Dupla é flagrada rebocando cavalo com VW Kombi e atuados por maus tratos a animais


Dois homens foram flagrados por agentes da Polícia Civil rebocando um cavalo com uma perua VW Kombi e autuados por maus tratos a animal no final da tarde desta segunda-feira (30) em Pilar do Sul.

De acordo com o boletim de ocorrência, a investigadora Carolina e os escrivães Sérgio e Eduardo já haviam encerrado o expediente e estavam saindo da Delegacia quando viram os homens passando com o cavalo amarrado à Kombi pela avenida José de Nóbrega, ao lado da Delegacia.

De acordo com os policiais, o cavalo estava muito debilitado, magro, com muito carrapato e com vários ferimentos, inclusive, alguns deles em carne viva, sangrando, mal se aguentando permanecer em pé.

Ainda de acordo com os policiais, um dos homens dirigia a Kombi enquanto o outro ia pé chicoteando o cavalo com um galho de árvore.

Mas, por causa de um ferimento na pata traseira esquerda, o cavalo mancava muito e não conseguia andar direito, mas era forçado a acompanhar o carro sendo, as vezes, arrastado pelo veículo.

Imediatamente os policiais abordaram os homens e interromperam aquele absurdo. Os homens, de 21 e 30 anos, foram conduzidos a Delegacia, autuados e responderão na Justiça por maus tratos a animais.

O rapaz de 21 anos disse que estava comprando o animal e o conduzindo a um piquete. O motorista da Kombi disse que apenas estava fazendo um favor para o outro, que é seu primo, e que vinham trazendo o cavalo de um sito na entrada da cidade.

O policiais concluíram que o cavalo foi rebocado por um trajeto de aproximadamente 2 quilômetros.

O Delegado Milton Andreoli determinou a apreensão do cavalo, que foi recolhido a um abrigo do setor de zoonoses da Vigilância Sanitária pelos agentes Maíra Martins e Rubinson. 

De acordo com Maíra Martins, encarregada de controle de zoonoses, o cavalo será medicado e receberá todos os cuidados e acompanhamento veterinário e, após sua recuperação, será enviado para adoção.

Crueldade contra animais é crime e lei prevê até 1 ano de cadeia

Praticar ato de abuso e maus-tratos contra animais domésticos ou domesticados é crime tipificado no artigo 32 da Lei 9.605/98. A pena para esse tipo de crime varia de 3 meses a 1 ano de prisão, e multa. A pena é aumentada de um sexto a um terço se ocorre a morte do animal.



Fotos: Divulgação / Polícia Civil.

Compartilhar no Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. Editor responsável pelo Blog do Sérgio Santos. Registro de Jornalista MTB 51.754 / SP.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

5 comentários:

  1. Deveriam arrastar esse verme com um carro e colocar uma pessoa com chicote chicoteado o lombo desse vagabundo

    ResponderExcluir
  2. Meus parabéns pelo trabalho dos policiais.
    Os animais tem cuidar com carinho, eles são um ser vivo e faz parte de nosso vida.
    Que pratica maus trato aos animais tem que ser punido perante a lei.

    ResponderExcluir
  3. Pensem bem antes de falar alguma coisas seu idiotas ninguém estava batendo no cavalo ele apenas estava amarrado e a pessoa que estava a traz estava espantando ele pra ele andar e que a policia de pilar não tem coragem de sair atrás de bandidos fica inventando histórias pra dizer que estão trabalhando pela nossa cidade

    ResponderExcluir
  4. Caro Rodrigo... Todas as informações que estão na NOTICIA constam no BOLETIM DE OCORRÊNCIA, que você mesmo deve ter uma cópia, e foram declaradas pelos policiais.

    ResponderExcluir
  5. Aplausos aos conscientes que aqui postam! Vaias aos infratores insensíveis que cometeram tal atrocidade!

    ResponderExcluir