Tribunal do Júri: Jovem é condenado a oito anos por tentativa de homicídio


Momento que o juiz proferia a sentença do réu / Foto: Sérgio Santos.
Em sessão do Tribunal do Júri realizada nesta quinta-feira (27), o réu Fábio Spicciani de Góes, 21 anos, foi considerado culpado de tentativa de homicídio cometido contra Alan de Oliveira Almeida, 20, e sentenciado pelo juiz Ricardo Augusto Galvão de Souza a uma pena de 8 anos de reclusão, em regime inicial fechado, sem o direito de recorrer em liberdade.

Por maioria de votos, o Conselho de Sentença, composto por cinco homens e duas mulheres, acatou os argumentos da acusação, de que em 14 junho de 2015 (aqui, aqui e aqui) o réu tentou matar Alan por meio de disparo de arma de fogo, utilizando recurso que dificultou a defesa da vítima, fato que não se consumou por circunstâncias alheias à sua vontade.

A defesa do réu foi exercida pelo advogado Antonio Gabriel de Lima, acompanhado de seu assistente Leandro Purificação Teich, que informou que não pretende recorrer da sentença. A acusação ficou a cargo do promotor público Vitor Petri.

Como o Fórum local não dispõe de plenário para este tipo de julgamento, a sessão do Tribunal do Júri foi realizada nas dependências da Câmara Municipal de Pilar do Sul.

Adolescente também foi condenado

Também nesta quinta-feira (27) o juiz Ricardo Augusto Galvão de Souza proferiu sentença determinando a internação de G.A.P., na época adolescente e hoje com 19 anos, por coautoria na tentativa de homicídio de Alan.

Por determinação do juiz, o rapaz foi apreendido por agentes da Polícia Civil ainda durante o julgamento, onde depôs como testemunha, e conduzido à Delegacia, depois seria encaminhado para a Fundação Casa, onde poderá permanecer até completar 21 anos de idade cumprindo medidas socioeducativas.

Compartilhar no Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. Editor responsável pelo Blog do Sérgio Santos. Registro de Jornalista MTB 51.754 / SP.
    Comentar
    Comentar com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário