Acusado de tentativa de homicídio, jovem vai a juri popular nesta quinta-feira


O juiz Ricardo Augusto Galvão de Souza marcou para esta quinta-feira, 27 de julho, a sessão do Tribunal do Júri para julgamento de Fábio Spicciani de Góes, 20, acusado de tentativa de homicídio cometido contra Alan de Oliveira Almeida, também de 20 anos, na madrugada de 14 junho de 2015 (aqui e aqui).

Segundo a denúncia, acompanhado de um adolescente, Fábio tentou matar Alan por meio de um disparo de arma de fogo, utilizando recurso que dificultou a defesa da vítima, que somente não se consumou por circunstâncias alheias à sua vontade.

Ainda segundo a denúncia, a vítima estava em uma festa, onde também se encontrava o réu e o adolescente. Quando se dirigia à sua residência, Alan foi surpreendido pela dupla, agredido e atingido com um tiro no rosto. Segundo a acusação, Fábio ainda acionou o gatilho por mais três vezes, mas a arma falhou.

A motivação do crime seria passional, porque, segundo apurou a polícia, Alan teria dançado com uma moça que seria namorada do réu. Fábio Spicciani nega o crime. Disse que estava na festa, mas que não tentou matar Alan. Alega que o adolescente foi o autor do disparo.

A pronúncia foi requerida pelo Ministério Público por entender que “há prova de materialidade e indícios suficientes de autoria” e que “cumprirá ao Conselho de Sentença, em sua soberania, decidir sobre a sorte do réu”.

Como o Fórum local não dispõe de plenário para este tipo de julgamento, a sessão do Tribunal do Júri será realizada nas dependências da Câmara Municipal, a partir das 10 horas.

Fábio Spicciani, que já tem anotações criminais por roubo e tráfico, teve a prisão preventiva decretada em 2015 e aguarda o julgamento por tentativa de homicídio preso. 

A sessão do Tribunal do Júri é realizada na Câmara Municipal / Foto: Arquivo / Blog do Sérgio Santos.

Compartilhar no Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. Editor responsável pelo Blog do Sérgio Santos. Registro de Jornalista MTB 51.754 / SP.
    Comentar
    Comentar com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário