Acusado de furtar cabo telefônico é preso em flagrante na colônia Tozan


Um indivíduo foi detido no início da madrugada deste sábado (03), por volta de 1h48, acusado de furtar 585 metros de cabos telefônicos da empresa Vivo na estrada vicinal da Colônia Tozan, zona rural.

Segundo o boletim de ocorrência, o serviço de monitoramento da empresa recebeu um alerta e os seguranças da empresa CEOP Monitoramento, contratada pela Vivo, foram até o local averiguar e surpreenderam dois homens furtando os cabos.

Um deles conseguiu fugir pela mata, mas Kerley Amaro Carvalho de Souza foi alcançado e detido pelos seguranças até a chegada da viatura da Polícia Militar com o cabo Alexandre e soldado Camila.

O homem foi conduzido a Delegacia onde foi autuado em flagrante pelo delegado de plantão Dr. Oscar Garcia Machado Junior acusado de furto qualificado, com rompimento de obstáculo e concurso de pessoas, punível com prisão de até 8 anos, portanto sem direito a fiança.

De acordo com informações da Polícia Civil, tendo em vista a grande incidência de furtos de cabos telefônicos em Pilar do Sul, o delegado Oscar representou pela prisão preventiva do acusado. Agora o SIG (Setor de Investigação Geral) tentará identificar o comparsa que fugiu.

Os 585 metros de cabos de telefônicos foram recuperados e o veículo Fiat Fiorino placas CHP-3897, utilizado para transportar os fios furtados, foi apreendido e recolhido ao pátio do Guincho Máximo. 

Sistema inteligente alerta os furtos de cabos

A empresa Vivo instalou nas linhas um sistema que emite um alarme, assim que os cabos são cortados. A Vivo contratou uma empresa de segurança que monitora as linhas e, assim que recebe o alerta, aciona a Polícia e desloca a equipe mais próxima para o local da ocorrência, como nesse caso que prendeu o acusado de flagrante.

Fotos: Divulgação.

Compartilhar no Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. Editor responsável pelo Blog do Sérgio Santos. Registro de Jornalista MTB 51.754 / SP.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários: