, que ignora a educação do povo, a saúde, que não sabe o tamanho do problema, gente que acredita que é melhor que os outros, gente que, na verdade, não tem humildade, porque sequer sabem o seu significado. Acham que a humildade é a mãozinha pra fora, o sorriso falso, as mentiras com cara de verdade, Pobre povo Pilarense, até quando, pobre povo pilarense. Neste ano, em 05/11, faremos 90 anos de emancipação política...emancipação é libertação, mas ainda estamos presos aos velhos conceitos, velhas políticas, as mãozinhas...Pobre povo Pilarense! Que Deus tenha misericórdia de nós.

Postar um comentário

PUBLICIDADE