Estelionato: Ajudante é detido acusado de enganar pessoas para arrecadar dinheiro


Um ajudante geral de 29 anos foi detido na manhã desta quarta-feira (28) e indiciado em inquérito policial acusado de estelionato.

Segundo a polícia, Ivan Ademir Castanho de Goes se dirigia à residência das pessoas no período noturno e contava uma história mentirosa para arrecadar doações em dinheiro.

Segundo testemunhas, fazendo drama e chegando até às lágrimas, ele alegava que seu carro estava apreendido em uma blitz da Polícia Militar e que precisava de R$ 400, dando a entender que os policiais estariam cobrando propina para não recolher o veículo ao pátio do guincho.

A informação chegou ao conhecimento da PM na noite de ontem. Hoje pela manhã Ivan foi localizado e detido pelo sargento Rossi, cabos Sandro e Luciano e conduzido à Delegacia, onde foi ouvido e negou o crime. Disse que não tinha nada para falar e que não sabia nem o que estava fazendo na Delegacia.

Mas duas vítimas, um motorista de 54 anos e um comprador de 61, compareceram na Delegacia, relataram em detalhes o ocorrido e reconheceram o suspeito. Compadecidos com o relato do estelionatário, uma delas disse que deu R$ 20 e outra R$ 30.

Segundo apurou a polícia, ele teria abordado várias casas e até a sogra de um PM, que não deu dinheiro e relatou o caso para o genro, cabo da Polícia Militar.

Mesmo negando o crime Ivan Ademir Castanho de Goes foi indiciado acusado de estelionato, mas como não houve flagrante ele responderá ao processo em liberdade.

O delegado Milton Andreoli disse que as provas das testemunhas são precisas, que deverá concluir o inquérito e encaminhá-lo para o Fórum já nos próximos dias.

Segundo a polícia, Ivan não tem veículo, reside no bairro Campo Grande e tem segundo grau completo (ensino médio).

O sargento Rossi, subcomandante da PM em Pilar do Sul, ressalta que o estelionatário inventou uma história mentirosa para arrecadar dinheiro, que os policiais militares trabalham de forma honrada em prol da sociedade, tanto que a produtividade da PM subiu e os índices de criminalidade diminuíram, que jamais aceitam subornos e que qualquer tentativa de denegrir a imagem da corporação será rigorosamente coibida na forma da lei.
O suspeito foi conduzido pela PM à Delegacia / Foto: Sérgio Santos / Arquivo.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. Editor responsável pelo Blog do Sérgio Santos. Registro de Jornalista MTB 51.754 / SP.
    Comentar
    Comentar com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário