Pilarense é campeão da Olimpíada Internacional de Tecnologia e Inovação, na Suíça


Criado no sítio, filho de produtores rurais e ex-aluno da escola Odilon, Renato Rodrigues ganhou prêmio internacional.


O engenheiro pilarense Renato Rodrigues, 30 anos, conquistou nesta terça-feira (19) o título de campeão da Olimpíada Internacional de Tecnologia e Inovação (ICC'2017), realizado em Martigny, na Suíça.

Foram 3 projetos vencedores, entre eles o 'Milênio Bus' desenvolvido por Renato em parceira com seu colega Fábien Oliveira (Ouro Fino-MG). Os outros projetos vencedores foram RoboBay, da Ucrânia, e Forense Voiz, da Índia.

Renato e Fábien foram os representantes oficiais do Brasil e da América Latina no ICC'2017 e se tornaram os primeiros brasileiros a conquistar o título de campeão dessa Olímpiada, entrando para a história do cenário brasileiro de tecnologia.

Em seu perfil no Facebook, Renato comemorou a conquista: “Mega feliz de ter ganho a Olimpíada. Quero agradecer a minha família e amigos que torceram por mim e me desejaram boas energias positivas. Valeu a torcida, esse ano deu Brasil. Foram 21 dias de muito trabalho e pouco sono que valeram a pena. E que venham novos desafios”, comentou. “Meu lema na competição: se der medo, vai com medo mesmo”, finalizou.

Renato Rodrigues é engenheiro de produção, engenheiro ambiental e estudante de Mestrado em Estratégia e Inovação em Engenharia de Produção na UFSCar (Universidade Federal de São Carlos).

Filho de produtores rurais e criado no sítio, o pilarense tem orgulho em dizer que iniciou e concluiu os ensinos fundamental e médio na escola Vereador Odilon Batista Jordão, em Pilar do Sul.

Atualmente, Renato reside e trabalha em Campinas, na UNICAMP (Universidade de Campinas), e estuda na UFSCar, em São Carlos, e coleciona diversos prêmios de tecnologia no Brasil e no mundo.

Milênio Bus

O Milênio Bus é um projeto tecnológico de mobilidade urbana composto por um hardware e um aplicativo de celular que, interligados ao ônibus, permitem ao passageiro realizar o pagamento da passagem de forma digital, além de outras funções.

O projeto nasceu em março de 2017 no Hackathon (evento de tecnologia) para melhorar a mobilidade urbana nas cidades organizado pela EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos – do Estado de São Paulo.

Premiação

As três melhores equipes do ICC 2017 levaram para casa, cada uma, um prêmio de 5 mil francos suíços, equivalente a mais de 16 mil reais. A equipe vencedora também poderá optar por dar início a uma start-up para a execução de seu projeto, o que também dará direito a incentivos de 100 mil francos suíços –  o que equivale e mais de 322 mil reais.

Com informações do Jornal Folha de Ouro (Ouro Fino-MG).

Fotos: Divulgação.


Compartilhar no Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. Editor responsável pelo Blog do Sérgio Santos. Registro de Jornalista MTB 51.754 / SP.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

2 comentários:

  1. Parabéns ao Renato. Mas infelizmente a prefeitura de Pilar do Sul não apoia em nada quem faz mestrado na UFSCar. O ônibus da prefeitura passa todos os dias em frente à universidade, e é negado a esses alunos. Muito sacrifício, muita determinação e luta para isso, mas somente a glória é vista.

    ResponderExcluir
  2. Se realmente for nesses moldes noticiados, que enorme conquista ao pilarense!!!!! PARABENSSSSSS

    ResponderExcluir