Reunidas e Cananéia voltam a sofrer com a falta d’água. Sabesp explica


Caminhões transportam água para Cananéia/Foto: Sérgio Santos.
Moradores dos bairros Cananéia e Reunidas entraram em contato com a nossa redação para reclamar a falta d’água. Segundo eles, o problema vem ocorrendo desde a semana do Natal e já persiste há vários dias.

Alguns relataram que a falta d’água acontece por várias horas durante o dia e que volta por um período, mas logo acaba. Outros fizeram relatos dramáticos. Paulo, que reside no bairro há 9 anos, disse que estava há três dias sem nenhuma gota de água na torneira.

Moradores e turistas que frequentam aqueles bairros utilizaram as redes sociais para reclamam e cobrar providências para o problema, que consideram um descaso que se repete todo final de ano e nos feriados prolongados.

A Sabesp – Companhia de Saneamento Básico do estado de São Paulo, autarquia do governo do estado, é a responsável pelo fornecimento de água no município.

Na manhã desta sexta-feira (30) José Vagner de Almeida Barros, gerente local, contatado pelo Blog do Sérgio Santos, disse que a reclamação procede. “Estamos arrumando a logística dos caminhões pipas, sendo três da Sabesp e um da prefeitura. Os bairros estão totalmente lotado de pessoas e sem abastecimento no momento. Tentamos recuperar (o nível dos reservatórios) a noite mas sem sucesso”.

No dia 19, último, a adutora que conduz a água dos poços artesianos do bairro Congonhas para os reservatórios no bairro Cananéia se rompeu (leia aqui) e Barros suspeita que o problema possa ter se repetido. “Estamos vistoriando os 8 km de adutora novamente procurando se existe algum vazamento. Tá difícil a situação. A água está chegando no reservatório, mas não dá pra descartar nada”, disse.

A Prefeitura de Pilar do Sul, através da prefeita Janete Carvalho e o secretário de gabinete, Miguel Tavares, entrou em contato com o gerente regional da Sabesp, Calixto Simões Freitas, cobrando providencias da empresa e disponibilizando um caminhão pipa da Prefeitura, que se juntará aos outros três da Sabesp para transportar água da Estação de Tratamento (ETA), no centro, para os reservatórios Cananéia, para minimizar o problema. 

Além de repetir que uma das causas do problema é o aumento da população flutuante, que chega a triplicar neste período, Calixto Simões Freitas disse que a rede de distribuição (instaladas nas ruas) é antiga e não dá conta de suprir toda a demanda e bastecer os lugares mais altos e distantes dos reservatórios.

Uma das afirmações dos moradores é que a Sabesp estaria desligando a água e cortando o abastecimento naqueles bairros. A direção da Sabesp disse que essa afirmação não procede, que os aumentos do consumo e da população flutuante são as causas do problema. “Nós desligamos apenas alguns trechos da rede, dentro da Cananéia, para que a água chegue aos pontos mais altos do bairro”, disse Barros.

Em dezembro de 2015, entrou em funcionamento o terceiro poço artesiano no bairro Congonhas e uma nova rede que transporta água de lá para o reservatório do Jardim Cananéia, mas que mesmo assim o sistema não dá conta da alta demanda.



Compartilhar no Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. Editor responsável pelo Blog do Sérgio Santos. Registro de Jornalista MTB 51.754 / SP.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

5 comentários:

  1. Sérgio vc deve lembrar que o ano passado eu reclamei e vc prestativo como sempre foi atrás e a resposta do gerente é sempre a mesma e este ano atual ele nos deixa sem água outra vez,14 anos que moro na cananeia e td final de ano é a mesma palhaçada estou sem uma gota de água a 2 dias mais pode ter certeza que não casa dele tem água e os anos vindouros será a mesma coisa e ninguém resolverá infelizmente.

    ResponderExcluir
  2. Existe um vazamento próximo a loja de materiais de construção já passei várias vezes pela avenida e a terra em volta dá tampa dá Sabesp sempre tá molhada!!! Gostaria de um parecer dá Sabesp! Se não tem água pra abastecer a população mais pra ser desperdiçado tem?

    ResponderExcluir
  3. TENHO UMA CHACARA EM CANANEIA,E FICAMOS SEM AGUA POR 4 DIAS CONSECUTIVOS,TODOS OS ANOS SEMPRE ACONTECE ISSO,MINHA CASA CHEIA DE VISITAS E SEM AGUA,ACHO UM CUMULO ISSO POIS A MAIORIA DAS PESSOAS VEM DE FORA E QUEIRA SIM OU NÃO AJUDA A CIDADE,MAS LOGO AS PESSOAS VÃO CANSADO E ACABAM NEM VINDO MAIS,ESPERO QUE ALGUEM TOME PROVIDÊNCIA!

    LUCIANA

    ResponderExcluir
  4. Considero esta falta dágua um descaso das autoridades que administram Pilar do Sul, fica evidente sim que os cortes são realizados para suprir pontos preferências.
    Escolhi Pilar do Sul como minha segunda cidade, sou morador do Jardim Cananéia e adoreia este local.
    Oque ficou feio é a irresponsabilidade em não suprir água potável para os bairros de Cananéia e Reunidas.
    Ontem mesmo em pleno 32ºC ficamos sem água o dia inteiro, parace que só liberaram a água hoje pela manhã por haver rumores de cobertura pela TV Record.
    Pessoal temos que fazer isso mesmo, vamos precionar nossas autoridades a resolver este problema o qual fiquei sabendo que perdura a mais de 15 anos.

    ResponderExcluir
  5. Pessoal, temos que por pressao via ouvidoria e via agencia nacional de aguas alem de conversar tambem com o Toninho

    Sera que alguem nao fez um mega gato na adutora para irrigacao ou encher algum açude?

    se souberem de vazamentos vale apena passar a localizacao para a Sabesp investigar.... eh interesse deles que nossos relogios continuem rodando

    http://site.sabesp.com.br/site/interna/ouvidoria.aspx
    http://www.ana.gov.br/faleconosco/

    ResponderExcluir