Idoso que matou desafeto em briga de bar será julgado nesta quinta-feira (22)


Julgamento será no plenário da Câmara / Arquivo / Sérgio Santos.

Será realizada nesta quinta-feira, 22 de junho, a sessão do Tribunal do Júri para julgamento do aposentado Aluízio Celestino da Silva, 76 anos, acusado de matar o motorista-carreteiro José Benedito Pinheiro dos Santos, o “Dito Patinha”, 50.

O homicídio aconteceu na noite de 27 de fevereiro de 2015 no interior de um bar na rua José Piloto, no bairro Santa Cecília (leia aqui).

O processo está em segredo de justiça, mas conforme apurado pela polícia no dia dos fatos, ambos consumiam bebidas alcoólicas quando se desentenderam. O idoso sacou de um canivete e golpeou a vítima no tórax.

“Patinha” ainda chegou a ser socorrido, mas morreu ao dar entrada no pronto socorro da Santa Casa.

“Seo Aluízio” fugiu, mas pouco depois foi preso e confessou a autoria do homicídio. Alegou que bebia sua cerveja tranquilamente, quando foi infortunado e ameaçado de agressão por “Patinha”, momento que ‘perdeu a cabeça’ e o golpeou.

Preso desde o dia do crime, a justiça negou dois pedidos de liberdade provisória formulados pela defesa do réu.

Baiano da cidade de Itaju do Colonia, Aluízio Celestino da Silva tem passagens por porte ilegal de arma de fogo e tentativa de homicídio. Em 2003 ele foi acusado de tentar matar um desafeto com dois golpes de faca em Garça (SP).

A sessão do Tribunal do Júri será presidida pelo juiz Ricardo Augusto Galvão de Souza, a partir das 10 horas no auditório da Câmara Municipal, uma vez que o Fórum local não dispõe de plenário para este tipo de julgamento.
'Seo Aluizio', acusado de cometer o crime / Foto: Polícia Militar.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. Editor responsável pelo Blog do Sérgio Santos. Registro de Jornalista MTB 51.754 / SP.
    Comentar
    Comentar com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário